segunda-feira, 23 de outubro de 2017

NEAT implanta Sistema Agroflorestal na UENP Bandeirantes

Na quarta-feira (18), aconteceu o primeiro plantio do Sistema Agroflorestal (SAF) na UENP (Universidade Estadual do Norte do Paraná), pelo NEAT (Núcleo de Estudos de Agroecologia e Território), em parceria com a EMATER /PR, na Estação Experimental Agroecológica "Terra Livre", do Campus Luiz Meneghel, Bandeirantes, que servirá como vitrine tecnológica para estudantes, produtores rurais e técnicos de extensão rural.

Nesta primeira etapa foi implantado o SAF Café, que foi consorciado com mandioca, almeirão, alface, brócolis, chicória, rúcula, couve-flor, cebolinha, salsinha, alho poró, banana, goiaba, eucalipto e plantas nativas, distribuídos em cinco canteiros.  "O SAF faz parte de um projeto que temos em parceria com a EMATER para apresentar uma nova alternativa de manejo agroecológico para o agricultor familiar do Norte Pioneiro do Paraná que agrega renda e preservação do meio ambiente", explicou o coordenador do NEAT, professor Rogério Macedo.

Todo o planejamento do sistema foi assistido pelo Felipe Spagnuolo, técnico da Emater de Cornélio Procópio, que disse também acreditar que o plantio vai ser referencia não só na região e sim em todo o estado. "Como este tipo de manejo ainda é novo no Paraná, estamos montado na universidade uma vitrine para os estudantes, para o produtor rural e até mesmo poderão ser realizados cursos de capacitação para os técnicos neste Saf Café do NEAT", acreditou Felipe.

Estiveram presentes bolsistas do NEAGRO (Núcleo de Estudos de Agroecologia) da UEL (Universidade Estadual de Londrina), que também acompanham o processo e acreditam na eficiência do sistema para a Agricultura Familiar. "O SAF tem momento de produtividade a curto, médio e a longo prazo, assim o produtor consegue retirar seu sustento em todos os períodos", lembrou o Engenheiro Agrônomo, Felipe Machado (Mindu), que também tem SAF em sua propriedade.

Para o produtor de mudas de hortaliças orgânicas em Londrina, Elvis Camargo, que vem acompanhando o desenvolvimento de SAF's em outras propriedades, são inúmeras as vantagens que o sistema agroflorestal, já que se tem uma autonomia em relação aos insumos, não sendo necessária à utilização de adubos químicos, não há tanta necessidade de mão de obra quanto a capina e em relação à saúde do agricultor e da sua família, que não precisa ficar em contato com agrotóxicos e por fim o consumidor que recebe um produto com sabor melhor, qualidade melhor, maior durabilidade e sem estar se intoxicando com os venenos agrícolas.

O plantio do Saf Café contou com a participação de alunos da UENP e também da Unopar. "Para mim é gratificante participar deste momento inédito da UENP, pois muitas vezes ficamos presos em sala de aula o dia inteiro, e tendo esta experiência de estar plantando e agregando conhecimento do cultivo agroecológico está sendo inesquecível, acho que vou guardar este dia para o resto da minha vida", disse Paloma da Silveira, acadêmica de Agronomia da UENP.

Agora, destacou o bolsista do NEAT, Diego Contiero, a condução será feita no dia a dia, fazendo as irrigações da forma certa e com plantas chegando, cada uma em seu ciclo, tendo às colheitas a gente entregando no ponto de vendas, na tenda de orgânicos e possivelmente realizando doações.

"Os próximos módulos do SAF do NEAT terão como as principais culturas o Palmito Pupunha e o Maracujá", finalizou professor Rogério, lembrando que todo sistema está adequado para a certificação do TECPAR pelo Programa Paranaense de Certificação de Produtos Orgânicos (PPCPO).

Por: Daniani Souza - assessoria do NEAT

Fotos: Jean Guerino

Ex-detento que planejava comprar um quilo de maconha e celulares para presos é detido pela PM na Vila Mariana, em Cornélio Procópio

De acordo com a Polícia Militar de Cornélio Procópio, em patrulhamento pela Vila Mariana, na tarde de sexta-feira (20), uma equipe, ao passar pela frente do portão de uma casa, visualizou vários indivíduos e um deles repassando algo para outro.

Segundo a PM, ao perceber que a equipe desembarcou da viatura, estes saíram correndo, sentido aos fundos para a linha férrea, sendo que os policiais viram a pessoa que repassava o objeto jogando um invólucro para dentro de um corredor.

Este indivíduo, de nome Sidnei, foi abordado pelos policiais, que o reconheceram como recém-saído sistema prisional.

Em revista pessoal foi encontrado com o mesmo uma nota de cinquenta reais e ao verificar o que este tinha jogado, foi encontrado no chão duas porções de maconha, pesando a quantia de seis gramas.

Diante dos fatos, foi dado de voz prisão ao rapaz pelo crime de tráfico de substância entorpecente e na delegacia, com a autorização por escrito, foi realizada uma busca no seu aparelho celular, no qual foram encontradas mensagens via Whatsapp, onde o acusado estava negociando um quilo de maconha e alguns celulares que seriam arremessados para dentro de uma unidade prisional, informou a PM.

Motociclista fica ferido em colisão com carro em rua a margem da BR 369, em Cornélio Procópio

Por volta das 13h30 da tarde de sexta-feira (20), a central do Corpo de Bombeiros de Cornélio Procópio recebeu um chamado solicitando uma equipe do SIATE na Rua Takeo Atomiya, a margem da BR 369, a poucos metros do quartel do CB, onde um motociclista teria ficado ferido após se envolver em uma colisão com um automóvel.

Rapidamente foram enviados para o local os socorristas soldados Lucas e Maike com a ambulância do SIATE, os quais ao chegarem, encontraram o motociclista caído na via, sendo amparado por populares.

Segundo o socorrista Lucas, a vítima estava consciente e orientada, reclamando de fortes dores no tornozelo da perna direita, o qual foi avaliado e a princípio não mostrou fratura, apenas uma forte contusão.

O motociclista relatou durante o atendimento que o acidente ocorreu no momento que ele seguia para o centro da cidade, voltando do almoço, quanto foi atingido pelo carro, que vinha no sentido oposto e convergiu na sua frente para entrar em uma empresa, provocando a colisão, informou Lucas.

O motorista do carro permaneceu no local e acompanhou o atendimento ao motociclista, que por precaução foi devidamente imobilizado e conduzido ao pronto-socorro da Santa Casa sem maiores problemas, finalizou o socorrista.

NOITE DE SÁBADO Adolescente morre em acidente na zona norte

Adolescente morre em acidente na zona norteNOITE DE SÁBADO
Adolescente morre em acidente na zona norte

Um motociclista de 17 anos morreu após bater contra um muro na Rua Antônio Marcelino de Oliveira, Jardim São Jorge, zona norte de Londrina. O acidente foi registrado na noite de sábado (21).

Socorristas do Serviço Integrado de Atendimento ao Trauma em Emergência (Siate) foram acionados no local, mas o adolescente já estava morto.

O corpo foi encaminhado para o Instituto Médico-Legal

RECOMENDAÇÃO DO MP Justiça determina internação de autor de ataque com arma de fogo em Goiânia

A Justiça de Goiás acatou na noite de sábado (21) a recomendação do Ministério Público do Estado e determinou a internação provisória, por 45 dias, do adolescente de 14 anos autor do ataque com arma de fogo no Colégio Goyazes, em Goiânia. Ele deve ser transferido neste domingo (22), de acordo com informações de funcionários da Delegacia de Polícia de Apuração de Atos Infracionais.

O jovem ficará internado até o julgamento do caso pelo Juizado da Infância e Juventude, conforme previsto no Estatuto da Criança e do Adolescente. O Ministério Público também solicitou que o adolescente seja colocado em separado dos demais internos, já que é filho de militares. Segundo o promotor, essa garantia ficou assegurada.

Apesar da juíza Maria Cezar Moreno Senhorelo, que estava de plantão, ter determinado que o jovem fosse encaminhado imediatamente para o Centro de Internação Provisória de Goiânia, o destino dele é incerto devido à falta de um local em que possa permanecer isolado.


A audiência de apresentação do adolescente à Vara da Infância e Juventude deve ocorrer na segunda-feira (23). A advogada da família, Rosangela Magalhães, disse que a decisão já era esperada e destacou que a maior preocupação é com a integridade do adolescente. "Além da repercussão do caso, por ser filho de militares, ele corre risco, este é o ponto que mais nos preocupa e vamos levar isso para a juíza, a necessidade de um local seguro que garanta sua integridade", afirmou Rosangela.

Em sua decisão, a juíza Maria Cezar Moreno Senhorelo disse que "a custódia cautelar do adolescente é medida que se impõe para a garantia da ordem pública, considerando a gravidade em concreto do ato infracional análogo ao crime de homicídio consumado e tentado" e, por outro lado é também um "forma de preservar a integridade física do representado".

Durante a tarde de sábado, o jovem foi ouvido pelo promotor de Justiça Cássio Sousa Lima, do Ministério Público do Estado de Goiás. A conversa durou uma hora. O pai do adolescente e a advogada da família, Rosangela Magalhães, acompanharam todo o procedimento. Segundo Rosangela, a mãe está internada desde sexta-feira em estado de choque. A família só vai se pronunciar oficialmente sobre caso depois da audiência de apresentação do adolescente à Justiça.

NESTE DOMINGO Menino vítima de ataque em escola de Goiânia recebe alta

Menino vítima de ataque em escola de Goiânia recebe altaO estudante de 13 anos que estava internado após ser baleado por um colega de classe no Colegío Goyazes, em Goiânia, recebeu alta na manhã deste domingo (22). O boletim médico foi divulgado por volta das 9h pelo Hospital de Urgências da cidade, onde outras duas vítimas seguem internadas.

Até sábado (21), uma das meninas estava em estado grave, com os dois pulmões perfurados e respirando com ajuda de aparelhos. A pedido das famílias, as informações sobre o estado de saúde dela e de outra menina ferida não serão mais divulgadas pelo hospital. Uma quarta vítima se recupera bem no Hospital de Acidentados. Ela sofreu um tiro no punho.

Na manhã de sexta-feira (20), um adolescente de 14 anos, filho de um policial militar, abriu fogo contra colegas em sala de aula matando dois e deixando quatro jovens feridos, um deles em estado gravíssimo. De acordo com as investigações, ele agiu motivado por bullying e disse ter se inspirado nos casos de Columbine, nos Estados Unidos, e Realengo, no Rio de Janeiro, em que atiradores também abriram fogo dentro de escolas.


O adolescente autor do ataque teve a internação provisória por 45 dias determinada pela Justiça na noite de ontem. Apesar da juíza Maria Moreno Senhorelo, que estava de plantão, ter determinado que o jovem fosse encaminhado imediatamente para o Centro de Internação Provisória de Goiânia, o destino dele é incerto devido à falta de um local onde possa permanecer isolado.
Agência Brasil

PRÓXIMA TERÇA Senadores tentam votar projeto que regulamenta aplicativos de transporte

Está marcada para as 14h da próxima terça-feira (24) a reunião da Comissão de Ciência, Tecnologia, Inovação, Comunicação e Informática (CCT) do Senado que vai discutir o projeto de lei que regulamenta o uso dos aplicativos de transporte. O objetivo dos senadores é buscar um mínimo de consenso para que a matéria seja aprovada pelo colegiado e continue tramitando nas comissões temáticas. Caso contrário, o presidente do Senado, Eunício Oliveira (PMDB-CE), já avisou que lerá em plenário o requerimento de urgência, apresentado por diversos senadores, para que o projeto seja votado de forma mais rápida.

Alvo de extenso debate e disputa entre taxistas e motorista dos aplicativos, o projeto também tem dividido a opinião dos senadores. Uns defendem que a proposta deve ser aprovada o quanto antes, ao contrário de outros que preferem ampliar o debate e fazer o texto ser aprovado nas quatro comissões que ainda restam. Relatado pelo senador Pedro Chaves (PSC-MS), um substitutivo da proposta foi lido na CCT no final de setembro, mas devido à possibilidade de se aprovar o requerimento de urgência, o projeto ainda não foi votado.

Para empresas como a Uber, da forma como foi aprovada pela Câmara, a proposta vai "proibir" os aplicativos de mobilidade urbana no Brasil, prejudicando mais de 17 milhões de usuários, ao engessar as regras para o cadastro dos motoristas. Já os taxistas querem para que o projeto seja aprovado o mais rápido possível. Na semana passada, centenas de carros de diversos estados foram a Brasília pressionar os parlamentares. Ambos os lados também incentivam as categorias a enviar mensagens pelas redes sociais e ligar para os senadores, na tentativa de convencê-los.