terça-feira, 6 de dezembro de 2016

ROUBOU POSTO, PRESO, DIZ QUE ROUBOU PORQUE QUERIA COMPRAR ROUPAS PARA O FINAL DE ANO

Através solicitação via 190, foi informado que havia acontecido um roubo no Auto Posto, Av.: Edelina Meneghel Rando nº 2017, centro a mão armada.

De pronto foi repassado a Equipe RPA, que deslocou imediatamente até o local, foi realizado contato com a vítima, funcionária do posto.

A mesma relatou que o indivíduo autor do roubo, passou várias vezes em frente do estabelecimento, a fim de observar o melhor momento para o delito.

Foi quando o mesmo adentrou na conveniência, chegou até perto do caixa, e deu voz de assalto dizendo que "se ela não passasse o dinheiro ou falasse para alguém sobre o ocorrido, ele daria um tiro na cara dela".

A mesma de imediato passou todo o dinheiro que se encontrava no caixa da empresa. O autor fugiu, segundo informações, com uma bicicleta de cor predominante amarela, camiseta azul clara e calça jeans azul marinho. A equipe então iniciou buscas pela cidade a fim de lograr êxito, e encontrar o cidadão.

Foi então que através de ligação via 190, foi repassado que o indivíduo se tratava da pessoa de J. A. de A., e que ele morava na Rua Shinith Sassatami, nº 79. As equipes ficaram empenhadas nas buscas naquela região, próximo a residência do autor, quando a equipe avistou um indivíduo pulando o muro da residência, sendo de imediato reconhecido o cidadão como o autor, foto continuo foi solicitado apoio a outra vtr que de imediato as equipe foi no seu encalço onde o mesmo ao ver que se tratava de Policia , saiu correndo pelo fundos da residência, pulando entre quintais vizinhos, sendo que foi feito o cerco e obtendo êxito em detê-lo.

Diante dos fatos foi voz de prisão ao mesmo. Com ele foi encontrado a quantia de R$ 350,00 em espécie sendo esse parte do dinheiro roubado do referido posto; não foi localizado a possível arma utilizada no roubo, porém nas imagens colhidas no estabelecimento a mesma não foi visualizada. Também não foi localizada a bicicleta e o mesmo já havia trocado suas vestes.

Foi também realizado o uso de algemas, conforme súmula vinculante 11.

O indivíduo foi encaminhado a 39º Delegacia de Polícia Cível para os procedimentos cabíveis, e indagado pela equipe o porque do roubo, o mesmo relatou que precisava do dinheiro para comprar roupas para o final de ano.

Segundo relato do proprietário foi levado do posto a quantia em dinheiro de: R$ 2.200,00 ( dois mil e duzentos reais), sendo também o indivíduo reconhecido categoricamente pela vitima como o autor do roubo.

2ª Cia do 18° BPM, de Bandeirantes, Capitão Jeferson Agenor Busnello,  participou da 2ª edição do jornal Operação Cidade desta segunda-feira, 05/12, falando sobre o rapido trabalho da policia na apreensão do elemento.

BISPO COMUNICA TRANSFERÊNCIAS DE PADRES PARA 2017

Após a Reunião do Conselho de Presbítero comunicamos as seguintes transferências para 2017:

Pe Anderson Marchiori para São Paulo – Mestrado
Pe Heliton Ribeiro para Roma – Mestrado
Pe Amauri Cendon Garrido para Inocencia-MS –  Diocese de Três Lagoas MS
Paróquia Santuário Eucarístico do Sagrado Coração de Jesus em Ibaiti – Pe Vagner Faustino – Pároco-reitor
Paróquia de São José e Santo Antonio em Cambará – Pe Valdinei Antonio Rosa – Pároco
Paróquia São Sebastião em Andirá – Pe Jefferson Bonifácio – Vigário Paroquial
Paróquia São Francisco Xavier em Itambaracá – Pe Ivan Néia – Pároco.
Paróquia N. Sra do Perpétuo Socorro em Jacarezinho – Pe Luiz Fernando de Lima – Pároco
Paróquia da Catedral – Pe Marco Antonio Costa – Vigário Paroquial
Paróquia Santuário do Divino Espírito Santo em Ribeirão do Pinhal – Pe Rui Jorge da Rosa- Vigário Paroquial
Paróquia Santuário de Santa Teresinha do Menino Jesus e da Sagrada Face – Pe Fábio Antunes – Vigário Paroquial
Santuário de São Miguel – Pe Valney Rodrigues – Vigário Paroquial
Paróquia de São Sebastião em Joaquim Távora – Pe Carlos Eduardo Casprov – Vigário Paroquial
Santuário de Nossa Senhora da Conceição Aparecida e Santo Inocêncio em Tomazina – Pe Marcelo Gonçalves – Vigário Paroquial
Paróquia do Senhor Bom Jesus em Carlóplois – Pe Rodinaldo de Jesus – Vigário Paroquial.
Diretor Espiritual da Teologia – Pe Rogério de Azevedo Silva
Pe Delcino Rafael de Carvalho – ecônomo-administrador diocesano.
Contando com as orações de todos por esses nossos irmãos que iram assumir novos trabalhos e podendo contar sempre com o apoio dos senhores, despeço-me.

Fraternalmente,

Com minha oração e benção

In fortitudine Spiritus

Dom Antonio Braz Benevente

Bispo Diocesano

Receita Federal faz a destruição de 150 toneladas de material apreendido

Cerca de 150 toneladas de produtos apreendidos pela Receita Federal, em 2016, estão sendo destruídas na manhã desta terça-feira (6), em Foz do Iguaçu, no oeste do Paraná. O trabalho faz parte da Semana Nacional de Destruição de Mercadorias, realizada pela Receita, em 58 unidades em todo o país.
Entre os itens que serão destruídos, há mercadorias como cigarros, medicamentos, bebidas alcoólicas, celulares, relógios, barcos de ferro, e peças de vestuário consideradas inservíveis. De acordo com a Receita, os produtos valem R$ 25,5 milhões. Desses, R$ 21 milhões correespondem a apreensões de cigarros.
A destruição dos itens tem como objetivo divulgar o trabalho realizado pela Receita Federal, em todo o Brasil. Parte dos itens destruídos será levada à reciclagem.
Queda nas apreensões
Entre janeiro e outubro deste ano, a Receita Federal já apreendeu cerca de US$ 56 milhões, apenas na região de Foz do Iguaçu. A maioria dos itens é composta de cigarros. Segundo a Receita, houve queda de 28% nas apreensões, em relação ao mesmo período de 2015.
O órgão atribui a queda das apreensões à crise econômica brasileira e à alta do Dólar em relação ao Real. Com esses dois fatores, determinados tipos de importações deixaram de ser vantajosas em relação aos produtos vendidos no Brasil.

Renan é afastado da presidência do Senado

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Marco Aurélio decidiu nesta segunda-feira (5) afastar o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), do cargo da presidente. O ministro atendeu a um pedido liminar feito pela Rede Sustentabilidade.

O pedido de afastamento foi feito pelo partido após a decisão proferida pela Corte na semana passada, que tornou Renan réu pelo crime de peculato. De acordo com a legenda, a liminar era urgente porque o recesso no Supremo começa no dia 19 de dezembro, e Renan deixará a presidência no dia 1º de fevereiro do ano que vem, quando a Corte retorna ao trabalho.

Julgamento


No mês passado, a Corte começou a julgar a ação na qual a Rede pede que o Supremo declare que réus não podem fazer parte da linha sucessória da Presidência da República. Até o momento, há maioria de seis votos pelo impedimento, mas o julgamento não foi encerrado em função de um pedido de vista do ministro Dias Toffoli.

Até o momento, votaram a favor de que réus não possam ocupar a linha sucessória o relator, ministro Marco Aurélio, e os ministros Edson Fachin, Teori Zavascki, Rosa Weber, Luiz Fux e Celso de Mello.

Em nota divulgada na sexta-feira (2), o gabinete de Toffoli informou que o ministro tem até o dia 21 de dezembro para liberar o voto-vista, data na qual a Corte estará em recesso.

"Defiro a liminar pleiteada. Faço-o para afastar não do exercício do mandato de Senador, outorgado pelo povo alagoano, mas do cargo de Presidente do Senado o senador Renan Calheiros", decidiu o ministro.

Cade investiga cartel nas obras para a Copa de 2014

Antonio Cruz/Agência BrasilO Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) investiga um suposto cartel nas obras e reformas destinadas à Copa do Mundo de 2014. O cartel foi denunciado em novo acordo de leniência firmado com a construtora Andrade Gutierrez, que já havia fechado outros dois.

O acordo foi firmado em outubro e é mais um desdobramento da Operação Lava Jato. Além de ser o terceiro da Andrade Gutierrez, este é o sétimo acordo de leniência assinado no âmbito da operação.

Há indícios, segundo o Cade, de que ao menos cinco licitações relacionadas a obras de estádios da Copa do Mundo foram objeto do cartel, entre eles, a Arena Pernambuco, em Recife, e o Maracanã, no Rio de Janeiro. Outros dois estádios usados no Mundial de 2014 foram citados, mas estão sendo mantidos em sigilo para não atrapalhar as investigações do Ministério Público.
O acordo de leniência tem o objetivo de obter informações e documentos que comprovem um cartel e, ainda, identificar os demais participantes do esquema. Ele pode ser usado nos casos em que o Cade não dispõe de provas suficientes para condenar os envolvidos na atividade ilícita. O acordo é firmado só com a primeira empresa proponente, que pode ter redução ou extinção da punição.

Os signatários do acordo de leniência afirmaram ainda que pode ter havido conduta irregular nas licitações para as obras da Arena Castelão, em Fortaleza; Arena das Dunas, em Natal, e Arena Fonte Nova, em Salvador. No entanto, alegaram não ter participado diretamente da atividade.

As empresas inicialmente apontadas como participantes são, além da Andrade Gutierrez, a Carioca Christiani Nielsen Engenharia, Camargo Corrêa, OAS, Queiroz Galvão e Odebrecht. Estariam implicados, ainda, 25 funcionários e ex-funcionários dessas empresas. 

Segundo o acordo de leniência, os contatos entre as empresas começaram em outubro de 2007, quando o Brasil foi escolhido para sediar a Copa de 2014, e duraram até 2011, quando foram decididas as cidades-sedes. 

No primeiro momento, as empresas fizeram um acordo preliminar para indicar os respectivos interesses nas futuras obras. Já na segunda fase do cartel, após a definição das cidades-sede, os contatos passaram a ser referentes a licitações específicas. De acordo com o Cade, o conteúdo do acordo e as novas evidências serão somadas às investigações já conduzidas pela órgão e pelo Ministério Público. 

Em nota, a Andrade Gutierrez disse que as informações divulgadas pelo Cade estão em linha com sua postura de continuar colaborando com as investigações. "A empresa afirma que continuará realizando auditorias internas no intuito de esclarecer fatos do passado que possam ser do interesse da Justiça e dos órgãos competentes", diz a empresa no comunicado. 

A Agência Brasil procurou ainda as empresas citadas no acordo. A Odebrecht disse que não se manifesta sobre negociação com a Justiça, mas tem compromisso com uma atuação ética e transparente. A empresa lembrou que no último dia 1° apresentou um pedido de desculpas à sociedade pelos desvios de conduta nos negócios. 

A Carioca Christiani Nielsen Engenharia, a OAS e a Camargo Corrêa informaram que não se manifestarão sobre o assunto. A Queiroz Galvão não retornou o pedido da reportagem por um posicionamento.

Trailer de filme sobre o palhaço Bozo tem sexo, drogas e briga pela audiência

Trailer de filme sobre o palhaço Bozo tem sexo, drogas e briga pela audiênciaA vida profissional e pessoal do palhaço Bozo são o foco do filme Bingo - O Rei das Manhãs, que teve seu primeiro trailer divulgado nesta segunda-feira (5). No longa, quem interpreta a estrela infantil é Vladimir Brichta, que mostra uma rotina de sexo, drogas e luta pela audiência vivida por Arlindo Barreto.

O nome original do palhaço teve de ser trocado. Mas é só nisso que o filme alivia: nas imagens mostradas no vídeo, o personagem aparece cheirando cocaína, participando de orgias e em um relacionamento com sua diretora, vivida por Leandra Leal.

As primeiras imagens de Bingo - O rei das manhãs foram apresentadas na Comic Con Experience. Emanuelle Araújo também está no elenco, interpretando uma personagem que lembra a rainha do bumbum Gretchen - com quem Bozo teria tido um caso. Bingo - O Rei das Manhãs está previsto para chegar às telonas 2017.

Consumo de eletricidade cai 2,8% em outubro no Brasil, informa ministério

O consumo de energia elétrica no Brasil caiu 2,8% em outubro, menor variação mensal desde março, informou nesta segunda-feira (5), no Rio de Janeiro, a Empresa de Pesquisa Energética (EPE), vinculada ao Ministério de Minas e Energia. De acordo com a empresa, o resultado reflete o efeito das temperaturas mais amenas e a conjuntura econômica adversa.

A pior queda de consumo de eletricidade do ano foi apresentada pelo setor de comércio e serviços (-6,9%). Também os setores residencial e industrial mostraram redução do consumo de 2,5% e 1,7%, respectivamente, em comparação a igual mês do ano anterior. No setor residencial, a queda ocorre após sete meses consecutivos de aumento do consumo, destacando a Região Centro-Oeste, com baixa de 8%. O consumo da classe comercial acompanha o desaquecimento econômico.

O segmento industrial que mostrou maior queda no consumo de eletricidade em outubro foi o de extração de minerais metálicos (-18,4%). Em contrapartida, a metalurgia permaneceu como principal segmento de consumo industrial de eletricidade no país, com expansão de 8,4%. De acordo com a EPE, essa alta se deveu, em especial, às ferroligas, à siderurgia e à metalurgia dos metais não-ferrosos de Minas Gerais, cujo consumo de eletricidade evoluiu 32,8%.

Nos últimos 12 meses, o consumo de energia caiu 1,6%, puxado principalmente pela indústria, que mostrou retração de 4,5%, informou a EPE.