sexta-feira, 18 de agosto de 2017

Produção de suínos e de aves alavanca exportações do Paraná e contribui para balança comercial brasileira

O Paraná ocupa o segundo lugar no ranking de maiores produtores de carne suína, atrás apenas de Santa Catarina (Foto: Reprodução/RPC)A produção agropecuária do Paraná é responsável 75% das exportações do estado e, em 2016, contribuiu com 13,54% da receita dos produtos do agronegócio na balança comercial brasileira. O crescimento foi alavancado principalmente pela exportação de carne suína e da carne de frango.
No estado, a região oeste é a mais forte nestas duas modalidades, acompanhadas pelo cultivo de soja e milho e na produção leiteira, fatores fundamentais para a cadeia produtiva.
No oeste do Paraná, estão em atividade mais de 1 mil aviários (Foto: Reprodução/RPC)“Existe uma alta concentração de produtores de aves e de suínos no estado porque temos insumos, nós temos a ração, que é origem do milho e do soja. Esta agregação de valor torna o nosso produto competitivo”, explica o presidente da Federação das Indústrias do Estado Paraná (Fiep), Edson Campagnolo.
Suinocultura
O estado é o segundo maior produtor de suínos do país, atrás apenas de Santa Catarina. E, segundo o Departamento de Economia Rural (Deral), a exportação de carne suína foi a que mais cresceu no volume de exportação de carnes paranaenses no ano passado, com quase 94 mil toneladas contra 65 mil toneladas em 2015.
A receita também teve alta. O levantamento do Agrostat/Secex indicou um aumento de 33% na receita, passando de US$ 148 milhões para US$ 197 milhões no mesmo período.
O principal mercado para a carne suína brasileira continua sendo a Rússia, com 34% de participação, seguido de Hong-Kong, com 22,8%. O país também é o principal comprador do Paraná. Outro mercado importante é a China, que voltou a comprar do Brasil no ano passado e ficou com o equivalente a 12,2% do volume exportado.

Satisfação do produtor
Nas propriedades do oeste paranaense, a boa projeção no mercado externo tem incentivado o aumento da produção e deixado muitos orgulhosos. Um exemplo é o do suinocultor Flávio Back, de Santa Helena, que começou com mil e já conta com 2,5 mil animais no plantel, que deve ser ampliado nos próximos anos.
“Eu tenho uma satisfação muito grande de estar aqui, de produzir alimento, de viver na roça, viver na agricultura. Não tenho dúvida que é o melhor lugar para se viver a vida”, aponta.
“Antes eu tinha vergonha de ser suinocultora. Agora penso que se não fosse eu produzir, o que seria do povo da cidade. Hoje tenho orgulho da minha profissão”, completa a esposa, Anelda Lúcia Back.
Além da quantidade, a qualidade também é levada em conta. “Desde o dia da chegada, até o último dia, o empenho do produtor é fundamental para que se tenha um animal de qualidade e uma carne de qualidade na mesa do consumidor”, observa o técnico de terminação de animais Gilson Crumenauer.
Avicultura
A avicultura também tem papel fundamental na economia do estado e representa quase 90% da exportação na cadeia de carnes. O Paraná permanece sendo o maior produtor – com 30% da produção nacional – e o maior exportador de carne de frango. O setor movimenta quase R$ 15 bilhões por ano.
Em 2016, as exportações aumentaram 4% em volume, mas tiveram queda de 2,12% na receita conforme o Agrostat/Secex e o Sindicarne-PR.
O estado exportou 1,5 milhão de toneladas de carnes de frango, contra 1,48 milhão de toneladas no ano anterior, uma alta de 4% no volume. Já a receita teve redução de 2,12%, caindo de US$ 2,36 bilhões, em 2015, para US$ 2,31 bilhões no ano passado.
No oeste do Paraná, estão em atividade mais de 1 mil aviários (Foto: Reprodução/RPC) No oeste do Paraná, estão em atividade mais de 1 mil aviários (Foto: Reprodução/RPC)
No oeste do Paraná, estão em atividade mais de 1 mil aviários (Foto: Reprodução/RPC)
Os principais destinos do frango paranaense são a Arábia Saudita, China, Emirados Árabes e Japão.
Apesar da ligeira queda no preço do produto no mercado internacional, os criadores continuam animados.
Há cerca de 15 anos na atividade, o avicultor Derivaldo dos Santos pretende aumentar ainda mais a produção. “Comecei em Santa Terezinha de Itaipu com um aviário, fui para dois e depois mudei de município, para São Miguel do Iguaçu, onde estou agora com três aviários em pleno funcionamento.”
Até o final do ano, ele pretende estar produzindo com mais quatro barracões com capacidade para 35 mil aves cada.

PF cumpre mandados de duas novas fases da Operação Lava Jato

Polícia Federal (PF) cumpriu 46 mandados judiciais de duas novas fases da operação - a 43ª e a 44ª em cidades de São Paulo e Rio de Janeiro na manhã desta sexta-feira (18). Seis pessoas foram presas temporariamente, entre elas está o ex-líder do governo Lula e Dilma e ex-deputado federal Cândido Vaccarezza, que deixou o PT. Ele foi preso em São Paulo.
Segundo o Ministério Público Federal (MPF), Vacarrezza é suspeito de receber cerca de US$ 500 mil em propina. Provas apontam que ele utilizou a influência do cargo em favor da contratação da Sargeant Marine pela Petrobras e que isso culminou na celebração de doze contratos, entre 2010 e 2013, no valor de aproximadamente US$ 180 milhões, segundo os procuradores.
É a primeira vez que a PF realiza duas fases da operação ao mesmo tempo. As ações foram batizadas Sem Fronteiras e Abate, respectivamente.
Henry Hoyer de Carvalho, que é operador financeiro, e o irmão dele, que não teve o nome divulgado, foram presos no Rio de Janeiro. Os outros nomes ainda não foram divulgados pela PF.
Do total de mandados, seis são de prisão de temporária, 29 são de busca e apreensão e 11 são de condução coercitiva, que é quando a pessoa é levada para prestar depoimento.
As operações investigam os crimes de corrupção, desvio de verbas públicas e lavagens de ativos identificados em contratação de grandes empresas com a Petrobras.
Uma das operações foi batizada de Sem Fronteiras. Segundo a PF, o foco é a relação espúria entre executivos da Petrobras e grupo de armadores gregos para obtenção de informações privilegiadas e favorecimento obtenção de contratos milionários com a empresa brasileira.
A outra é a Operação Abate, que mira um grupo criminoso que era apadrinhado por um ex-deputado federal, cuja influência era utilizada para a obtenção de contratos da Petrobras com empresa estrangeira. Nesta relação criminosa, recursos foram direcionados para pagamentos indevidos a executivos da estatal e agentes públicos e políticos, além do próprio ex-parlamentar, segundo a PF.

A prisão temporária tem prazo de cinco dias e pode ser prorrogada pelo mesmo período ou convertida para preventiva, que é quando não há prazo para deixar a carceragem.
Os presos serão levados para a sede da PF, em Curitiba.
Investigações sobre a Operação Sem Fronteiras
Segundo o MPF, as investigações tiveram início a partir de relato do colaborador e ex-diretor de Abastecimento da Petrobras Paulo Roberto Costa e se desenvolveram com a análise de materiais apreendidos na 13ª fase da operação.
Os procuradores dizem que Costa ajustou com o cônsul honorário da Grécia no Brasil, Konstantinos Kotronakis, um esquema de facilitação de contratação de navios gregos, mediante o fornecimento de informações privilegiadas e o pagamento de propinas.
Em um primeiro momento, o esquema era efetivado pela intermediação de Henry Hoyer de Carvalho e, depois, por intermédio de uma empresa de brokeragem constituída na Inglaterra e pertencente a Georgios Kotronakis, filho de Konstantinos, segundo o MPF.
"Dessa forma, os grupos Tsakos e Aegean, dos quais Konstantinos Kotronakis é, respectivamente, diretor e sócio-administrador, além das empresas Dynacom Tankers Management, Galbraiths e Dorian Hellas, com as quais o cônsul grego ostenta vínculos indiretos, formalizaram contratos de afretamento com a Petrobras, entre os anos de 2009 a 2013, em valores que superam US$ 500 milhões", disseram os procuradores.
Pelo menos 2% desses valores era destinado ao pagamento de propina para funcionários públicos corrompidos, operadores financeiros e agentes políticos, afirma o MPF.
Investigações sobre a Operação Abate
Essa investigação trata do fornecimento de asfalto para a Petrobras pela empresa norte-americana Sargeant Marine, que também teve início a partir do relato Costa. Foram colhidas provas adicionais a partir de buscas e apreensões da 1ª e da 16ª fases da operação Lava Jato, além de resultados de quebra de sigilo bancário, fiscal e telemático e de pedidos de cooperação internacional.

As provas apontam que Cândido Vaccarezza utilizou a influência decorrente do cargo em favor da contratação da Sargeant Marine pela Petrobras e que isso culminou na celebração dos contratos, entre 2010 e 2013, no valor de aproximadamente US$ 180 milhões, segundo os procuradores.
O MPF também afirmou que a atuação de Vaccarezza ocorreu no contexto do esquema político-partidário que drenou a Petrobras e que ele agiu em nome do PT.
"Na divisão de valores das propinas, há documentos indicando seu direcionamento tanto para a “casa” (funcionários da Petrobras) como para o “PT”. Os valores então devidos ao partido, totalizando propinas de pelo menos cerca de US$ 500 mil, foram destinados em grande parte a Vaccareza, sendo possível que a investigação venha a revelar outros destinatários das vantagens ilícitas", disse o MPF.
Quer saber mais notícias do estado? Acesse o G1 Paraná.

MORREU EM 2015 Justiça exige que Google exclua fotos de Cristiano Araújo morto

Reprodução/InstagramO Google teve seu recurso negado e perdeu em segunda instância um processo judicial movido pela a família do cantor Cristiano Araújo, que morreu em junho de 2015, e terá de excluir de seus resultados de busca imagens e vídeos que mostram o artista morto. A sentença é fruto de um parecer unânime de desembargadores da 1ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça de Goiás no dia 8 de agosto. Não cabe mais recurso à decisão.

O juiz Carlos Roberto Fávaro ordenou a "imediata supressão, bloqueio e/ou exclusão dos resultados de busca de suas ferramentas de pesquisas dos links e hash (espécie de número de série que identifica arquivos hospedados na internet) contendo fotos ou vídeos relacionados à imagem de Cristiano Araújo, com destaque para o procedimento da necropsia e do velório, bem como o bloqueio imediato de compartilhamento e novos envios", segundo o registro da decisão.

Se o Google não cumprir a decisão, terá de pagar R$ 10 mil de multa diária. "De todo o material que acompanha o pedido inicial e que demonstra de forma evidente a desnecessária exposição da imagem de pessoa inicialmente socorrida e posteriormente o seu cadáver, é claramente possível extrair indícios de que a propagação do conteúdo indicado ofende de maneira contundente direito subjetivo tanto do autor quando do seu falecido filho", justifica o juiz.

A decisão ainda ressalta que a exclusão do acesso às fotos e vídeos não caracteriza violação ao princípio de liberdade de expressão porque, neste caso, prevalece "a necessidade de proteção à imagem e moral da pessoa envolvida na informação compartilhada". Leia aqui a decisão completa.
Para Rafael Maciel, advogado da família do cantor, o tribunal reconheceu que há clara possibilidade técnica do cumprimento da medida, seja para remover os vídeos ou para bloquear os arquivos com a indicação de hash. "Em ambos os casos, tendo a localização inequívoca e não havendo a necessidade do serviço monitorar o conteúdo, há possibilidade técnica de cumprimento da medida conforme o Marco Civil da Internet." 

Cristiano Araújo morreu em 24 de junho de 2015, após sofrer um acidente de carro na BR-153, em Morrinhos (GO), aos 29 anos. Sua namorada, Allana Coelho de Moraes, de 19 anos, também morreu no acidente. Os dois estavam no banco traseiro do carro, quando o veículo saiu da pista e capotou. O motorista sofreu ferimentos leves. 

Procurada pela reportagem, a assessoria de imprensa do Google Brasil disse que não vai comentar o caso.
Agência Estado

LONDRINA Após invasão, homens trocam tiros com seguranças do Ceasa

Dois homens tentaram assaltar a unidade do Ceasa de Londrina na noite desta quarta-feira (16), mas foram contidos pelos seguranças do local. Houve troca de tiros e os suspeitos fugiram, mas nenhum vigia ficou ferido.

O Ceasa não tem expediente noturno. Segundo o gerente do Ceasa em Londrina, Marcos Augusto Pereira, ao localizar os suspeitos, a equipe de segurança pediu a identificação da dupla, que não tinham. Eles, então, iniciaram a troca de disparos com os vigilantes, mas conseguiram fugir. "Nós estamos em uma área de dez alqueires e estamos sujeitos a tentativas de furto e roubo, como qualquer outro lugar. Mas não sei o que queria, qui só ficam algumas verduras e legumes para fora durante a noite", diz o gerente.

Equipes da Polícia Militar e da Guarda Civil Municipal foram acionadas, mas ninguém foi preso e, segundo Pereira, também não há suspeitos. Uma reunião com a equipe de vigilância nesta manhã deve levantar mais informações. "Mas o resultado mostra que eles estão cumprindo a função de proteger o patrimônio público e o privado", afirma


Redação Bonde

SUSPEITA DE HOMICÍDIO Corpo de mulher é encontrado em Jataizinho

O corpo de uma mulher foi encontrado na manhã desta quinta-feira (17), em Jataizinho (Região Metropolitana de Londrina). A vítima foi localizada na avenida Paraná, no Jardim Maria Júlia.

Segundo a Polícia Militar, apesar da suspeita de homicídio, ainda não se sabe como a mulher foi morta – o Instituto de Criminalística é aguardado para fazer o resgate do corpo. A PM conhece a vítima como Érica e diz que ela é conhecida por ser usuária de drogas.

ENTENDA Motoristas de Uber podem ter de pagar tributo à prefeitura

O vereador Rony Alves (PTB), autor do projeto que regulamenta o Uber, reuniu-se no final da manhã desta quinta-feira (17) com motoristas do aplicativo na Câmara Municipal de Londrina (CML). O objetivo foi debater os principais pontos e as eventuais adequações da proposta que continua com a tramitação suspensa. Para Alves, o texto só retorna à pauta depois que o assunto também for debatido com técnicos da Companhia Municipal de Trânsito e Urbanização (CMTU), na próxima segunda-feira (21). Uma das questões é que os motoristas podem ter de pagar tributos à Prefeitura de Londrina.

Rafael Machado/Grupo Folha

DEFESA VAI RECORRER Após 17 horas de julgamento, Zoza é condenado a 75 anos de prisão

Anderson Coelho/Grupo FolhaAcusado de mandar matar cinco pessoas em Londrina entre 2011 e 2012, enquanto cumpria pena em regime fechado, Edson dos Santos Rodrigues, o Zoza, foi condenado a 75 anos de prisão, num julgamento conturbado que começou por volta das 9h30 desta quinta-feira (17) e se estendeu para além das 2h desta sexta (18). Outros três réus no mesmo processo tiveram penas estipuladas entre 21 a 49 anos de detenção. Um quinto acusado está foragido.

Além dos homicídios, foram aplicadas penas por associação para o tráfico de drogas e corrupção de menores. Segundo o Ministério Público (MP), de dentro do presídio, Zoza teria dado a ordem para que os outros réus, integrantes da quadrilha que comandaria o tráfico de drogas no bairro Nossa Senhora da Paz, assassinassem criminosos rivais que agiam na mesma região. Quatro das cinco vítimas morreram. Zoza já cumpria pena pelo assassinato de uma criança de 11 anos e mais uma tentativa de homicídio.

Após ter a pena estipulada em 75 aos, Zoza foi transferido para um presídio de Londrina antes de retornar para a penitenciária de Mossoró (RN), onde cumpre pena atualmente.

A advogada Natália Karolensky, que defende Jeferson Rangel Arruda e Neverton Damaceno – condenados, respectivamente, a 49 e 48 anos -, garante que vai recorrer e pedir a nulidade do julgamento devido à condução conturbada.

A reportagem não conseguiu contato com a defesa de Zoza.

(Colaborou Rafael Machado)
Luís Fernando Wiltemburg - Redação Bonde

segunda-feira, 14 de agosto de 2017

SIATE e SAMU se mobilizam para atenderem várias vítimas de colisão entre carros na área central de Cornélio Procópio

No início da madrugada de sábado (12), as equipes de socorro do SIATE e SAMU de Cornélio Procópio, juntamente com a Polícia Militar, se uniram para atenderam a cinco pessoas que ficaram feridas após a colisão frontal entre um veículo VW/Gol e Ford/Escort na Rua Marechal Deodoro, na área central da cidade, por volta da 1h30.

Segundo o técnico de enfermagem Eriks, que trabalha no SAMU e estava de folga, justamente no momento do acidente ele passava pelo local e foi em socorro as vítimas.

Conforme relato de Eriks, populares tentavam tirar as vítimas do interior dos carros pelas janelas, algo que é muito errado e não deve ser feito de forma nenhuma.

Ele contou que no total, eram seis pessoas divididas entre dois carros e todas estavam conscientes e orientadas, mas uma delas ficou presa entre os bancos do veículo e sofreu um corte preocupante no crânio, o qual causava grande sangramento.

Outra sofreu um corte no rosto, na altura dos olhos, as demais apresentavam escoriações e contusões leves, contudo, ele não pode afirmar se houve fraturas.

Enquanto amparava esta vítima que ficou presa no carro, Erik disse que pediu que o socorro especializado fosse chamado, vindo par ao local duas ambulâncias do SAMU, uma do SIATE e o caminhão do Corpo de Bombeiros.

O atendimento foi tenso e para quem passava no local, a cinemática do acidente mostrava que o acidente seria mais grave, mas por sorte, todos envolvidos saíram com vida da colisão, que ocorreu quando o veículo Escort fez uma conversão, colidindo de frente com o Gol, que seguia para o centro da cidade, segundo relato de testemunhas, informou Eriks

De acordo com o Dr. Hugo, que chefiou duas equipes do SAMU, todas as vítimas foram encaminhadas para a Santa Casa, onde passaram por exames mais completos.

O Dr. Hugo também mencionou sobre a aglomeração dos curiosos que cercaram o local do acidente, que precisaram ser afastados com a ajuda da PM para não atrapalhar o socorro às vítimas. (Com informações complementares e fotos do repórter Paulo Ribeiro)

Desgovernado, veículo bate em vários carros estacionados em São Sebastião da Amoreira

Um acidente foi registrado na madrugada de domingo, 13, na região do Posto Iate, ao lado do Centro de Eventos Prainha, São Sebastião da Amoreira (41 Km de Cornélio Procópio).

Segundo informações, o acidente aconteceu por volta das 03h30, envolvendo uma Carreta que estava estacionada na calçada  do Posto Iate, um VW Gol, um VW Fox de cor prata, um Pálio e a Chevrolet Montana, de cor prata.

As colisões iniciaram com a Montana de São Sebastião da Amoreira, sem identificação ainda do condutor, que primeiro colidiu com um veículo Fiat Pálio, que acabou atingindo o VW Fox e em seguida o VW Gol.

Na sequência, a Chevrolet Montada, na colisão, ainda entrou embaixo da Carreta.

Foram danos materiais de grande monta. De todos os que saíram com mais ferimentos graves, foi o motorista do Fiat Pálio e o condutor da Chevrolet Montana, que pela manhã, estava sendo atendido na Santa Casa de Cornélio Procópio.

Todos os veículos atingidos, estavam estacionados, em frente a Casa de Shows Bailare, já que seus proprietários estavam curtindo o Baile e foram todos surpreendidos com esse veículo Chevrolet Montana que deveria vir em alta velocidade, o motorista perdeu o controle da direção e bateu nestes veículos parados. (Redação e fotos Blog do Chaguinhas)

Em Cornélio Procópio, casal fica ferido em queda de moto na Avenida Paraíso

Na tarde de domingo (12), a central do Corpo de Bombeiros de Cornélio Procópio recebeu uma chamada por volta das 14h informando sobre uma queda de moto Avenida Paraíso, próximo área centra da cidade, o qual teria deixado ferido um casal, sendo enviada para o local a ambulância do SIATE com os socorristas SGT Moacir e SD Ulysses.

De acordo com o socorrista Ulysses, no local foram encontradas as vítimas conscientes e orientadas, com o condutor da moto apresentando um corte no joelho e sua acompanhante, com suspeita de fratura em tornozelo e dores região lombar.

De acordo com o condutor da moto, a sua companheira deixou cair um objeto e ao tentar pegá-lo, fez um movimento brusco, que o fez perder o controle do veículo, vindo a cair.

Após passarem por uma breve avaliação, ambos foram imobilizados e conduzidos até a Santa Casa sem maiores problemas, finalizou Ulysses.

Fogo consome Chevette em estrada rural de Cornélio Procópio

Na tarde de domingo (12), a central do Corpo de Bombeiros de Cornélio Procópio recebeu uma chamada informando sobre um carro que estaria em chamas na estrada que leva ao bairro rural Agua do Veado.

De imediato foi enviada uma equipe de combate a incêndios formada pelos soldados Ulysses e Antunes, que ao chegarem ao local, que era de difícil acesso, encontraram o carro envolto ao fogo.

De acordo com o SD Ulysses, rapidamente foi iniciado o procedimento para apagar o fogo e a preocupação era com o combustível, que poderia ocasionar uma explosão, mas logo a situação foi controlada, mas o Chevrolet/Chevette ficou totalmente destruído.

Segundo o motorista, que estava com a família, o fogo teria começado na parte elétrica do motor e ao estacionar, viu que as chamas já haviam tomado toda a parte frontal do veículo.

Para os bombeiros, apesar do dano material, o importante é que ninguém ficou ferido, restando apenas para eles passarem as orientações ao motorista em questões documentais.

Durante chuva, carro acaba fora da pista na BR 369, próximo a entrada para o Distrito do Congonhas

No início da noite de domingo (12), a central do Corpo de Bombeiros de Cornélio Procópio recebeu uma chamada por volta das 19h informando sobre um carro com cinco ocupantes que teria saído da pista na BR-369, próximo a entrada do Distrito do Congonhas.

De imediato foi enviada uma equipe, que ao chegar ao local encontrou as cinco vítimas, que por sorte nada sofreram, apenas passaram por um grande susto quando o carro saiu da pista devido a chuva.

Segundo o socorrista Ulysses, o motorista disse que perdeu o controle do carro ao passar por uma curva e por estar trafegando devagar, algo de pior não aconteceu.

Logo após conversarem com os socorristas, todos foram liberados, restando a eles o apoio da equipe da Econorte, informou socorrista Ulysses.

MENOS FUNCIONÁRIOS Montadoras investem em robotização, mesmo com crise e fábricas ociosas

Comunicação Volkswagen do BrasilEm meio à crise, com fábricas ociosas e dispensa de funcionários, a indústria automobilística brasileira está intensificando o processo de robotização das linhas de montagem. Cada carro lançado nos últimos anos ou nova fábrica exigiram tecnologias mais avançadas, vitais, segundo empresas, para melhorar a produtividade, a qualidade e a capacidade para competir no mercado global e não fechar as portas.

Das 21 montadoras consultadas pela reportagem, 14 informaram o número de robôs em suas fábricas, num total de 4.653 unidades. Grande parte foi adquirida nos últimos quatro anos, período em que a produção de veículos caiu 32%, de 2,2 milhões de unidades em 2013 (até julho) para 1,48 milhão neste ano.

O total de funcionários baixou de 136 mil para 106,7 mil - 21% a menos, ou quase 30 mil vagas. A saída da crise que começa a ser vislumbrada ocorrerá com uma indústria modernizada. Em alguns anos a produção poderá retomar o patamar do pré-crise mas o mesmo não ocorrerá com o emprego.

"Muitas vagas não vão voltar, por isso temos de preparar os trabalhadores para uma migração", diz Aroaldo Oliveira da Silva, secretário-geral do Sindicato dos Metalúrgicos do ABC. "Talvez não seja mais necessário montadores, mas sim profissionais para planejamento, programação e manutenção."

Para iniciar a produção do novo Polo neste mês e do Virtus em 2018, a Volkswagen instalou 373 novos robôs no setor de solda de chapas de carrocerias na fábrica de São Bernardo do Campo, no ABC paulista, a mais antiga do grupo. Segundo o diretor de engenharia e manufatura, Celso Placeres, são máquinas com tecnologia avançada, mais rápidas, menores, mais precisas e eficientes que as anteriores.

De 2010 para cá, a Volkswagen acrescentou 971 robôs às linhas de montagem das três fábricas de automóveis no ABC, Taubaté (SP) e São José dos Pinhais (PR) e na de motores em São Carlos (SP). Hoje, tem 2.187 dispositivos principalmente nos setores de pintura, solda e agora na gravação de chassi e medição de carrocerias.

Na produção do novo EcoSport, lançado em julho, a Ford introduziu na fábrica de Camaçari (BA) 22 robôs que medem as carrocerias a laser e informam as máquinas à frente o local exato onde devem ser feitos furos para encaixe de peças. "Somos a segunda fábrica do grupo a usar essa tecnologia adotada nos EUA no ano passado para a produção do novo Mustang", informa Milton Gil, gerente de estamparia e carroceria da Ford.

"Os últimos anos foram de altos investimentos em robotização, especialmente por parte da indústria automotiva", diz Rafael Paniagua, presidente da ABB no País, empresa com sede na Suíça e líder global em robotização industrial. Mundialmente, cerca de 70% dos robôs estão no setor automotivo. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.
Agência Estado

Um novo olhar

Divulgação/Sesa - Hospital filantrópico de Londrina realiza, em média, 400 mil procedimentos pelo SUS por anoHospital filantrópico de Londrina realiza, em média, 400 mil procedimentos pelo SUS por ano


"Só quero voltar a enxergar direito. Às vezes, acho que uma coisa está longe, mas está perto. Isso me atrapalha muito", contou o lavrador Antônio Viana, 65, de Barbosa Ferraz (Noroeste). Ele e outros 300 moradores de cidades próximas a Campo Mourão acordaram na madrugada de sábado (12) e vieram para Londrina em busca de cirurgias de catarata. Os pacientes lotaram o ambulatório do Hoftalon (Hospital de Olhos de Londrina) e a fila se estendeu do lado de fora. A expectativa da equipe era atender mais de 300 pessoas, que passaram por uma triagem. A ação faz parte do mutirão de cirurgias eletivas realizado com o apoio do governo do Estado. A equipe do hospital espera dar início aos procedimentos já nas próximas semanas.

O lavrador aguardou a vez e contou que está ansioso pela cirurgia. Em dezembro de 2016, Viana sentiu que a doença se agravou no olho direito e, desde então, passou a ter dificuldades para realizar as tarefas no campo. "É ruim para manusear a máquina. Eu tenho que mexer com tudo lá. Faz muita falta enxergar direito", lamentou.

Na sala de espera, histórias de dezenas de pessoas que acordaram por volta das 3 horas para poder ter acesso aos especialistas. "Quero voltar a enxergar tudo, voltar a ver o sol direito. No caminho estava cheio de paisagens bonitas para olhar", disse a aposentada Irene Trindade, 76.

O presidente do Conselho de Administração e fundador do Hoftalon, Nobuaqui Hasegawa, ressaltou a importância da parceria para realizar o mutirão de cirurgias. "Uma grande parcela da população não tem muito acesso à saúde. Principalmente nas cidades mais do interior, não há profissionais para esse atendimento pelo SUS (Sistema Único de Saúde). Por isso, a demanda acaba acumulando. Tem pessoas que hoje vieram arrastadas aqui porque não conseguem mais enxergar nada! É muito importante resolver isso. Na catarata, a cegueira é reversível", frisou.

O hospital filantrópico realiza, em média, 400 mil procedimentos pelo SUS por ano considerando consultas, revisões, retornos, exames e cirurgias. Mais de 14.500 cirurgias foram feitas em 2016.

Desde setembro de 2015, quando teve início o mutirão de cirurgias eletivas pelo governo do Estado, mais 35 mil cirurgias de cataratas foram realizadas no Paraná. De acordo com o secretário de Estado da Saúde, Michele Caputo Neto, mais de R$ 40 milhões foram investidos. Nessa etapa do programa, a intenção é zerar a fila de espera por cirurgias de catarata existente na região de Campo Mourão.

"Só aqui no Hoftalon já foram feitas, dentro desse mutirão, mais de nove mil cirurgias de catarata. Mais de 11 mil pacientes foram consultados. Nem todos podem fazer a cirurgia. Cerca de 90% das pessoas que chegam têm a confirmação da catarata e em 80% destes a doença está nos dois olhos", comentou.

Quem já passou pela cirurgia tranquilizou os companheiros que estavam na fila. A aposentada Lucia Eloá Agostineto, 59, é moradora de Peabiru e foi diagnosticada há dez anos com catarata nos dois olhos. Ela teve que parar de costurar. Há 43 dias, ela passou pela cirurgia no olho esquerdo. O procedimento foi realizado em Paranavaí. Lucia decidiu pegar a estrada junto com outros pacientes para recuperar a visão no olho direito. "A gente não sente nada. Depois dá uma dorzinha, mas é só cuidar. Vale muito a pena. As pessoas têm que ter coragem. É preciso ter fé também", aconselhou.
Viviani Costa
Reportagem Local

MAIOR DEFICIT PRIMÁRIO Temer e Meirelles devem anunciar hoje aumento da meta fiscal

Temer e Meirelles devem anunciar hoje aumento da meta fiscalO presidente Michel Temer e os ministros da Fazenda, Henrique Meirelles, e do Planejamento, Dyogo Oliveira, terão nesta segunda-feira (14) a reunião final para definir em quanto vai aumentar a meta de déficit primário para este ano e para 2018. Em nota conjunta enviada na última quinta (10), as duas pastas informaram que qualquer decisão será anunciada imediatamente depois de tomada.

O déficit primário é o resultado negativo nas contas do governo, desconsiderando os juros da dívida pública. Originalmente, a meta de déficit estava fixada em R$ 139 bilhões para este ano e em R$ 129 bilhões para o próximo. No entanto, a arrecadação ainda em queda e uma série de frustrações de receitas dificultaram o cumprimento da meta original.

Primeiramente, o Tribunal de Contas da União (TCU) mandou a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) refazer o edital do leilão de renovação de concessão de usinas hidrelétricas da Companhia Energética de Minas Gerais (Cemig), que renderia R$ 11 bilhões aos cofres federais este ano.


A segunda versão do programa de regularização de ativos no exterior, conhecida como repatriação, arrecadou apenas R$ 1,61 bilhão, contra R$ 13 bilhões inicialmente previstos. As alterações na medida provisória que criou a renegociação especial de dívidas com a União também podem diminuir a previsão de arrecadação, caso o governo não consiga reverter essas mudanças.

Por fim, o governo teve de recuar de duas medidas que elevariam as receitas. O aumento do Programa de Integração Social e da Contribuição para o Financiamento da Seguridade Social (PIS/Cofins) sobre o etanol foi parcialmente revertido, reduzindo a previsão de arrecadação em R$ 501 milhões.

Na semana passada, o governo revogou a medida provisória (MP) que acabaria com a desoneração da folha de pagamento para 46 dos 52 setores beneficiados pela política. A MP, que trancava a pauta da Câmara dos Deputados, perdeu a validade na última quinta-feira (10) e foi revogada sem passar por votação. O governo enviará um projeto de lei sobre o assunto. A revogação resultará em perda de R$ 4,8 bilhões.

NA ZONA RURAL Mudança climática cria coluna de vento em Jaguapitã.

Moradores de Jaguaítã (Região Metropolitana de Londrina) registraram um redemoinho na zona rural do município, na tarde deste domingo (13). O fenômeno ocorreu com a mudança climática na região.

No vídeo, que viralizou pelo aplicativo Whatsapp, o vento levanta a poeira e se movimenta de forma circulr, formando uma coluna que chega até as nuvens. Dois homens conversam demonstrando apreensão com a aproximação do redemoinho e, em seguida, expressam admiração com a coluna de vento, enquanto ela se afasta. https://youtu.be/AHXEvfgwdS8

sexta-feira, 11 de agosto de 2017

Conselho Tutelar diz que adolescente foi espancado por homofobia em Maringá

Um adolescente de 14 anos foi espancado em um ponto de ônibus em Maringá, no norte do Paraná, e terá que fazer uma cirurgia para reconstruir a face, segundo a mãe. O Conselho Tutelar, que acompanhou a mulher na delegacia na tarde desta quinta-feira (10), diz que se trata de um caso de homofobia.
De acordo com a polícia, a agressão aconteceu na tarde de quarta-feira (9) em um ponto de ônibus próximo ao colégio estadual onde o adolescente estuda, no Centro de Maringá.
Dois agressores foram identificados pela polícia. Um também é adolescente e estuda na mesma escola. O outro, ainda segundo a polícia, é maior de idade. Ninguém foi preso.
A mãe do garoto, que está internado no Hospital Universitário (HU) de Maringá, afirmou que, há cerca de 30 dias, o filho foi agredido pelas mesmas pessoas, mas com menor gravidade. "Foi só empurrão e xingamento", explicou.
Ela disse que comunicou o colégio sobre a situação. A direção da escola afirmou que orientou a mãe a registrar um boletim de ocorrência por causa da perseguição ao garoto.
Segundo o conselheiro tutelar Carlos Bonfim, o colégio será notificado por não ter informado a denúncia da mãe ao conselho. Ele classificou o caso como grave. "É uma situação que choca. Foi um caso de homofobia", afirmou.

Vereador Boca Aberta é denunciado pelo Ministério Público do Paraná por fraude processual

O vereador de Londrina, no norte do Paraná, Émerson Petriv (PR), que é conhecido como Boca Aberta, foi denunciado pelo Ministério Público do Paraná (MP-PR) pelo crime de fraude processual. Petriv foi o vereador mais votado nas eleições de 2016 na cidade com 11.480 votos.
Boca Aberta é acusado de ter apresentado atestados médicos falsos para faltar em audiências na Justiça, segundo os promotores. Isto ocorreu pelo menos cinco vezes entre 2015 e 2016.
O parlamentar nega as acusações.
Até a publicação desta reportagem, a Justiça não havia recebido a denúncia do MP-PR.
Investigação por estelionato
Uma Comissão Processante, em andamento na Câmara Municipal de Londrina, apura se Boca Aberta quebrou o decoro parlamentar por ter feito uma campanha na internet para arrecadar dinheiro para o pagamento de uma multa imposta pela Justiça Eleitoral.
No dia 4 de agosto, ele não apresentou as testemunhas para serem ouvidas pela Comissão Processante. No final de julho, ele também não apresentou as testemunhas de defesa.
Sem a necessidade das oitivas, a previsão da Câmara é concluir o trabalho em setembro.
O relator da Comissão Processante, o vereador Rony Alves (PTB), diz entender que mesmo sem a manifestação de Boca Aberta existem informações suficientes para que a investigação continue. "Com o material que se tem é possível fazer o relatório", afirma.
A defesa do vereador diz que a investigação foi paralisada em julho por força de uma liminar da Justiça e que os atos da comissão não têm validade. Por outro lado, a Câmara defende que a decisão do juiz foi cumprida integralmente, com a mudança de um membro da Comissão Processante.

DISPUTA POR PASSAGEIROS Taxistas e motoristas de Uber voltam a entrar em conflito na rodoviária de Londrina

Motoristas de táxis e do aplicativo Uber voltaram a entrar em conflito na manhã desta quinta-feira (10). Há relatos de pancadaria, apesar de não haver o registro oficial pela Polícia Militar e pela Guarda Civil Municipal. Pessoas ligadas aos motoristas por aplicativos afirmam que a briga ocorreu depois de ofensas proferidas a uma associada ao Uber. Já os taxistas reclamam que os condutores do aplicativo permanecem estacionados na área reservada para eles e para embarque e desembarque de passageiros.

O conflito teria começado quando uma motorista foi ofendida pelos taxistas na rodoviária. Na versão dos taxistas, ela teria chamado o marido dela, que teria agredido um taxista com uma cabeçada, iniciando uma briga. Os motoristas do aplicativo, então, teriam saído e, mais tarde, outra briga teria começado e até um Gol ligado ao Uber foi danificado. No dia 28 de junho, um caso semelhante já foi registrado.

Segundo a GCM, a primeira solicitação de apoio ocorreu por volta das 6h, quando uma viatura foi encaminhada para o local. Entretanto, ao chegar na rodoviária, já não havia mais motoristas do Uber. O segundo chamado ocorreu por volta das 8h, quando dois carros da GCM foram encaminhados duas equipes. Novamente, não havia motoristas do Uber e, por isso, não houve registro em relação à agressão.



A Polícia Militar também confirma que foi acionada, mas não encontrou a situação descrita – o caso foi registrado como fato não constatado. Procurada, a Companhia Municipal de Trânsito e Urbanização (CMTU) disse desconhecer o caso.

O presidente do Sindicato dos Taxistas de Londrina, Antônio Pereira, diz que o conflito começou porque motoristas do Uber permaneceram estacionados na rodoviária, onde há pontos de táxis cuja exploração é taxada pela administração municipal. "O motorista do aplicativo tem de ter consciência de que não existe ponto para eles fazerem corrida, eles têm de estar circulando", defende.

Para o sindicalista, o serviço por aplicativo tem de ser regulamentado, com indicação dos carros utilizados com placas e adesivos indicativos. "Achei de mau grado o vereador ter retirado a elei que ia regulamentar isso", diz Pereira, referindo-se a Rony Alves (PTB), autor do projeto de lei que regulamenta o transporte por aplicativo em Londrina. A proposta foi suspensa por tempo indeterminado a pedido dele na última quinta-feira (3).

Em nota de esclarecimento, a Uber afirma que considera inaceitável o uso de violência. "Todo cidadão tem o direito de escolher como quer se movimentar pela cidade, assim como o direito de trabalhar honestamente e gerar renda para si próprio e sua família. Orientamos os usuários e parceiros a contatar imediatamente as autoridades policiais sempre que se sentirem ameaçados. É importante também fazer um Boletim de Ocorrência para que os órgãos competentes tenham ciência do ocorrido e possam tomar as medidas cabíveis".

CHUVA A CAMINHO Após 53 dias, maior estiagem do ano deve acabar no domingo

Boa notícia para os londrinenses que gostam de chuva: depois de 53 dias de estiagem, uma frente fria vinda do Atlântico Sul deve amenizar o calor e umidificar o ar. Nesta quarta (9) e quinta-feira (10), a temperatura máxima chegou a 32 graus e a umidade relativa do ar esteve em 8%.

A agrometeorologista do Instituto Agronômico do Paraná (Iapar), Heverly Morais, relata que, apesar de ser considerado normal o tempo seco no inverno, a estiagem deste ano foi prolongada.

A última chuva na região de Londrina foi registrada em 20 de junho. Números do Iapar mostram que, em 2016, foram 38 dias sem chuva, e a média para esse período do ano é de 43 dias sem precipitações.



Heverly conta ainda que a chuva de domingo deve vir acompanhada de ventos moderados e fortes, de 43 km/h a 50 km/h. A tendência é que as precipitações se mantenham até o final da próxima semana, com temperatura máxima de 25 graus e mínima de 15 graus.

Além de problemas respiratórios na população, a falta de chuva provocou impasses nas lavouras. Segundo o Departamento de Economia Rural do Paraná (Deral), o trigo já registrou perdas de 6% na produção. A expectativa inicial do Deral era colher 3 milhões de toneladas de trigo; agora ela foi reavaliada para 2,8 milhões de toneladas, uma perda de 200 mil toneladas do grão.
Isabela Fleischmann - Redação Bonde

NESTA SEXTA! Leo, da dupla Victor & Leo, estará em shopping de Londrina para vender ingressos de show

Renato Uno/DivulgaçãoO cantor Leo Chaves, da dupla Victor & Leo, desembarca em Londrina nesta sexta-feira (11), para vender ingressos para o show dos irmãos. Os interessados poderão comprar ingressos direto das mãos do cantor na loja Coworking (E64 e E65), na expansão do Catuaí Shopping (Rod. Celso Garcia Cid, s/n), entre 16h e . Com realização da Prime, a ação tem senhas limitadas (serão 80). O show acontece no dia 19 de agosto, às 21h15, na arena coberta do Festival de Inverno do Catuaí.

Poucos artistas podem se dar ao luxo de ter um show formado de praticamente apenas canções de seu próprio repertório. Desde março, é isso que Victor & Leo apresentam por todo país numa turnê especial, em comemoração aos 25 anos de carreira.

Com novidades no cenário e na iluminação, o show é um verdadeiro passeio por cada etapa da carreira da dupla, desde os primeiros hits, como "Amigo apaixonado", "Fada", "Vida boa" e "Fotos", passando pelas consagradas "Borboletas", "Tem que ser você", "Deus e eu no sertão" e "Quando você some", até sucessos mais recentes como "Na linha do tempo", "10 minutos longe de você" e "Momentos".

Conhecidos como uma das maiores e mais versáteis duplas do país, Victor & Leo deram início à carreira musical em 1992, na cidade em que foram criados, Abre Campo-MG. Compositores, produtores, cantores e arranjadores, os irmãos são responsáveis pela construção de quase todos os seus trabalhos.

A dupla que despontou no cenário nacional a partir do final de 2006 com um folk e uma identidade inconfundíveis, trouxe uma profunda renovação para a música com um todo e, de lá para cá, são 14 CDs, 4 DVDs ao vivo e 2 DVDs documentário. Mesmo em tempo de intensa pirataria, Victor & Leo venderam mais de 3,5 milhões de discos, somam quase 500 milhões de visualizações no YouTube, e acumulam diversas premiações na carreira, entre elas, a do Grammy Latino e do Prêmio da Música Brasileira.

Os ingressos estão disponíveis e variam de R$ 50,00 (meia-entrada) a R$280,00 (inteira), de acordo com o setor.

Setor Vinho Premium - R$280,00 (inteira) e R$140,00 (meia-entrada) / Setor Verde - R$220,00 (inteira) e R$110,00 (meia-entrada)/ Setor Roxo - R$180,00 (inteira) e R$90,00 (meia-entrada)/ Setor Amarelo - R$160,00 (inteira) e R$80,00 (meia-entrada)/ Pista - R$100,00 (inteira) e R$50,00 (meia-entrada).

A meia-entrada é válida para estudantes, pessoas acima de 60 anos, professores, doadores de sangue e portadores de necessidades especiais (PNE). Clube Alô Ingresso e Ingresso Solidário possuem 40% de desconto na compra do bilhete. Assinantes da Folha de Londrina possuem 50% na compra de até dois bilhetes por titular. Promoções não cumulativas com descontos previstos por Lei. Os valores são sujeitos a alteração sem aviso prévio.

Nestes setores será acrescido valor referente à taxa de administração de venda no local. É obrigatória a apresentação do documento previsto em lei que comprove a condição do beneficiário, na compra do ingresso e na entrada do evento. Os ingressos podem ser adquiridos através na loja oficial do festival de Inverno no Catuaí Shopping (de segunda a sábado, das 10h às 22h, e aos domingos, das 14h às 20h), Call-center Alô Ingressos (41 30426262) e Online: www.aloingressos.com.br e através dos pontos de venda credenciados.

#ADOTEOOTTO Câmara aprova transporte de animais em ônibus, táxis e carros do Uber


Por unanimidade, a Câmara Municipal de Londrina (CML) aprovou nesta quinta-feira (10), em primeiro turno, o projeto da vereadora Daniele Ziober (PPS) que autoriza a entrada de animais no transporte coletivo da cidade.

O texto passou com duas emendas e um substitutivo apresentados pela própria parlamentar. Segundo ela, "as alterações não prejudicam o conteúdo da proposta, mas acrescentam bastante". Dentre as mudanças, ficou acordado que táxis, motoristas do Uber e linhas do Psiu também terão permissão para transportar os bichos.

A partir de agora, os vereadores têm sete dias úteis para apresentar emendas. Caso nenhuma seja encaminhada, a matéria poderá ser votada em segunda discussão em aproximadamente 10 dias. Em entrevista, Daniele Ziober enfatizou que "há uma série de regras para o transporte, que poderá ser feito das 9h às 17h e de 20h até 6h, ou seja, fora dos horários de pico".



Os donos também poderão levar apenas dois animais por vez. O ingresso dos bichos, segundo a vereadora, "não poderá prejudicar a comodidade e a segurança de outros passageiros, bem como acarretar alterações no funcionamento da linha, itinerários e paradas previamente determinadas".

Adote o Otto

O Portal Bonde lançou no início deste mês a campanha 'Adote o Otto', para estimular a adoção responsável de animais em Londrina. A ideia para essa iniciativa surgiu no final de junho, quando foi publicada uma reportagem sobre o abandono de um cachorro, que recebeu o nome Otto, no campus da Universidade Estadual de Londrina (UEL).

SORTE GRANDE Aposta de Curitiba leva prêmio de R$ 51,5 milhões da Mega Sena

Rafael Neddermeyer/ Fotos PúblicasUma aposta de Curitiba levou sozinha o prêmio de R$ 51,5 milhões no concurso 1.957 da Mega Sena, sorteada na noite desta quinta-feira (10). Noventa e oito apostas acertaram a quina, com um prêmio de R$ 34.841,20. E 8.329 apostas marcaram quatro dezenas, e levam um prêmio de R$ 585,63 cada. As dezenas sorteadas foram 02, 14, 22, 23, 29 e 47.

Foi o segundo sorteio nesta semana. Haverá mais um no sábado (12), em comemoração ao Dia dos Pais, celebrado no domingo (13). Normalmente, os sorteios ocorrem às quartas e sábados.

Aplicado na poupança, a estimativa é que a premiação principal renda cerca de R$ 281 mil por mês, segundo a Caixa Econômica Federal.

A aposta mínima na Mega-Sena custa R$ 3,50 e pode ser feita até as 19h (horário de Brasília), do dia do concurso, nas mais de 13 mil casas lotéricas do país.

INCREMENTO DOS DEPÓSITOS Trabalhadores receberão até o final de agosto parte do lucro do FGTS

ReproduçãoAté o final de agosto, a Caixa Econômica Federal (Caixa) vai creditar R$ 7,8 bilhões nas contas do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) de 88 milhões de trabalhadores, como distribuição dos resultados do fundo. Com isso, a rentabilidade das 245,7 milhões de contas chegará a 7,14%.

Segundo dados divulgado em cerimônia no Palácio do Planalto, o lucro líquido do FGTS no ano passado foi de R$ 14,555 bilhões. Com a distribuição dos resultados do fundo, serão creditados, em média, R$ 29,62 em cada conta.

É a primeira vez que o lucro do fundo está sendo distribuído com os verdadeiros donos do dinheiro", ressaltou o presidente Michel Temer.

"São décadas que os trabalhadores lutam para ter a remuneração do seu FGTS no mesmo nível da inflação. Com essa mudança, o FGTS terá 7,1% [de remuneração] e a inflação do ano passado foi de 6%. Depois de décadas o FGTS terá uma correção acima da inflação", disse o ministro do Planejamento, Dyogo Oliveira.

É a primeira vez que os resultados do FGTS são repassados aos trabalhadores. A medida foi instituída pela medida provisória que liberou o saque do valor das contas inativas do FGTS.

Pela regra, o percentual de distribuição de resultado do FGTS é de 50% do lucro líquido do exercício anterior. A lei estabelece que os valores creditados nas contas dos trabalhadores sejam proporcionais ao saldo da conta vinculada apurada no dia 31 de dezembro do ano anterior.

O presidente da Caixa, Gilberto Occhi, informou que a distribuição dos resultados do FGTS ocorrerá anualmente, com os depósitos sendo efetuados sempre até o dia 31 de agosto. Occhi disse ainda que a remuneração não fará parte do cálculo de uma multa rescisória. "Essa medida foi pensado no empregadores. Temos convicção que com essa medida o trabalhador e a sociedade saem ganhando com essa decisão."

De acordo com a Caixa, com a distribuição dos resultados do equivalente a 1,93%, a rentabilidade das contas do FGTS, nesse ano, sairá de 5,11% ao mês (3% mais TR), para 7,14% ao mês.
Agência Brasil

quarta-feira, 9 de agosto de 2017

EVITA 'EFEITO CASCATA' Maioria do STF sinaliza veto a aumento de salário de magistrados

Pelo menos seis dos 11 ministros do Supremo Tribunal Federal indicam que são contra a inclusão de um reajuste salarial de 16,38% na proposta orçamentária da Corte para 2018, segundo apurou o jornal O Estado de S. Paulo. Este porcentual de aumento foi aprovado no fim do mês passado pelo Conselho Superior do Ministério Público Federal. Para que o reajuste aos procuradores da República tenha validade, porém, é preciso que o Supremo encampe a proposta e o projeto seja aprovado no Congresso.

Esta vinculação ocorre porque o salário dos ministros do Supremo e do procurador-geral da República - atualmente de R$ 33,7 mil - representa o teto do funcionalismo público. Um eventual reajuste para os integrantes do STF, portanto, provocaria um efeito cascata nos Estados, com a possibilidade de aumento também para juízes, procuradores e promotores.

Entidades da magistratura cobram a inclusão do reajuste na proposta orçamentária do Supremo. Esse é um dos principais pontos que serão discutidos e votados hoje na sessão administrativa da Corte.



O aumento para os procuradores da República aprovado pelo Conselho Superior do Ministério Público Federal tem impacto estimado de R$ 116 milhões no próximo ano. A decisão provocou polêmica em meio à crise fiscal da União e ao esforço para cortar gastos públicos e elevar receitas.

O ministro do STF Gilmar Mendes critica o fato de o salário dos ministros da Corte ser usado como "alavanca" para as pretensões salariais de outras categorias. "O STF é extremamente rigoroso com o teto, mas ele é violado por todos os lados. Hoje em dia, advogados da União, defensores públicos, procuradores ganham mais do que ministros do Supremo", afirmou Gilmar.

CAMBÉ Ladrão morre em acidente de trânsito após roubar carro de grávida

Um suspeito de roubo morreu ao perder o controle de um Voyage, capotar e bater contra um poste na avenida marginal da PR-445 em Cambé, na noite desta terça-feira (8), O veículo havia sido tomado de assalto momento antes de uma grávida de oito meses, quando ela saía da padaria da qual é proprietária com seu marido. Ela não foi ferida pelo assaltante.

Ao tomar o veículo da proprietária no bairro Cambé 3, o suspeito, que não teve a identidade revelada, foi localizado pela Polícia Militar, que iniciou uma perseguição. Na PR 445, próximo ao trevo com a BR 369, o assaltante perdeu o controle e acabou se acidentando.

De acordo com o Corpo de Bombeiros, o suspeito foi ejetado para fora do veículo, que tombou sobre o corpo. Ele já estava morto quando o socorro chegou. O impacto foi tão forte que o poste em que o carro bateu foi derrubado. O acidente provocou congestionamento e a PM precisou fazer o controle do trânsito enquanto o Voyage era retirado.


Redação Bonde

DRAMA LETIVO Uma escola municipal é atacada a cada dois dias em Londrina

Saulo Ohara/Grupo FolhaDestruição, prejuízo, crianças com fome e sem aula. Essa é a realidade de alunos e professores da rede municipal de ensino em Londrina. Nos primeiros seis meses do ano, uma escola sofreu algum ato de violência a cada dois dias, desde assalto, furto ou ato de vandalismo, segundo a Secretaria Municipal de Educação.

Na última semana, a Escola Eugênio Brugin, na região sul, dispensou mais de 300 crianças após outro ataque. Alguns dos alunos fazem a única refeição do dia na escola. Eles tiveram de voltar para casa sem comer, já que os alimentos estragaram no refrigerador após a bandidagem furtar os fios e acabar com a energia elétrica.

A Eugênio Brugin possui 600 alunos ao todo, que vão do pré até o quinto ano, além de turmas noturnas para Educação de Jovens e Adultos (EJA). "Muitos dos nossos alunos vêm de famílias carentes. Alguns fazem a única refeição do dia na escola. Como parte dos alimentos estragaram e não foram servidos, alguns deles ficaram sem comer", lamenta Joselita Marques Fritz, diretora do espaço há cinco anos.

No dia 2, cerca de 300 alunos foram dispensados das aulas depois que os fios de energia elétrica foram furtados. "Ficamos sem água também, pois o hidrometro (aparelho que mede o consumo de água) foi destruído. Como furtaram os fios, ficamos sem energia elétrica e os alunos tiveram que retornar para casa. Muitos alimentos estragaram dentro dos refrigeradores após o corte de energia", relata. Além dos alunos, os pais também foram afetados. "Muitos não puderam ir trabalhar. Não tinham com quem deixar os filhos", conta Joselita.

Segundo a diretora da Escola Eugênio Brugin, é difícil contabilizar o prejuízo após tantos ataques. Ela destaca apenas os sofridos em 2017. "Sofremos mais de dez ações neste ano. Só em julho foram quatro casos", lamenta ela. A única câmera de vigilância da escola, que fica no pátio, registrou a imagem de boa parte dos criminosos.

Eles se aproveitam da fragilidade da segurança do prédio. "Somente a Guarda Municipal faz a segurança. Talvez não há guarda suficiente para cuidar de tantos. São pelo menos 100 prédios em Londrina, entre escolas e CMEIs (Centros Municipais de Educação Infantil)", diz Joselita. "Acreditamos que os vândalos são da nossa região. Mas não recebemos informações da comunidade sobre eles", acrescenta.

Contabilizando os danos

Além dos alimentos que estragaram nos refrigeradores, aparelhos e objetos também acabaram danificados após o desligamento da energia elétrica. "Houve prejuízo em todos os casos. A cada arrombamento, pelo menos uma nova porta teve de ser instalada", relata a diretora. "Não sabemos o grau do último dano, já que algumas substituições foram feitas pela Secretaria de Obras, mas tivemos dois micro-ondas queimados, uma máquina copiadora, uma fechadura automática de portão, três modens de internet e 30 lâmpadas", detalha Joselita, tentando retomar a rotina no espaço escolar. "Para não atrapalhar ainda mais as aulas e o nosso trabalho, estamos fazendo ‘vaquinhas’ entre funcionários para consertar e comprar novos objetos. Também recebemos doações da população", salienta a educadora.
Paulo Monteiro - Nosso Dia
co

Inflação em um ano é a menor desde 1999, diz IBGE

Compras em supermercado – Legumes: Os preços no mês subiram 0,24%, após terem registrado queda de 0,23% em junho.A inflação acumulada no período de doze meses até é a menor desde 1999, segundo dados do IBGE divulgados nesta quarta-feira. O IPCA registrou alta de 2,71% no período de um ano terminado em julho. Os preços no mês subiram 0,24%, após terem registrado queda de 0,23% em junho.

Com o resultado, o patamar da inflação fica abaixo do limite inferior da meta do ano estabelecida pelo governo. O centro da meta perseguida pelo Banco Central é de 4,5%, mas com a margem de tolerância, de 1,5 ponto porcentual. é aceitável que fique entre 3% e 6%. A queda da inflação tem sido um dos fatores que leva o Copom, órgão do BC, a reduzir a taxa básica de juros (Selic).

No mês de julho, a principal influência foi das despesas com alimentação e bebidas. O grupo responde por um quarto do gasto das famílias brasileiras, e teve queda de de 0,47%, o terceiro mês consecutivo.

As principais contribuições para alta dos preços foram no grupo habitação (1,64%) e transportes (0,34%). O primeiro grupo foi puxado pelo aumento no preço da energia elétrica (6%). “Isso ocorreu devido à entrada em vigor da bandeira tarifária amarela, a partir de 01 de julho, representando uma cobrança adicional de 2 reais a cada 100 Kwh consumidos”, diz o IBGE em nota.

O segundo grupo foi influenciado principalmente pelo aumento no imposto do PIS e Cofins sobre os combustíveis, cujos preços subiram 0,92% no mês. “O litro do etanol ficou, em média, 0,73% mais caro. Já a gasolina apresentou variação de 1,06%”, avalia o IBGE.

Vídeo: Futuro dos irmãos Batista está nas mãos de acionistas (Via Exame)

Temer confirma que governo irá dividir R$ 7 bi do lucro do FGTS com o trabalhador

O presidente Michel Temer afirmou nesta terça-feira que irá anunciar R$ 7 bilhões em recursos do FGTS no âmbito da divisão do lucro do fundo com o trabalhador. O anúncio será feito, segundo ele, nesta quinta-feira, 10. É a primeira vez que o lucro do FGTS será distribuído juntamente com os trabalhadores.

FGTS: Prazo para saques terminou no último dia 31 de julhoO número, que já havia sido antecipado pelo 'Estado' em maio, foi confirmado por Temer sem querer. A divulgação estava prevista apenas para quinta, mas foi antecipada pelo presidente. O valor corresponde a metade do lucro do fundo obtido no ano passado.

"Os recursos liberados das contas inativas do FGTS terão um acréscimo de R$ 7 bilhões", afirmou Temer em evento no Secovi-SP, para lançamento de uma linha de crédito para loteamentos urbanos pela Caixa Econômica Federal, também antecipada pelo 'Estado' em junho.

O presidente da Caixa Econômica Federal, Gilberto Occhi, afirmou que a distribuição de dividendos será feita a todos os trabalhadores que tiverem direito, ou seja, com saldo na conta do fundo ao término de 2016. Os recursos serão proporcionais ao valor existente em cada conta.

"A distribuição de dividendos do FGTS está prevista na mesma medida provisória que liberava o pagamento do fundo das contas inativas. O resultado do fundo ainda não foi fechado. Estamos finalizando os detalhes e as regras serão anunciadas na próxima quinta-feira", explicou Occhi.

De acordo com o executivo, a Caixa terá de fazer o pagamento dos dividendos até 31 de agosto. As pessoas que tiverem contas inativas, conforme ele, poderão sacar os recursos. No entanto, quem for adquirir um imóvel e se enquadra nos requisitos exigidos também terá a possibilidade de abater esse valor no financiamento.

Na medida provisória das contas inativas, que injetaram R$ 44 bilhões na economia brasileira, também ficou determinado que, todo ano, metade do lucro do fundo será repartida com os trabalhadores.

Vídeo: Posso financiar um carro sem dar nada de entrada? (Via Exame.com)

PF revela caminho de suposta propina para a presidente do PT

PF revela caminho de suposta propinapara a presidente do PT: Principal responsável por entregas em espécies do departamento de propina da Odebrecht, Álvaro Novis, foi quem organizou os repasses para Gleisi HoffmannA Polícia Federal revelou o caminho do pagamento de caixa dois para a campanha de Gleisi Hoffmann (PT) ao governo do Paraná em 2014.

O principal responsável por entregas em espécies do departamento de propina da Odebrecht, Álvaro Novis, foi quem organizou os repasses para a senadora e presidente do PT.

Naquele ano, foram pelo menos dois pagamentos de R$ 500 mil, segundo a PF.

No sistema interno da empreiteira, Novis aparecia como "Paulistinha" para entregas em São Paulo e "Carioquinha" para aquelas feitas no Rio de Janeiro.

Ele é primo do ex-presidente do grupo Pedro Novis, um dos 77 delatores da Odebrecht.

"Paulistinha" foi ouvido pelos investigadores e explicou como funcionava o esquema de distribuição do dinheiro vivo.

+ Planalto inicia exoneração de deputados que votaram contra Temer

É a primeira vez que um depoimento dele aparece em um inquérito no STF (Supremo Tribunal Federal).

As informações constam em relatório da PF que concluiu que houve crime praticado pela senadora, ao qual a reportagem teve acesso -o documento está em sigilo.

TRANSPORTADORA

O operador se identificou aos delegados como o principal entregador. Disse que usava uma transportadora de São Paulo para fazer as entregas no Estado e que começou a trabalhar para a empreiteira em 2007.

A revelação é inédita em esquemas fora do Rio, já que ele é um dos delatores do caso que envolve o ex-governador Sérgio Cabral, preso em novembro de 2016.À

PF, disse que era abastecido pelos doleiros Rodrigo Tacla Duran, Vinicius Claret, conhecido como Juca Bala, Adir e Samir Assad.

"Paulistinha" apresentou no meio da investigação uma planilha mostrando o codinome de Gleisi vinculado a pagamentos.

Outros três funcionários de Novis também prestaram depoimentos. Um deles, Geraldo Pereira Oliveira, é apontado no relatório da PF como o autor das entregas no caso da senadora.

Aos investigadores, ele disse se lembrar de ter ido ao escritório de uma empresa ligada à petista, a agência de propaganda Sotaque.

A PF conseguiu os registros de entrada e saída do edifício, comprovando que ele esteve no local ao menos três vezes, em datas próximas às que constam em planilhas.

O inquérito começou após a 23ª fase da Lava Jato, batizada de Acarajé, em que foram apreendidas com a ex-secretária do departamento de propina Maria Lucia Tavares uma série de registros internos de repasses ilícitos.

Álvaro Novis está em prisão domiciliar, no Rio.

OUTRO LADO

As defesas de Rodrigo Tacla Duran e dos irmãos Amir e Adir Assad não quiseram comentar.

As defesas de Gleisi Hoffmann e de Vinicius Claret não foram localizadas. Com informações da Folhapress.

Vídeo: Pedido de defesa de Temer visa desgastar Janot (Via SBT)

terça-feira, 8 de agosto de 2017

ENTRE ARAPONGAS E MANDAGUARI Três pessoas morrem em colisão frontal na PR-444

Três pessoas morreram em um acidente envolvendo dois carros em um trecho da PR-445 entre Arapongas e Mandaguari, na noite desta segunda-feira (7). Segundo a Polícia Rodoviária de Rolândia, um Logus com placas de Jandaia do Sul seguia sentido Maringá quando, no km 20, atravessou a faixa contínua e atingiu um Peugeot 207, que vinha no sentido contrário.

A condutora do Peugeot, Rose Maria Valone, de 53 anos, estava sozinha no veículo e morreu no local. O motorista do Logus, Jean Lucas Almeida de Oliveira, 21, e Edvânia Almeida de Oliveira, que estava no banco de passageiros, também morreram. Jéssica Franciele Ribeiro Lemes estava no banco de trás e sofreu ferimentos graves. Uma criança que estava ao lado dela não se machucou.

A pista chegou a ficar interditada por cerca de uma hora até a retirada das vítimas, diz a Polícia Rodoviária. O local da colisão tem pista dupla e acredita-se em falha mecânica ou mal súbito do motorista do Logus.

Redação Bonde

MAIS DE 2 MILHÕES CONTEMPLADOS Receita abre hoje consulta ao 3º lote de restituição do Imposto de Renda

Marcello Casal Jr./Agência BrasilA Receita Federal abre nesta terça-feira (8) a consulta ao terceiro lote de restituição do Imposto de Renda da Pessoa Física de 2017. Serão contemplados mais de 2,012 milhões de contribuintes, totalizando cerca de R$ 2,8 bilhões em restituição. O lote multiexercício do Imposto sobre a Renda da Pessoa Física inclui restituições residuais dos exercícios de 2008 a 2016.

O crédito bancário para os contribuintes será feito no dia 15 de agosto. Nesse lote, R$ 210,5 milhões serão destinados a contribuintes com preferência para receber a restituição: 45.576 idosos e 6.555 pessoas com alguma deficiência física ou mental ou moléstia grave.


Para saber se teve a declaração liberada, o contribuinte deve acessar a página da Receita na internet ou ligar para o Receitafone 146. Na consulta à página da Receita, serviço e-CAC, é possível acessar o extrato da declaração e ver se há inconsistências de dados identificadas pelo processamento.

Declaração retificadora

Nesta hipótese, o contribuinte pode avaliar as inconsistências e fazer a autorregularização, mediante entrega de declaração retificadora. A Receita disponibiliza, ainda, aplicativo para tablets e smartphones, o que facilita a consulta às declarações do contribuinte e à situação cadastral no CPF – Cadastro de Pessoa Física.

A restituição ficará disponível no banco durante um ano. Se a pessoa não fizer o resgate nesse prazo, deverá fazer um requerimento pela internet, mediante o Formulário Eletrônico - Pedido de Pagamento de Restituição, ou diretamente no e-CAC, no serviço Extrato do Processamento da DIRPF.

Caso o valor não seja creditado, o contribuinte poderá contactar pessoalmente qualquer agência do Banco do Brasil ou ligar para a Central de Atendimento no telefone 4004-0001 (capitais), 0800-729-0001 (demais localidades) e 0800-729-0088 (telefone especial exclusivo para deficientes auditivos) para agendar o crédito em conta-corrente ou poupança, em seu nome, em qualquer banco.

Os montantes de restituição para cada exercício são corrigidos pela taxa básica de juros, a Selic.
Agência Brasil

segunda-feira, 7 de agosto de 2017

Bruna Casanova recebe 42,25% dos votos válidos e é eleita prefeita de Primeiro de Maio

Bruna Casanova (PP) foi eleita prefeita de Primeira de Maio, no norte do Paraná, nas eleições sumplementares realizadas neste domingo (6).
Ela obteve 42,25% dos votos válidos, segundo o Tribunal Regional Eleitoral do Paraná (TRE-PR). Esta porcentagem representa 2.954 votos.
O resultado foi conhecido 35 minutos depois do encerramento da votação.
Paulo Fernandes Júnior (PSDB) ficou em segundo lugar com 31,44% dos votos válidos. O terceiro lugar ficou com Eziquiel de Araújo (Pode), conhecido como Eziquiel do Banco. Ele recebeu 23,09% dos votos válidos.
Elizeu de Souza (PPS), conhecido como Ligeirinho, foi o último colocado, com 3,22% dos votos válidos, o que equivale a 225 votos.
Candidatura impuganda
O novo pleito de Primeiro de Maio foi determinado após o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) manter decisão do TRE-PR que considerou inelegível Mário Casanova (PP), o candidato mais votado na eleição de outubro.
A candidatura de Mário Casanova foi impugnada porque ele foi condenado em uma ação de improbidade administrativa e porque se filiou ao partido fora do prazo previsto em lei.
Mais de 8,5 mil eleitores estavam aptos para voltar às urnas neste domingo.

JUDICIÁRIO Moro foi 'irretocável' sobre Lula, diz presidente do TRF

Pedro de Oliveira/ ALEPO presidente do Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4), desembargador Carlos Eduardo Thompson Flores Lenz, de 54 anos, disse que a sentença em que o juiz Sérgio Moro condenou o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva a 9 anos e 6 meses de prisão, por corrupção passiva e lavagem de dinheiro, "é tecnicamente irrepreensível, fez exame minucioso e irretocável da prova dos autos e vai entrar para a história do Brasil".

Ele comparou a decisão de Moro à sentença que o juiz Márcio Moraes proferiu no caso Vladimir Herzog - em outubro de 1978, quando condenou a União pela prisão, tortura e morte do jornalista. "Tal como aquela, não tem erudição e faz um exame irrepreensível da prova dos autos", disse.

O TRF-4 é a segunda instância de julgamento dos recursos da Operação Lava Jato. Até quinta-feira (3), em três anos e cinco meses de força-tarefa, 741 processos já haviam chegado lá, 635 dos quais baixados.



Entre os que estão na iminência de dar entrada está a apelação da defesa do ex-presidente Lula contra a sentença de Moro, a ser julgada pela 8ª Turma, composta por três desembargadores.

Leia os principais trechos da entrevista com o desembargador Lenz:

Tão logo saiu a sentença em que o juiz Sérgio Moro condenou o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva a 9 anos e 6 meses de prisão o senhor disse que era uma sentença "bem preparada"...
E, acrescento agora, tecnicamente irrepreensível. Pode-se gostar dela, ou não. Aqueles que não gostarem e por ela se sentiram atingidos têm os recursos próprios para se insurgir.

O senhor gostou?
Gostei. Isso eu não vou negar.

Se o senhor fosse da 8ª Turma - a que vai julgar a apelação - confirmaria a sentença?
Isso eu não poderia dizer, porque não li a prova dos autos. Mas o juiz Moro fez exame minucioso e irretocável da prova dos autos. Eu comparo a importância dessa sentença para a história do Brasil à sentença que o juiz Márcio Moraes proferiu no caso Herzog, sem nenhuma comparação com o momento político. É uma sentença que vai entrar para a história do Brasil. E não quero fazer nenhuma conotação de apologia. Estou fazendo um exame objetivo.

Por que a comparação?
É uma sentença que não se preocupou com a erudição - como a sentença do juiz Márcio Moraes, lá atrás, também não se preocupou. É um exame irrepreensível da prova dos autos. É uma sentença que ninguém passa indiferente por ela.

Não é uma forma de dizer que o senhor a confirmaria?
Eu digo, em tese: se eu fosse integrante da 8ª Turma, e se estivesse, depois do exame dos autos, convencido de que a sentença foi justa, eu teria muita tranquilidade em confirmar.

E se tivesse que decidir só em cima das 218 páginas que a sentença tem, confirmaria ou não?
É muito difícil eu responder assim. Eu teria que ver os autos, os argumentos da apelação. Mas as questões preliminares, por exemplo, a suspeição do magistrado, as nulidades, ele respondeu muito bem.

JARDIM CONTINENTAL Homem morre e mulher fica ferida em assalto a residência

Um homem morreu e uma mulher ficou ferida por disparos de fogo na madrugada desta segunda-feira (7), no Jardim Continental, em Londrina. Segundo o Serviço Integrado de Atendimento ao Trauma em Emergência (Siate), por volta de 1h30, Fernando José Jora foi alvejado por quatro tiros dentro de sua casa, na rua Caroline Vendrame Vaz Primo. Um projétil atingiu o tórax e os outros três acertaram abaixo da linha da cintura.

Adriana Regina de Campos, que também estava no local, foi atingida no tórax. Jora não resistiu aos ferimentos e morreu antes da chegada do socorro médico. Adriana foi socorrida pelo Siate e encaminhada para o Hospital Evangélico.

sexta-feira, 4 de agosto de 2017

NOVO RECORDE Polícia paulista apreende Escort com R$ 17,6 milhões em multas

As montadoras se esforçam para que seus produtos superem os anteriores em desempenho e economia e, se possível, também galguem posições no ranking de vendas. Mas um Ford Escort 1996 bateu um recorde inusitado na capital paulista: o de veículo com o maior valor acumulado em infrações de trânsito.

O malconservado hatch somou R$ 17.662.127,17 em multas e foi apreendido na semana passada em São Paulo. Seu proprietário rodava com ele pela Avenida Aricanduva, na zona leste, e foi abordado por policiais militares do Comando de Policiamento de Trânsito. Constatadas as irregularidades, o carro foi confiscado e encaminhado ao pátio do Detran.

Boa parte das 1.788 infrações que recaem sobre o Escort diz respeito a excesso de velocidade. O "recordista" anterior, um VW Gol 2007 confiscado pela PM em 2016 na mesma avenida, tinha um saldo devedor de R$ 16,2 milhões, formado por 2.118 autuações relativas a desrespeito ao rodízio municipal, circulação em faixa exclusiva de ônibus e também excesso de velocidade.



O dono do Escort deverá sofrer um processo administrativo. Em casos desse tipo, o carro apreendido costuma ser levado a leilão e o valor obtido com o bem praceado é usado para amortizar parte do saldo devedor - o restante da dívida continua recaindo sobre o motorista infrator.
Agência Estado

BANDIDOS FURTAM QUASE 300 SACAS DE CAFÉ EM CARLÓPOLIS

De imóvel da Rua das Indústrias

Na manhã desta quarta-feira,dia dois, a Polícia Militar foi solicitada para atender uma ocorrência de furto na Rua das Indústrias, localizada no bairro CTG, em Carlópolis.

No local foi relatado aos policiais que foram furtados 248 sacos de café, 1 aparelho DVR e 1 caixa de ferramentas.

Um vizinho relatou que por volta das 3h ouviu barulhos de um caminhão e uma movimentação no local, porém, não soube informar características do automóvel ou dos suspeitos.

A equipe realizou patrulhamento pelo local em busca de informações, porém não obteve êxito.

COM APOSTAS Em sete meses, Caixa arrecada R$ 7,6 bilhões em loterias

Marcelo Casal Jr/Agência BrasilAs loterias da Caixa Econômica Federal arrecadaram, nos primeiros sete meses de 2017, R$ 7,641 bilhões. O valor corresponde a um crescimento nominal de 9,6% em relação ao mesmo período do ano anterior.

Do valor arrecadado, R$ 3,6 bilhões foram repassados a programas sociais nas áreas de saúde, educação, esportes, segurança, cultura e seguridade, conforme definição legal, incluídos R$ 698 milhões de imposto de renda sobre os prêmios. No mês de julho, o volume de vendas foi R$ 1,3 bilhão, resultado 33% superior ao contabilizado no mesmo mês em 2016.

No período, foram ofertados mais de R$ 2,5 bilhões em prêmios, consideradas todas as modalidades lotéricas. Segundo a Caixa, a Mega-Sena foi o item mais procurado nas loterias e arrecadou R$ 2,9 bilhões, quase 40% de todas as vendas.

O último sorteio feito pela Mega-Sena ofertou um prêmio de R$ 107 milhões, pago a um ganhador do Rio de Janeiro.
Agência Brasil

04/08/2017 07:34 FORAM PERSEGUIDOS Suspeitos de roubo em Faxinal são presos após acidente de carro em Tamarana

Dois homens foram presos em Tamarana após capotarem o veículo Fox que roubaram no início da noite de quinta (3), em Faxinal. De acordo com a Polícia Militar, após tomarem o veículo em um assalto, os suspeitos foram localizados e perseguidos pela rodovia PR-445.

Os agentes solicitaram apoio a Londrina, que enviou uma equipe do patrulhamento rural e da Rotam. Os suspeitos desviaram das equipes no trevo de acesso a Tamarana, mas perderam o controle do veículo nas proximidades da igreja matriz, na área urbana.

Os dois foram detidos e levados para o Centro Integrado de Atendimento ao Cidadão (Ciac) de Londrina, para onde o carro foi levado com auxílio de um guincho. Além do veículo, foi recuperado um celular que também teria sido roubado e um revólver.

LEVOU GARRAFADA Rapaz fica com vísceras expostas após briga de bar em Londrina

Um rapaz de 18 anos teve as vísceras expostas após ser agredido em um bar localizado na Vila Casoni, em Londrina, na madrugada desta sexta-feira (4). Segundo a Polícia Militar, que foi chamada para dar suporte ao Serviço Integrado de Atendimento ao Trauma em Emergência (Siate), do Corpo de Bombeiros, o profundo corte no abdômen de Felipe Mateus de Oliveira foi provocado com uma garrafa utilizada em uma briga. A PM não soube informar o motivo do desentendimento.

O rapaz foi levado em estado grave para a Santa Casa de Londrina e, até o início da manhã, permanecia internado na Unidade de Tratamento Intensivo. Ainda não há pistas do suspeito da agressão.

terça-feira, 1 de agosto de 2017

NOVA CHAMADA INSS convoca segurados por incapacidade para reavaliação de benefício

O Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) convoca para perícia, pela segunda vez, milhares de segurados que recebem o benefício por incapacidade. De acordo com o Diário Oficial da União de hoje (1º) a nova chamada ocorre após uma tentativa do órgão de notificar os beneficiados pelo correio. As correspondências não teriam chegado porque os dados dos endereços indicados no cadastro do Sistema Único de Benefícios estariam incompletos ou desatualizados.

Os segurados listados têm cinco dias corridos, a contar de hoje, para informar sobre a data marcada para a perícia. O contato deve ser feito pela central de teleatendimento do INSS, pelo número 135. O benefício pode ser suspenso até que o convocado passe pela reavaliação.

Para evitar o cancelamento, os segurados poderão consultar a pagina do DOU, para conferir se seu nome consta na lista. No campo de busca do site, deverão digitar seu nome entre aspas, selecionando apenas a seção 3 e a data de hoje.

PARALISAÇÃO Contra aumento de tributos, caminhoneiros param importante rodovia brasileira

Caminhoneiros estão na rodovia Anchieta bloqueando o acesso ao porto de Santos, um dos mais importantes da economia brasileira. Às 7 horas desta terça-feira, 1º, eles começaram a ocupar a alça de acesso ao porto, no km 64, sentido litoral.

A movimentação na pista da esquerda começou a aumentar e, por volta das 8 horas, a Ecovias, concessionária do trecho, registrou presença de caminhões parados entre os km 59 e km 64, sentido litoral. Há reflexo no trânsito da própria rodovia Anchieta, mas apenas por aproximação, informou a Ecovias.

O acesso ao porto está fechado pelos caminhoneiros mas quem vai em direção a Santos tem passagem livre.

SUSTO Trem arrasta carreta por 200 metros em Jandaia do Sul

Reprodução/Agente da Defesa Civil VieiraUma carreta foi arrastada por um trem por 200 metros, por volta das 7h30 desta segunda-feira (31), em Jandaia do Sul.

De acordo com o Corpo de Bombeiros, o motorista da carreta, Eder Henrique Pacanhela, de 32 anos, não percebeu que o trem se aproximava quando foi atravessar o trilho. Apesar o grande susto, o motorista não ficou ferido.

O trem, que era conduzido pelo maquinista Osniandre Domigues, de 31 anos, seguia de Maringá para Apucarana. O local da colisão fica próximo do Hospital Regional da cidade.

Reprodução/Agente da Defesa Civil VieiraEquipes do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e do Corpo de Bombeiros Comunitário de Jandaia do Sul estiveram no local.

O local ficou interditado durante toda a manhã desta segunda.

MESMO AFASTADOS DE MANDATOS Temer libera R$ 19 milhões de emendas de ministros tucanos

Mesmo afastados de seus mandatos no Congresso, três dos quatro ministros filiados ao PSDB, partido que ameaça deixar o governo, tiveram R$ 19,2 milhões em emendas empenhadas entre junho e julho. O presidente Michel Temer incluiu na lista dos favorecidos pela liberação projetos apresentados por Aloysio Nunes (Relações Exteriores), Antonio Imbassahy (Secretaria de Governo) e Bruno Araújo (Cidades), quando estavam na Câmara e Senado. O quarto ministro tucano - Luislinda Valois (Direitos Humanos) - não é parlamentar.

Dos 14 ministros que se licenciaram dos mandatos para assumir um cargo na Esplanada, apenas os três e Fernando Coelho (Minas e Energia) apresentaram emendas durante as discussões do Orçamento de 2017. No caso de Coelho, que teve R$ 2,8 milhões empenhados, o PSB, partido ao qual é filiado, já desembarcou do governo, mas o ministro se manteve no cargo.

Desde a divulgação da delação da JBS, no fim de maio, Temer liberou R$ 4,1 bilhões em emendas, o que representa 97% do total empenhado no ano. Embora o pagamento da maior parte das emendas tenha se tornado obrigatório desde 2015, o ritmo de liberação é definido pelo governo.



A estratégia tem sido criticada pela oposição, que aponta uma tentativa de Temer de "comprar" o apoio de deputados que vão votar, na próxima quarta-feira, se autorizam ou não o Supremo Tribunal Federal (STF) a examinar a denúncia da Procuradoria-Geral da República (PGR) contra o presidente por corrupção passiva.

Para o Palácio do Planalto, o orçamento impositivo, criado em 2015, obriga o governo federal a não contingenciar as emendas parlamentares. "Tradicionalmente, o maior volume de liberação das emendas ocorre no final de cada semestre, em virtude da programação orçamentária do Ministério do Planejamento. Não existe relação entre as emendas orçamentárias e votos de parlamentares em qualquer tipo de matéria."

Ao empenhar uma emenda é como se o governo fizesse uma promessa de pagamento a ser concretizado futuramente. A liberação desses recursos, é vista como uma espécie de moeda de troca entre o governo e o Congresso, e costuma ser usada pelo governo para garantir apoio em votações importantes. Para o senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP), ao incluir os ministros-parlamentares na lista de favorecidos, Temer estaria cometendo crime de responsabilidade por usar recursos públicos para agradar os aliados.

Campeão

Bruno Araújo foi o campeão em emendas empenhadas até a semana passada, mais que todos os atuais parlamentares. Ao todo, foram R$ 10,9 milhões. Cerca de metade do valor - R$ 5,3 milhões - foi destinado a programas da própria pasta de Araújo, o Ministério das Cidades.

Em nota, o ministro afirmou que "quando da designação das emendas parlamentares para 2017, estava em pleno exercício do mandato de deputado". Araújo foi um dos primeiros tucanos a ameaçar deixar o governo após a divulgação da delação do empresário Joesley Batista, da JBS, usada na denúncia contra Temer. Na época, foi dissuadido pelo próprio partido, que decidiu se manter no governo.

SEM ÓBITOS Paraná registra redução de 98% nos casos de dengue

Rafael Neddermeyer/Fotos PúblicasO período epidemiológico da dengue foi encerrado com 870 casos e nenhum óbito no Paraná entre agosto de 2016 e julho de 2017. O informe técnico divulgado nesta segunda-feira (31) apontou uma redução de 98% de casos, comparado ao período anterior – de agosto de 2015 a julho de 2016 – que foi finalizado com 56.351 casos de dengue e 63 óbitos.
"Finalizamos este período com uma situação muito mais favorável. Isso mostra que as estratégias adotadas pelo Governo no combate à dengue estão sendo efetivas. Além de recursos para as prefeituras, também organizamos comitês, visitas domiciliares, fumacês, mutirões de limpeza, campanhas publicitárias, entre outras ações para reduzir esses números cada vez mais", detalha o secretário de Saúde em exercício, Sezifredo Paz

Entretanto, o cuidado com o Aedes aegypti deve continuar. "Mesmo com a significativa redução de casos que tivemos do período anterior para este, os cuidados não podem parar", diz a chefe do Centro estadual de Vigilância Ambiental, Ivana Belmonte. Ela explica que a dengue é uma doença cíclica, ou seja, pode reaparecer periodicamente.

Outras doenças

Ivana também destaca que, além da dengue, o mosquito transmite a chikungunya e a zika. "Alguns estados do Brasil estão apresentando alta nos casos de chikungunya. No Paraná, o município de Paranaguá, por exemplo, confirmou nove casos da doença em maio. Portanto, a orientação de eliminar todos os focos de água parada que podem se tornar possíveis criadouros do Aedes continua", diz.

Os casos de zika também reduziram comparados ao período epidemiológico anterior, passando de 263 para apenas seis casos em todo o Paraná. Ao contrário da dengue e da zika, os casos de chikungunya foram os únicos a aumentarem no Estado, com um total de 73 confirmações. São 17 a mais do que no período de 2015/2016, quando foram confirmados 56 casos.

Para evitar novas epidemias, a recomendação é de reservar ao menos um dia na semana para realizar uma limpeza em casa e no ambiente de trabalho. O mosquito leva de três a sete dias para se desenvolver do ovo até sua forma adulta, dependendo das temperaturas e da quantidade de chuvas, portanto uma semana é o período de intervalo máximo para realizar as vistorias.
AEN

CUMPRIA REGIME SEMIABERTO Polícia Civil recaptura condenado pela morte de Amanda Rossi que estava foragido

A Polícia Civil de Londrina prendeu, na última sexta-feira (28), Luiz Vieira Rocha, um dos condenados pelo assassinato da universitária Amanda Rossi, no campus da Unopar localizado no Jardim Piza, em outubro de 2007. Rocha cumpria pena no regime semiaberto e estava desaparecido há cerca de 30 dias, segundo o delegado-chefe da 10ª Subdivisão da Polícia Militar, Osmir Ferreira Neves.

Rocha foi preso na casa da mãe, localizada nos arredores do campus onde o crime ocorreu. De acordo com o delegado, a localização dele foi repassada à delegacia de Furtos e Roubos, que encaminhou à equipe da Delegacia de Homicídios. A Justiça emitiu mandado de prisão, cumprido na sexta.

Neves afirma que a Justiça será informada agora da prisão de Rocha. "Depois disso, o Judiciário decidirá se haverá ou não regressão de pena", afirma.



O caso

Rocha é um dos três condenados pelo assassinato de Amanda Rossi, na casa de máquinas da piscina da Unopar, em 27 de outubro de 2007. Ela desapareceu durante uma apresentação de hip hop que ocorria no campus e o corpo só encontrado dois dias depois.

Em dezembro do mesmo ano, a Polícia Civil prendeu Luan Silva de Freitas, de 20 anos, que se declarou culpado pelo crime. Entretanto, dois meses depois, os investigadores chegaram à conclusão de que ele forjou provas para se incriminar.

Em dezembro de 2008, a polícia prendeu Rocha, Dayane de Azevedo e Alan Aparecido Henrique, com base em uma testemunha que dizia ter ouvido da jovem a confissão da morte da universitária. Inicialmente, Dayane confessou o crime e apontou os outros dois rapazes como executores, mas mudou a versão em juízo, quando passou a dizer que presenciou o homicídio, sem ter participado.

Os três acusados foram a júri popular, respondendo por homicídio qualificado. Dayane foi condenada a 23 anos de prisão e Henrique, a 21 anos, em setembro de 2011. Julgado separadamente, Rocha foi condenado a 19 anos de prisão em novembro de 2012, por ser o mandante intermediário do crime.
Redação Bonde

TRANSPORTE GRATUITO Sem lei que restringe concessão, CMTU prorroga Passe Livre de estudantes

A Companhia Municipal de Trânsito e Urbanização (CMTU) decidiu prorrogar automaticamente o Passe Livre para estudantes de Londrina, enquanto o projeto de lei (PL) que restringe a concessão do benefício não é aprovado na Câmara Municipal de Londrina (CML). Com isso, só é necessário procurar a companhia em caso de novos pedidos ou para atualização de cadastro. Para isso, o prazo termina no dia 18 de agosto.

Segundo a assessoria de comunicação da CMTU, desde o dia 10 de julho, quando iniciou o período para atualização cadastral de quem mudou de endereço ou para novas solicitações, houve a inclusão de 264 estudantes e 581 renovações do benefício de alunos que já tinham cadastro, mas não atualizaram no início do ano.

Contando com estes 845, a Prefeitura de Londrina vai arcar com o transporte de 30.289 estudantes. De janeiro a julho deste ano, foram gastos quase R$ 13,5 milhões com o Passe Livre – os custos variam de mês a mês, segundo números fornecidos pelo Núcleo de Comunicação Social (N.Com) da prefeitura.



Investimento e custo

Instituído no governo Alexandre Kireeff (Podemos) como um investimento em educação, o Passe Livre garante transporte gratuito para alunos do Ensino Fundamental, Médio, Profissionalizante, Superior e pós-graduação. Entretanto, segundo a equipe de Marcelo Belinati (PP), os custos acabam ultrapassando os valores estimados. Em 2016, a prefeitura gastou R$ 23,8 milhões com o transporte gratuito para estudantes, bem acima dos R$ 14,8 milhões previstos inicialmente na Lei Orçamentária Anual (LOA).

Em maio, Belinati enviou à Câmara PL que modifica o Passe Livre, concedendo o benefício exclusivamente para alunos de baixa renda. O texto já recebeu três emendas – uma delas, restringindo mais o benefício que o previsto pelo Executivo – e ainda deve passar por audiência pública antes de ir a votação. O texto original ainda prevê que, se aprovadas, as novas regras entrem em vigor 30 dias após a sanção.
Luís Fernando Wiltemburg - Redação Bonde

segunda-feira, 31 de julho de 2017

Detran deixa de enviar boleto de licenciamento em casa; veja como emitir guia de pagamento no Paraná

Agora, motoristas devem emitir a guia de pagamento do CRLV (Foto: Divulgação/Detran/PR)A partir deste ano, o boleto do Certificado de Registro e Licenciamento de Veículo (CRLV) não é mais enviado para a casa dos motoristas. Agora, é preciso gerar a guia de pagamento da taxa, segundo o Departamento de Trânsito do Paraná (Detran/PR). A mudança ocorre devido a uma lei federal.
O vencimento ocorre entre agosto e novembro. Consulte o vencimento do seu licenciamento aqui.
O boleto pode ser emitido pelo site do Detran; pelo aplicativo do Detran (disponível para Android e IOS); ou nos totens espalhados em shoppings e supermercados da cidade. Há totens que permitem realizar o pagamento e aceitam cartão de débito de qualquer banco.
Quem preferir, pode ainda procurar os caixas automáticos do Banco do Brasil, que aceitam pagamento com cartão de débito. Também é possível quitar o valor nas agências do Sicredi, Bancoob, Banco Rendimento e seus autorizados.
Veja onde emitir a guia de pagamento:
Aplicativo para smartphone Detran/PR (Android e IOS);
Terminais de Autoatendimento do Detran/PR (Alguns equipamentos contam com opção de pagamento com cartão de débito);
Site do Detran/PR;
Veja onde fazer o pagamento com a guia impressa:
Agências do Banco do Brasil, Sicredi, Bancoob, Banco Rendimento e seus autorizados.
Terminais de autoatendimento do Banco do Brasil, com cartão de débito de qualquer banco para correntistas e não correntistas.
Veja os locais dos terminais de autoatendimento:
Em Curitiba, nos shoppings Palladium, Estação, Crystal, Pátio Batel e Jardim das Américas. Em Maringá, no Shopping Catuai. Em Paranavaí, no Shopping Cidade. Em Foz do Iguaçu, Shopping JL Cataratas. Em em São José dos Pinhais: no Shopping São José. Em Colombo: Shopping Colombo. Em Londrina, nos shoppings Catuaí, Aurora e Londrina Norte.
Nas universidades, os totens estão em Ponta Grossa (Universidade Estadual de Ponta Grossa - UEPG ), em Guarapuava (Universidade Estadual do Centro Oeste - Unicentro), em Bandeirantes (Universidade Estadual do Norte do Paraná - UENP) e em Paranavaí (Universidade Estadual do Paraná -e Universidade Paranaense Paranavaí - UNESPAR E UNIPAR ).
Já nos supermercados de Curitiba, os terminais de autoatendimento estão em cinco regiões: Santa Cândida e Bom Retiro (Supermercados Condor), Centro Cívico (Festval), Portão (Muffato) e no Centro (Associação Comercial do Paraná). Além das instalações nas unidades da autarquia e terminais de autoatendimento do Banco do Brasil.

Contra lei, 98 municípios do Paraná mantêm lixões ou aterros irregulares

Municípios devem enviar o lixo para aterros sanitários, como o de Fazenda Rio Grande, na região de Curitiba (Foto: Weliton Martins/RPC)Noventa e oito municípios do Paraná ainda enviam lixo para locais irregulares e, com isso, descuprem a lei federal da Política Nacional dos Resíduos Sólidos, sancionada em 2010, conforme dados do Instituto Ambiental do Paraná (IAP) obtidos com exclusividade pelo G1.
O conjunto de normas determinou que todas as prefeituras integrassem à política municipal um plano de gerenciamento de resíduos sólidos até 2012 e extinguissem lixões ou aterros inadequados até 2014. Três anos depois, porém, ainda falta muito a percorrer para resolver o problema.
"A gestão de resíduos é de responsabilidade dos municípios. Eles devem ter um planejamento de coleta e destinação: quem vai coletar, como vai ser feita a coleta, a separação dos recicláveis, tudo isso cabe à prefeitura. O grande objetivo é a erradicação dos lixões. Já temos uma situação bem melhor, mas para chegar no 'lixão zero' falta um pedaço", afirma Ivonete Coelho da Silva Chaves, diretora de Monitoramento Ambiental e Controle da Poluição do IAP.
Veja evolução da destinação do lixo no Paraná
Desde a criação da Política Nacional, número de lixões caiu e de aterros sanitários aumentou
Número de municípios
185185
300300
121121
7474
9393
2424
Aterros sanitários
Aterros controlados (irregulares)
Lixões
2013
2017
0
50
100
150
200
250
300
350
Fonte: IAP
Entre as 399 cidades do estado, 24 mantêm lixões municipais — lugares abertos, sem controle ambiental, onde pessoas têm livre acesso para entrar e cavoucar o que os outros jogam fora sem cuidado sanitário algum. Para especialistas, é o pior cenário ambiental e social quando se fala em resíduos.

"Os lixões são muitas vezes mal operados. O que isso pode trazer? Doenças, pessoas que se dispõem do lixo pra alimentação. Isso tem que ser erradicado. Outra questão é a do chorume, que vai atingir corpos hídricos e o próprio solo. Se não for adequado, vai atingir corpos de água subterrâneos, onde muitas vezes há depósitos que as pessoas usam para abastecimento", explica Ivonete.
Outros 74 municípios paranaenses têm aterros controlados, sem a gestão adequada — muitos deles são apenas lixões com acesso restrito, segundo o IAP. Os 301 restantes, por consequência, levam seus resíduos a aterros sanitários que seguem as normas estipuladas pela Polícia Nacional.
Aos inadequados, cabe ao Ministério Público e aos órgãos de fiscalização do estado, como o próprio IAP, cobrarem providências e estipularem metas e prazos às prefeituras, segundo o Ministério do Meio Ambiente. Se o acordo não for cumprido, o município sofre punições, como a aplicação de multas ou o embargo de recursos.
"É fundamental que os municípios cumpram a Legislação, mas é necessário dar estrutura. Muitos deles não têm recursos para fazer o que a Política Nacional determina. Portanto, eu nem falo em multar os municípios, em embargar. O ideal seria o órgão ambiental ou o Ministério Público constituir grupos de trabalhos para, de forma cooperada, ver qual a previsão, qual seria a possibilidade e, aos poucos, implementar esses aterros sanitários", diz o professor e advogado Alessandro Panasolo, especialista em direito ambiental.