sexta-feira, 22 de setembro de 2017

CRIOU COMISSÃO Papa admite que Igreja demorou para enfrentar pedofilia

FotospúblicasO papa Francisco voltou a falar hoje (21) dos casos de pedofilia na Igreja Católica e fez uma de suas declarações mais categóricas sobre os crimes.

Jorge Mario Bergoglio admitiu que o Vaticano "demorou" para investigar os abusos sexuais e anunciou que jamais concederá graça a sacerdotes condenados por esses crimes. "O abuso sexual é um pecado horrível, completamente oposto e em contradição com o que Cristo e a Igreja ensinam", disse o Papa, em um discurso à Comissão Pontifícia para a Proteção dos Menores."A Igreja enfrentou esses crimes com atraso. Talvez a antiga prática de transferir as pessoas [de dioceses], de não enfrentar o problema, adormeceu um pouco a consciência", argumentou.

Fotospúblicas
Fotospúblicas


Segundo Francisco, "apenas um caso de abuso deve bastar para uma condenação, sem recurso de apelação"."Quem for condenado por abusos sexuais pode pedir graça ao Papa, mas eu nunca assinei uma graça desta e nem assinarei", prometeu.

O Papa também comentou que os "escândalos de abusos sexuais são um estrago terrível para toda a humanidade, os quais atingem tantas crianças, jovens e adultos vulneráveis em todos os países e em todas as sociedades". "Foi uma experiência muito dolorosa para a Igreja. Sentimos vergonha pelos abusos cometidos por ministros consagrados, os quais deveriam ser os mais dignos de confiança", criticou.

A Comissão Pontifícia para a Proteção de Menores (CPPM) foi criada em 2014 por Francisco, que assumiu a liderança da Igreja Católica em 2013, após a renúncia de Bento XVI.
Agência Ansa

DEBATES BONDE Você é a favor ou contra a legalização do aborto no Brasil?

Shutterstock
Aborto é um dos temas polêmicos mais discutidos atualmente no Brasil. Os argumentos, tanto das pessoas favoráveis como daquelas contrárias, são variados e refletem posicionamentos que oscilam entre o feminismo, a medicina, a religiosidade, a vulnerabilidade social, os comportamentos sexuais etc.
Para ajudar o leitor a formar ou a rever uma opinião própria, o Portal Bonde, nesta primeira edição da série Debates, encomendou dois textos sobre aborto. O primeiro é favorável à prática e é assinado pela médica Débora Anhaia de Campos. O segundo, contrário, é de autoria da psicoterapeuta Lívia Fortes.

Confira os dois textos abaixo e se permita refletir sobre o assunto.

A favor do aborto

Na perspectiva de defesa dos direitos sexuais e reprodutivos, legalizar o aborto é garantir direito pleno à vida e ao próprio corpo pelas mulheres e por outras pessoas que podem engravidar, como homens transgêneros.

Não existe método contraceptivo 100% eficaz. Mesmo a laqueadura e o DIU têm taxa de falha em torno de 0,5% ao ano. Já os anticoncepcionais orais e injetáveis têm taxa de falha de 5% ao ano e o preservativo masculino, entre 15% e 20% ao ano. Mesmo usando corretamente esses métodos, a mulher e seu parceiro podem engravidar.

Isso significa que a mulher não possui controle pleno sobre o planejamento reprodutivo, criando uma desigualdade de gênero, já que a responsabilidade pela gravidez e pela futura criança recai sobre a mulher, sendo seu corpo e sua vida modificados pela gestação.

Além disso, as mulheres já abortam independentemente de tempo histórico, cultura, religião, etnia, idade, relação estável, condição econômica e formação. Porém, as mulheres pobres, negras e adolescentes são as que mais morrem por procedimentos inseguros realizados por elas ou por clínicas clandestinas.

Muitas mulheres não conseguem também negociar com os parceiros o uso de preservativo. Muitas sofrem estupro conjugal ou são impedidas de usar pílula ou outro método, já que, ao terem vários filhos, são proibidas de trabalhar ou sair de casa.

quinta-feira, 21 de setembro de 2017

Motociclista sofre que durante fuga da PM no Distrito de Quinzópolis

De acordo com o SGT Alves da Polícia Militar de Cornélio Procópio, no início da madrugada de quarta-feira (20), enquanto verificavam uma denúncia que informava a localização de uma moto furtada em Cornélio Procópio e que estaria escondida no Distrito de Quinzópolis, na região de Santa Mariana, uma equipe da PM se deparou com motociclista sem o capacete trafegando pelo distrito em alta velocidade, o qual ao ver a viatura, iniciou fuga.

Diante do fato, podendo se tratar de um veículo furtado, os policiais iniciaram um acompanhamento tático, emitindo sinais sonoros e acionando o giroflex da viatura na tentativa do motociclista acatar a ordem de parada, mas este não obedeceu e seguiu por uma estrada rural, onde veia a sofrer uma queda, relatou o SGT Alves.

O motociclista foi logo abordado e ao ser questionado não soube explicar, alegando que estava com medo de perder o veículo, que estava com irregularidades na documentação.

Ele possuía a devida habilitação, mas apresentava sinais nítidos de embriagues e ao passar pelo bafômetro, o aparelho indicou um volume de álcool em seu sangue de 1.58 ml/g.

Depois de ser encaminhado ao hospital de Santa Mariana e receber atendimento médico devido aos ferimentos que sofreu durante a queda, o motociclista recebeu voz de prisão, sendo encaminhado à delegacia da Polícia Civil da cidade para os devidos procedimentos, finalizou o SGT Alves.

Ao tentar desviar de cachorro na BR 369, motorista vai parar no fundo de barranco com pick-up na região de Cornélio Procópio

De acordo com o SGT Alves da Polícia Militar de Cornélio Procópio, por volta das 4h da madrugada de quarta-feira (20), populares acionaram a PM informando que no Jardim Progresso, havia um cidadão pelas ruas do bairro pedindo socorro, o qual logo desmaiou.

Imediatamente equipes policiais foram até o bairro, onde conseguiram encontrar o cidadão, que já consciente, informou que estaria vindo da cidade de Londrina e teria sofrido um acidente na BR 369 com sua caminhonete.

Disse ainda que o acidente ocorreu próximo à entrada da cidade, no momento que tentou desviar de um cachorro que estava solto na rodovia, vindo o seu veículo a sair da pista, ultrapassar o guardraill e cair em um barranco nos arredores do local conhecido como “Curva da Morte”.

Segundo SGT Alves, a equipe do SAMU foi acionada para prestar socorro à vítima, que reclamava de fortes dores no tórax, a qual foi encaminhada a Santa Casa e na sequência, as equipes policiais foram até o local onde teria ocorrido o acidente e no KM 91, encontraram o veículo no fundo de um barranco de difícil acesso.

As equipes da Policia Rodoviária Federal e Econorte foram informadas e devido dificuldade de chegar até o local e a falta de luminosidade, foi decidido que o carro seria retirado do fundo do barranco ao amanhecer, finalizou o SGT Alves.

ZONA SUL Justiça ouve testemunhas no caso do PM envolvido em morte de adolescente

A 1ª Vara Criminal de Londrina deu início nesta quarta-feira (20) à série de audiências relacionadas ao caso do policial militar Bruno Carnelos Zangirolami, acusado pelo Ministério Público de envolvimento na morte de um adolescente de 17 anos em junho deste ano na zona sul da cidade. O crime aconteceu em frente ao Colégio Estadual Maria José Balzanelo Aguilera, no Conjunto Cafezal. O PM responde o processo em liberdade.

Segundo as investigações da Polícia Civil, a vítima estava fumando maconha com mais dois amigos perto da escola. O policial, que residia
em uma dependência nos fundos da instituição de ensino, optou pela abordagem. Ele teria sacado a arma e atirado no chão, mas o projétil ricocheteou na calçada e atingiu o estudante. Ele morreu no local. Nesta quarta, os dois colegas do adolescente morto foram ouvidos pela

Justiça, além de um capitão da Polícia Militar e a esposa de Zangirolami.

O interrogatório do réu foi remarcado para o dia 22 de novembro. Para o advogado do PM, Eduardo Mileo, "a audiência mostrou que o servidor agiu bem". Ele pontuou que os depoimentos dos amigos que presenciaram o homicídio foram "confusos, já que nenhum soube detahar a distância que o policial estava antes de atirar".

Conforme Mileo, o disparo efetuado foi "de advertência, viável e necessário para aquele momento". A defesa ainda vai arrolar dois PMs ao longo do processo. A versão foi refutada pelo advogado da família do adolescente assassinado, Mancini Júnior. "Pelos que os colegas dele disseram, ficou demonstrada que a atitude do policial poderia ser evitada. A condenação é o único caminho", afirmou.

Com o interrogatório remarcado para novembro, Júnior espera que a sentença da juíza Elisabeth Kather saia até o final do ano. A mãe da vítima, Cristiane Sartori, compareceu ao Fórum, mas acabou dispensada. Em rápida conversa com a reportagem pelo telefone, ela disse que "a dor da perda do filho é muito grande". A morte do adolescente motivou um protesto pacífico de familiares, amigos e professores em frente ao colégio do Cafezal. Na ocasião, faixas e cartazes denunciando a postura do policial foram estampadas no muro e postes da Rua Tarcisa Kikuti.

Em julho, a Justiça restringiu o porte de arma de Bruno Carnelos Zangirolami. Ele também só poderá exercer funções administrativas em destacamentos da Polícia Militar.
Rafael Machado - Grupo Folha

SEM FERIDOS Locomotiva descarrila e tomba em Rolândia

Uma locomotiva descarrilou nesta madrugada (20), por volta da 1h, em um trecho que corta o bairro Planalto, em Rolândia (PR). O veículo estava em um comboio com cinco máquinas, sem vagões, quando saiu dos trilhos. O acidente não comprometeu qualquer via urbana. 

Segundo a concessionária Rumo, que administra o trecho ninguém se feriu. A previsão é que a circulação de trens seja liberada ainda nesta manhã. A empresa abriu uma sindicância para apurar as causas do descarrilamento.

CAMPO LARGO Acidente provoca incêndio de sete veículos e deixa dois mortos e dois feridos graves

Divulgação/PRF
Duas pessoas morreram e duas ficaram gravemente feridas após um acidente envolvendo uma carreta e seis carros na Região Metropolitana de Curitiba, no final da noite desta quarta-feira (20). Todos os veículos pegaram fogo no quilômetro 101 da BR-277, próximo ao município de Campo Largo, por volta das 22h.

Divulgação/PRFDe acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), o motorista da carreta, que transportava fertilizantes, não reduziu a velocidade próximo a uma obra, não conseguiu frear a tempo e provocou o engavetamento. Um dos carros foi atropelado e ficou carbonizado sob as ferragens da carreta.

As duas vítimas fatais estavam em um dos veículos de passeio. Outras duas foram internadas em estado grave, segundo a PRF. Os nomes das vítimas não foram divulgados.

A concessionária responsável pela rodovia, a CCR RodoNorte, informou que o local da obra estava devidamente sinalizado e o condutor da carreta não respeitou as placas para redução da velocidade. A BR-277 ficou bloqueada no local do acidente até o final da madrugada desta quinta-feira (21).

AGRESSÕES DE TODOS OS TIPOS Trote violento: um problema que persiste na UEL

Anderson Coelho/Grupo FolhaO trote violento é considerado falta grave na Universidade Estadual de Londrina (UEL) desde 2008. De acordo com os artigos 184 e 185 do Regimento Geral, os estudantes flagrados nessa prática podem ser suspensos ou excluídos dos cursos, sem prejuízo às medidas legais civis ou criminais cabíveis. Apesar disso, os trotes violentos continuam acontecendo. Talvez não tão visivelmente, mas perduram, como mostram os depoimentos obtidos ao longo do último mês pelo Portal Bonde, em relação a fatos que se deram nos últimos nove anos.

O trote violento pode ser físico, psicológico ou moral. "As agressões já começam na hora em que você recebe a lista de aprovação. Havia um grupo no Facebook, o ‘MED UEL’, em que todos os veteranos e pessoas formadas começavam a opressão ali mesmo. Era um ar de terrorismo", conta uma pessoa que cursa medicina na UEL. Nesse grupo, que não existe mais, eram listados os deveres dos calouros, dentre os quais a obediência aos veteranos.

Sobre esse grupo no Facebook, a mesma pessoa relata que, alguns anos atrás, uma menina passou no vestibular da UEL, mas estava esperando também o resultado de um processo seletivo em Santa Maria (RS). "Ela disse que não iria fazer as coisas do trote porque a primeira opção dela era Santa Maria. Aí teve uma pessoa que escreveu assim para ela: ‘você deveria ter morrido na Boate Kiss’. E essa menina teve parentes que morreram na boate, ela estava no dia [da tragédia] na boate."


Outra pessoa que estuda medicina afirmou que, mesmo com o fim do grupo no Facebook, o calouro continua a sofrer perseguições caso não obedeça aos veteranos nos trotes. "Não fui às festas que tiveram [depois do início do curso] porque me ameaçaram, falaram que se eu fosse não voltaria com vida."

A primeira pessoa disse que a maioria dos alunos de medicina é de outras cidades e Estados e, diante da opressão, muitos deles se sentem amedrontados. "Pensa: você vem para uma cidade nova e já começa a sentir medo, a se sentir coibido, a não ser mais o que você é. Porque você tem de ficar calado, você é oprimido a aceitar tudo o que vem. Porque tem aquela ideia de inclusão: se você não fizer, não vai estar dentro daquilo, não vai ser da ‘Família Med UEL’ e vai se dar muito mal porque não se enquadra."

Essa mesma pessoa relatou o seu primeiro dia de trote na UEL. "Vi amigos meus levando cuspidas na cara. Vi amigo meu levando tabefe. Meninas sendo forçadas a beber. Faziam o calouro ajoelhar em pedras e ficavam umas quatro, cinco pessoas gritando em cima. Coisas que não têm explicação. Como você recebe alguém novo assim? Não tem explicação para tratar alguém mal, ainda mais nesse contexto no qual a pessoa vem de fora, abandona a família."

O trote do ano em questão não se resumiu ao primeiro dia de aula. No segundo dia, continua a pessoa, "você tem de fazer posições sexuais com o colega, as meninas tinham de fazer essas posições. Se você for feminista, pior ainda. Aí é que você sofre com o machismo. Porque quando eles identificam uma pessoa militante, aí eles vão fazer questão de usar isso para te humilhar. Eles tratam o trote como opcional. Só que, quando você vai, é obrigado a aceitar qualquer coisa. Eles falam que vão dar opção, mas no final a coerção é tão grande que você acaba se sentindo obrigado a fazer pela inclusão e pela pressão do momento. Tudo isso vai formando a pessoa com a graduação, porque você acaba sendo descaracterizado. A violência passa a se tornar natural, banalizada. Cuspir na cara de alguém passa a não ser algo errado. Dar um tapa em alguém deixa de ser algo errado. Você xingar alguém deixa de ser algo errado. Você fazer coisas ruins para outra pessoa deixa de ser algo errado porque tem um contexto."

Outra pessoa, estudante de medicina veterinária, também relatou abuso no trote à reportagem. "Eles faziam as meninas ciscarem no milho que jogavam no chão. Eles davam uns apelidos degradantes para meninas, com conotação sexual. Quando a menina era gorda, era pior. E quando a menina era bonita, os meninos ficavam em cima assediando, fazendo várias perguntas inadequadas."

No entanto, de acordo com essa pessoa, a perseguição não existe após o trote. "Durante o trote, há pessoas que menosprezam as outras, mas quando o trote acaba, na medicina veterinária, a perseguição não existe mais. Há, sim, na semana do trote, uma hiperssexualização de meninas que são bonitas e uma perseguição a meninas gordinhas. Mas agora isso tem diminuído porque tem muita mulher no curso. Este ano houve denúncia de assédio. Trotes desse tipo ainda continuam mas têm cada vez menos adeptos."

"A medicina, que era um sonho muito grande na minha vida, no primeiro ano passou a ser um pesadelo"

De acordo com o relato de uma das pessoas que estudam medicina atualmente, quem se manifesta contrariamente ao trote, às músicas e à opressão é perseguido no curso – e todos que se relacionam com essa pessoa também. Houve uma turma que começou a questionar os trotes e a propor alternativas, mas, segundo o relato, tornou-se chacota dos estudantes adeptos das violências física e psicológica.

JOÃO ARRUDA ENTREGA TERMO DE COMPROMISSO PARA CONSTRUÇÃO DA NOVA ESCOLA SANTA TEREZINHA


A imagem pode conter: 5 pessoas, pessoas sorrindo, pessoas em pé
A imagem pode conter: 4 pessoas, pessoas sorrindo, pessoas em pé, árvore, criança e atividades ao ar livre
A imagem pode conter: 1 pessoa, em pé
Hoje 15/09/17 sexta feira foi um dia especial para Bandeirantes , em especial para a educação , o deputado João Arruda trouxe hoje o documento que libera quase 5 milhões para a reconstrução da escola Santa Terezinha e também mais 500 mil para compra de equipamentos para a área da agricultura. O deputado João Arruda disse em entrevista hoje ao jornal operação cidade ( rádio Cabiuna) e também ao jornal Tnews (rádio T) que foi uma longa batalha para conquistar essa verba para a reconstrução da escola. " Eu me comprometi em dezembro de 2016 quando a escola foi incendiada e enquanto não foi empenhado com o dinheiro na conta do município eu não sosseguei , esse é só o primeiro passo , de um longo caminho, porém agora estou mais aliviado em poder ajudar com políticas públicas a comunidade de Bandeirantes." O deputado também disse que mais 500 mil foi liberado para compra de equipamentos para a área da agricultura deste município. " Sei das dificuldades da secretaria da agricultura que precisa constantemente de manutenção e esse dinheiro vai ajudar muito na compra de equipamentos em geral, aqui tive recorde de votos e não faço mais que minha obrigação em trazer benefícios para esta cidade que gosto tanto e que sou tão bem recebido quando venho a Bandeirantes."O Prefeito Lino agradeceu o deputado e ressaltou o empenho do ex prefeito Celso Silva e toda equipe da prefeitura que na época agilizou para protocolar todos os documentos para que fosse feito para este ano está emenda, ele também agradeceu os vereadores , na segunda feira todos os detalhes desta vinda do deputado João Arruda a cidade de Bandeirantes no Jornal T News.

terça-feira, 19 de setembro de 2017

Jovem de 17 anos é agredido no Jardim Cristo Rei, em Cornélio Procópio

Na noite de segunda-feira (17), por volta das 21h, equipes da Polícia Militar e SAMU de Cornélio Procópio se dirigiram até a Rua Demétrio Liache, no Jardim Cristo Rei, onde um jovem de 17 anos teria sido agredido e ao chegarem, constataram o fato.

De acordo com o socorrista Natalício do SAMU, a vítima foi encontrada sentada na guia, estando à mesma consciente e orientada, sendo amparada por populares.

Segundo o socorrista, o jovem teve um sangramento pelo nariz, que logo cessou e reclamava de dores na região cervical e lombar, sendo necessário ele ser imobilizado e encaminhado até a Santa Casa.

Conforme registrado pela PM, em contato com a moradora da residência na qual a vítima foi encontra na frente, o jovem é namorado de sua filha de 15 anos e que não concorda com tal namoro.

Momentos antes ao retornar da casa de parentes junto com sua filha, ouviu o pedido de ajuda do rapaz, que se encontrava caído nos fundos da casa, não informando como teria chego até ali, nem tampouco o motivo das lesões.

Alguns populares, entretanto, disseram acreditar que o rapaz na tentativa de encontrar a adolescente acabou pulando o muro dos fundos, que possui cerca de quatro metros de metros de altura e caiu.

Posteriormente ao atendimento, o a rapaz relatou à equipe que após ser proibido de se aproximar da jovem, teria ido até sua casa a fim de uma reconciliação, mas como não encontrou ninguém resolveu esperar sentado na calçada e que nesse momento levou uma pancada na cabeça, não tendo tempo de visualizar o autor da agressão, que se lembra apenas de umas três vozes o ameaçando e dizendo para se afastar dali, informou a PM.

PM encontra corpo de jovem de 19 anos com dez perfurações de arma de fogo nos arredores do Conjunto Ayrton Senna, em Cornélio Procópio

Na madrugada de terça-feira (18), por volta da meia noite, a Polícia Militar de Cornélio Procópio recebeu informações sobre o desaparecimento da pessoa de Lucas Souza Batista, de 19 anos (foto), também conhecido como “Luquinha”, que teria entrado em uma mata na região do Conjunto Ayrton Senna junto a mais três pessoas por volta das 17h e não mais retornou.

De acordo com o Subtenente Carlos da Polícia Militar, uma operação de busca foi realizada na mata, que é bastante fechada e depois de cerca de três horas de procura, os policiais encontraram o corpo do jovem já em óbito, com cerca dez perfurações provavelmente causadas por arma de fogo no corpo da vítima.

A Polícia Civil foi acionada para a perícia no local e liberação do corpo, que foi enviado para o Instituto Médico Legal de Londrina.

Após primeira análise na rigidez do corpo, acredita-se que o jovem foi morto durante a tarde de segunda-feira.

Investigações já foram iniciadas e tanto a Polícia Militar, como a Polícia Civil, buscam informações, contudo, o Subtenente Carlos adiantou que as quatro pessoas que estariam com Lucas na mata foram identificadas, inclusive seu primo, um menor de 17 anos de idade, que ao ser encontrado, apresentava ferimentos provocados por quedas, seguindo o mesmo para o atendimento médico.

A PM foi até a casa dos outros três, onde não foram encontrados, sendo os policiais informados pelos familiares que ele não voltaram para as suas devidas residências.

No local do crime foram encontrados roupas, óculos, um projetil e outro objetos, que foram recolhidos para perícia, informou o Subtenente Carlos.

Para a PM, o crime possivelmente trata-se de divergências de grupos rivais que disputam o controle do tráfico de drogas entre os conjuntos Ayrton Senna e Fortunato Sibin, havendo até ataques que ocorreram no passado, que podem ter culminado na morte do jovem Lucas, finalizou o Subtenente Carlos.

Motorista morre em acidente de caminhão na BR-277, no oeste do Paraná

Vítima chegou a ser socorrida com vida, mas morreu no hospital (Foto: Divulgação/PRF)Um homem de 21 anos morreu na noite desta segunda-feira (18), em um acidente no km 455, da BR-277, em Laranjeiras do Sul, no oeste do Paraná. De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), o caminhão que ele dirigia tombou perto do trevo de acesso à cidade.
Conforme a PRF, o motorista não usava cinto de segurança e foi ejetado da cabine após o tombamento. O rapaz acabou sendo esmagado pelo veículo.
Ele chegou a ser socorrido com vida, mas acabou morrendo ao chegar ao hospital.

Roberto Teixeira deve ser ouvido por Moro em ação que envolve Lula nesta terça-feira

Advogado Roberto Teixeira é um dos réus de ação penal que envolve Lula  (Foto: Reprodução/TV Globo)O advogado Roberto Teixeira, que é réu em um processo da Operação Lava Jato que envolve o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, deve ser ouvido pelo juiz Sérgio Moro na manhã desta terça-feira (19). A audiência está marcada para começar a partir das 10h e deve ser realizada por videoconferência com São Paulo.
A ação penal acusa Teixeira de ter ajudado a intermediar um pagamento de propina da Odebrecht ao ex-presidente Lula.
Inicialmente, Teixeira seria ouvido no mesmo dia em que Lula prestou depoimento a Sérgio Moro, no mesmo processo. No entanto, o advogado foi internado no dia 5 de setembro, vítima de insuficiência cardíaca. A defesa dele protocolou um pedido ao juiz para que remarcasse a oitiva.
Depois do depoimento de Teixeira, o processo chegará à fase final. O MPF e as defesas poderão pedir as últimas diligências. Caso isso não ocorra, o juiz determinará os prazos para que as partes apresentem as alegações finais.
Em seguida, os autos voltam para Moro, que vai definir a sentença, podendo condenar ou absolver os réus. Não há prazo para que a sentença seja publicada.
Entenda a denúncia
Segundo a denúncia, a Odebrecht comprou um terreno para a construção de uma nova sede para o Instituto Lula. A empreiteira também teria comprado um apartamento vizinho ao que o ex-presidente mora, em São Bernardo do Campo. O imóvel é alugado desde 2002 e abriga, principalmente, os seguranças que fazem a escolta de Lula.
De acordo com o MPF, os dois imóveis fazem parte de um total de R$ 75 milhões em propinas que foram pagas pela Odebrecht a funcionários da Petrobras e políticos, após a empresa firmar oito contratos com a estatal. De acordo com a denúncia, a parte de Lula foi repassada com a intermediação do ex-ministro Antônio Palocci e do assessor dele, Branislav Kontic.

O imóvel que seria para o Instituto Lula fica em São Paulo, na Rua Haberbeck Brandão. O MPF afirma que o terreno foi comprado pela Odebrecht, usando o nome de outra empreiteira, a DAG. Apesar das negociações terem sido feitas e a DAG ter adquirido o imóvel, nada foi construído no local.
Já a compra do apartamento, de acordo com a denúncia, foi realizada com o auxílio de um parente do pecuarista José Carlos Bumlai. Conforme o MPF, Glaucos da Costamarques serviu de "laranja" para adquirir o imóvel para Lula, já que o apartamento era alugado desde que ele chegou à Presidência.
Ao todo, oito pessoas foram denunciadas neste processo: Lula, Palocci, Kontic, Paulo Melo, Demerval Galvão, Glaucos da Costamarques, Roberto Teixeira e Marcelo Odebrecht. A ex-primeira-dama Marisa Letícia também constava na denúncia, mas teve o nome retirado após a morte dela.
Desde que foi denunciado, Lula tem negado o recebimento de propinas e o favorecimento da Odebrecht. A defesa diz que o MPF não tem provas que sustentem a denúncia.
Quer saber mais notícias do estado? Acesse o G1 Paraná.

ARGENTINA Jogador de futebol é condenado à prisão por abuso sexual

O jogador Alexis Zárate foi condenado na segunda-feira (18) a seis anos e meio de prisão por abuso sexual. A Justiça argentina confirmou o veredicto do lateral de 23 anos, que atua no Temperley, da primeira divisão do país. No entanto, ele seguirá em liberdade enquanto o caso é julgado em instâncias superiores.
Zárate pegou a pena mínima prevista no código penal argentino para casos de "abuso com acesso carnal". O crime foi cometido em 2014 e a vítima é Giuliana Peralta, que tem a mesma idade do jogador. O tribunal considerou que a condenação não deveria ser imediata, o que permitirá que ele fique em liberdade até que a corte superior dê o seu parecer.

"Eu fiquei três anos e meio 'presa', enquanto ele estava em liberdade. E vai seguir livre! Espero que haja justiça. Por mim e por todas as garotas que possam chegar a passar pela mesma situação", disse Peralta, visivelmente emocionada, após escutar a sentença.


Em 2014, Peralta se relacionava com outro jogador, Martín Benítez, que na época atuava com Zárate no Independiente. Em uma certa data, o casal passou a noite na casa do lateral. Quando já estava dormindo, Peralta foi surpreendida por Zárate e acordou com o jogador sobre ela.

De acordo com a vítima, Benítez nada fez para defendê-la. Pelo contrário, de acordo com Peralta, o jogador tentou convencê-la de acobertar o caso para não prejudicar Zárate. Por isso, a advogada de Peralta, Raquel Hermida Leyenda, já avisou que agora entrará com processo também contra Benítez.

Zárate argumentou que teve relações consentidas com a mulher e manteve sua versão na segunda-feira. "Vamos seguir, esperar como tudo isso vai seguir. Mas desde o primeiro dia estive tranquilo e sempre confiei em Deus, que vai me livrar de tudo. Ela mentiu em tudo. Sei que Deus é justo e a verdade vai aparecer."

De 2014 para cá, Zárate perdeu espaço no Independiente e foi emprestado ao Temperley, no qual está liberado para atuar após a decisão do tribunal nesta segunda. "A carreira esportiva do Zárate já está encerrada. Em nenhum país do mundo vão aceitar um jogador de futebol condenado por abuso sexual", afirmou Leyenda.
Agência Estado

VIOLÊNCIA Estudante de 18 anos sofre estupro coletivo em Peruíbe

Uma estudante de 18 anos foi estuprada por ao menos três homens, dois deles adolescentes, na noite de sábado (16), na região central de Peruíbe, litoral sul do Estado de São Paulo. Um dos suspeitos teria gravado o estupro usando a câmera de um celular. A jovem, que estava embriagada, desmaiou durante o ataque e só voltou a si quando já era atendida na Unidade de Pronto-Atendimento (UPA) da cidade. Na tarde de segunda-feira (18), a Polícia Civil deteve três suspeitos do crime.

A garota contou que estava conversando e bebendo com amigos na Praça Melvin Jones, próximo do terminal de informações turísticas de Peruíbe, quando começou a passar mal em razão da embriaguez. Três rapazes se dispuseram a levá-la para casa, mas, no trajeto, a carregaram para o banheiro do estacionamento de um edifício, a uma quadra da praça. A estudante relatou que, nesse local, foi jogada ao chão, teve as roupas arrancadas e foi estuprada. Antes de desmaiar, ela viu um deles usando o celular para filmar o outro que a violentava.

De acordo com o delegado Bruno Mateo Lázaro, pela imagem de câmeras instaladas na praça e pelo depoimento de testemunhas, foi possível identificar os dois suspeitos adolescentes. Eles são moradores do prédio em cujo estacionamento a vítima foi violentada e indicaram o cúmplice maior de idade. Exames preliminares realizados no Instituto Médico Legal (IML) confirmaram que houve abuso sexual. Além disso, a jovem apresentava hematomas e ferimentos nos braços.


Conforme o delegado, os suspeitos foram ouvidos e não negaram os crimes. "Representamos à Justiça pela prisão temporária do maior de idade, que tem 18 anos, e pela apreensão cautelar dos dois adolescentes, que têm 17 e 15 anos", disse. Ainda segundo o delegado, a vítima relatou ter visto um dos rapazes usando um celular para filmar o estupro. "Os suspeitos negaram, mas podem ter apagado a filmagem. Vamos fazer a perícia nos aparelhos, se for necessário."

Eventual participação de outras pessoas no crime também não está descartada. "Por enquanto, os elementos indicam que foram os três, mas as investigações continuam", disse. Ainda segundo o delegado, o fato de a jovem estar embriagada agrava o crime, já que ela nem sequer poderia opor resistência. Se condenado, o maior de idade pode pegar de 8 a 15 anos de prisão. A vítima vai receber acompanhamento médico e psicológico.
Agência Estado

POLÊMICA Jean Wyllys chama decisão de juiz sobre "cura gay" de "aberração jurídica"

O deputado federal Jean Wyllys (PSOL-RJ) definiu como "aberração jurídica" a decisão do juiz federal da 14ª Vara do Distrito Federal Waldemar Cláudio de Carvalho, que concedeu liminar abrindo brecha para que psicólogos ofereçam a terapia de reversão sexual. Conhecida como "cura gay", o tratamento é proibido pelo Conselho Federal de Psicologia desde 1999 e já foi alvo de embate entre os parlamentares ligados à defesa dos Direitos Humanos e a bancada evangélica no Congresso Nacional.

Wyllys avisou que vai promover uma mobilização no Parlamento e se aliar ao Conselho Federal de Psicologia para recorrer da decisão do juiz federal. "É uma aberração jurídica, como outras que acontecem no País. Como é que o Judiciário se presta a isso? O Judiciário não está agindo de acordo com a Constituição", comentou.

A decisão do juiz federal atende a pedido da psicóloga Rozângela Alves Justino em processo aberto contra o colegiado, que aplicou uma censura à profissional por oferecer a terapia aos seus pacientes. Segundo Rozângela e outros psicólogos que apoiam a prática, a resolução do conselho restringia a liberdade científica. "Em nome de que ciência ela está falando? É uma loucura o que a gente está vivendo", acrescentou o deputado.


Wyllys observou que a psicóloga que encabeça a ação é ligada à bancada evangélica e acredita que o preconceito norteou a decisão judicial. "Eles [da bancada evangélica] estão apelando ao Judiciário", concluiu.

Em julho de 2013, a Câmara dos Deputados arquivou um projeto que derrubava a determinação do conselho e permitia o tratamento por psicólogos de pacientes que quisessem "reverter" a homossexualidade. De autoria do deputado João Campos (PRB-GO), o até então deputado tucano não teve o apoio de sua própria bancada na época e, sob pressão, retirou a proposição de tramitação. O projeto já tinha sido aprovado na Comissão de Direitos Humanos da Casa durante a gestão do polêmico Pastor Marco Feliciano (PSC-SP). Como o projeto foi retirado da tramitação, só poderia ser reapresentado na legislatura seguinte, ou seja, hoje pode ser proposto novamente por qualquer parlamentar.
Agência Estado

LONDRINA Restos de ossada humana são encontrados dentro de buraco na zona norte

Restos de ossos humanos carbonizados foram encontrados dentro de um buraco em uma ampla área rural localizada aos fundos do Conjunto Chefe Newton Guimarães, na zona norte de Londrina. As informações são do perito do Instituto de Criminalística de Londrina, Fábio Mira.

De acordo com o perito, foram encontrados restos de ossada humana dentro de um buraco de aproximadamente 1 m de largura, por 2,5 m de comprimento e 1 m de profundidade. "A vítima teria sido morta e desovada neste local. Ao que tudo indica, o crime foi planejado previamente com a elaboração do buraco. Na sequência, vários pneus foram colocados em cima do corpo e, em seguida, atearam fogo. Não sobrou quase nada. Apenas um pouco do crânio e parte do tórax, além de pequenos ossos."

A única informação sobre características da vítima, é que ela seria de baixa estatura. "Não dá para informar outras características para contribuir com a identificação da vítima. As vestes estavam bastante prejudicadas, não foi possível ver nem a cor do tecido."


Fernanda Circhia - Redação Bonde

PROBLEMA PARA O ESTADO Sucateadas, cadeias públicas são 'bomba-relógio' no Norte do Paraná

Bruno Passadore/DPPR/DivulgaçãoSuperlotação, falta de higiene e fugas constantes. Esta é o realidade de grande parte das cadeias públicas do Norte do Paraná. Apesar de serem construídas para abrigarem apenas presos provisórios, quase 10 mil detentos estão instalados em cadeias públicas ao redor do Estado, número muito maior que o ideal. Deste número, cerca de 70% são provisórios, com quase 3 mil já condenados. Os dados são da Secretária de Estado de Segurança Pública (Sesp).

A situação atrapalha a rotina de trabalho, principalmente de policiais civis que ficam com a responsabilidade de vigiar os detentos e acabam sofrendo desvio de funções.

É o que acontece na cadeia pública de Arapongas. O local tem capacidade para comportar 40 detentos, mas abriga 155. O problema gera também fugas de presos. Foram quatro desde janeiro deste ano. Na última delas, no dia 11 passado, dois detentos conseguiram pular o muro do local. Apenas um foi capturado.

"É um problema estrutural. O prédio foi construído na década de 60. Há buracos, tijolos fora do lugar. É um prédio saturado, com uma superpopulação de detentos e apenas 14 servidores. Tudo isso é um grande facilitador de fugas", relata Maristela Cristina Blum, chefe e subchefe da cadeia pública de Arapongas.

Em março, a Defensoria Pública do Paraná entrou com uma ação contra o governo estadual para interditar a cadeia. A ação foi elaborada pelo Núcleo de Cidadania e Direitos Humanos da defensoria e visava chamar a atenção para a superlotação e a falta de higiene no local. Contudo, a Justiça, por meio do juiz da Vara da Fazenda Pública de Arapongas, Evandro Luiz Camparoto, negou a liminar. Na decisão, o magistrado afirmou que a cadeia pode esperar o trâmite do processo normalmente.

De acordo com Maristela, melhorias na estrutura do prédio é um pedido antigo da administração da cadeia. "Nós já chamamos a atenção para o problema muitas vezes. Muita coisa já aconteceu aqui, fugas, problemas com falta de higiene", desabafa.

Em Rolândia, o cenário é parecido. São 97 detentos em um local com capacidade para 48. Segundo o delegado Bruno Silva Rocha, a situação é insustentável para os profissionais. "Os agentes não têm treinamento para exercer essa função. Aqui, nós temos um terço do que seria necessário para a investigação e ainda preciso deslocar um efetivo grande para cuidar dos detentos."

De acordo com o delegado, a presença dos detentos que já foram julgados fazem das cadeias uma bomba relógio para o Estado. "A grande maioria já foi julgada, condenada, eles estão aqui de forma ilegal. Sem esses presos, ficaríamos com um terço dos detentos que abrigamos hoje. Seria o ideal."

Outra cidade que vive situação semelhante é Maringá. No começo deste mês, após fazerem um agente refém, 18 detentos fugiram pelo teto do local. No momento da fuga, havia 80 detentos na cadeia. A capacidade é para 16.

Os problemas se repetem. Em Ibiporã, são 155 detentos espremidos em um espaço para 35. Segundo o delegado Vitor Dutra de Oliveira, além da superlotação, os policias enfrentam dificuldades para controlar os detentos, devido à proximidade da cadeia com a rua.

"Isso facilita a aproximação das pessoas. Celulares são constantemente recuperados dentro das celas. São pessoas que arremessam por cima da carceragem", conta.

O delegado também sofre com a falta de servidores. "São cerca de dez funcionários, é muito pouco para uma cadeia com 155 detentos. Ainda temos de cuidar do atendimento da população e das investigações".

Em Cambé, a capacidade é para abrigar 40 detentos, contudo, atualmente há 200 no local. A cidade sofreu uma das maiores fugas deste ano registradas no Paraná. Foram 31 detentos que cavaram um buraco e conseguiram fugir do local. Apenas três foram recapturados.

Soluções

A solução para o problema das cadeias públicas do Estado passa pela construção de novas cadeias e pelo desafogamento dos profissionais que atuam nesses locais. "É muita gente. O ideal seria não termos chegado nessa superlotação. Mas, agora, precisamos construir novos locais para esses presos provisórios se instalarem", relata Vitor Dutra.

Bruno Silva, delegado de Rolândia, vai além e cita os problemas financeiros das delegacias. "As vezes temos de passar os nossos próprios recursos para a manutenção do local. Isso não poderia acontecer. Além disso, a contratação de um efetivo maior também seria importante para resolver a médio prazo a situação."

A reportagem entrou em contato com a assessoria de imprensa do Departamento Penitenciário do Estado do Paraná (Depen), para saber as soluções que estão sendo pensadas para os problemas apontadas na reportagem, porém, até o fechamento deste texto, não obteve resposta.
Danilo Brandão - Redação Bonde

segunda-feira, 18 de setembro de 2017

INGRESSOS À VENDA Padre Fábio de Melo se apresenta em Arapongas em novembro

Reprodução/InstagramUm dos padres mais queridos do Brasil se apresentará em Arapongas no final do ano. Fábio de Melo vai à Arapongas para apresentar o show da turnê 'A estrada sou eu'.

O show aconterá no dia 25 de novembro, no Centro de Eventos Expoara (R. Guaratinga, 4455), e tem previsão de início às 21 horas. O primeiro lote de ingressos está à venda por R$ 38,00. A renda será revertida para a para a construção da Gruta de Nossa Senhora de Lourdes, no Parque da Redenção, em Apucarana

METEOROLOGIA Semana começa sem chuva e com temperaturas na casa dos 30ºC

Por enquanto, não há previsão de chuva para a semana que começa neste domingo (17) em Londrina.

De acordo com o Instituto Tecnológico Simepar, o calor continuará até pelo menos quarta-feira (20).

A mínima prevista, de 18ºC, deve ser registrada na segunda (18), terça (19) e quarta-feira (20).


Já a máxima, de 35ºC, é esperada para quarta-feira (20).

Neste domingo (17), os termômetros devem oscilar entre 19ºC e 34ºC.
Redação Bonde

VIOLÊNCIA Suposto conflito entre gangues rivais deixa três mortos em Londrina

Lais Taine/Grupo FolhaTrês pessoas foram mortas e uma ficou ferida no início desta tarde de sábado (16) no Parque das Indústrias e Ouro Branco, zona sul de Londrina. Um conflito entre gangues rivais teria sido o motivo do crime. As Polícias Civil e Militar estiveram no local.

Segundo o Aspirante Oficial da PM Carlos Gustavo de Lima Dias, dois homens passaram de motocicleta pela rua Crisântemo, Parque das Indústrias, e dispararam contra diversas pessoas que estavam em uma praça. Uma delas foi atingida e chegou a ser socorrida pelo Samu, mas não resistiu aos ferimentos e morreu na ambulância.

Após o primeiro ataque, os indivíduos seguiram para a rua dos Gerânios, Parque Ouro Branco, bairro vizinho, e efetuaram novos disparos que atingiram três pessoas. Duas morreram no local, incluindo uma senhora que passava pela rua vendendo pães. Outra foi levada ao Hospital da Zona Sul e até o fechamento desta matéria a vítima corria risco de morte.

Um morador, que não quis se identificar, afirmou que foram mais de 10 disparos. "Eu estava na minha casa dormindo e ouvi o barulho, pensei que eram fogos de artifício de tantos disparos que ouvi, percebi o que havia acontecido depois que eu vi as viaturas", afirma.

O PM Dias afirmou que o que poderia ter gerado os ataques seria uma disputa de poder entre gangues rivais que já vêm se desencontrando desde o início do ano. Até o fim da tarde, os nomes das pessoas envolvidas não havia sido divulgado pela polícia.
Lais Taine/Grupo Folha

DANOS MATERIAIS Tremores de terra assustam moradores da região serrana do Paraná

Tremores de terra foram registrados na madrugada desta segunda-feira (18) em várias cidades da região serrana do Paraná, entre elas Rio Branco do Sul. De acordo com o Corpo de Bombeiros do município, o tremor ocorreu por volta da 1h15 e durou poucos segundos. A corporação informou ainda que o tremor foi sentido também em Tamandaré, Itaperuçu e Campo Magro.

Segundo o Corpo de Bombeiros, após os tremores vários moradores dessas cidades paranaenses postaram no Twitter e no Whatsapp mensagens com relatos sobre o acontecimento e imagens com pequenos danos em suas residências, como vidros quebrados e rachaduras. A corporação, no entanto, até as 6h, não havia recebido chamados de socorro.
Agência Brasil

Nilmar trata depressão e pode não jogar mais pelo Santos em 2017

Nilmar trata depressão e pode não jogar mais pelo Santos em 2017: Departamento médico santista também já colocou o atleta para ter o acompanhamento de uma psicólogaNilmar pode não voltar a vestir a camisa do Santos em 2017. O atacante tem tomado remédios para se livrar de uma depressão e corre risco de não ter mais condições de atuar na temporada.

O departamento médico santista também já colocou o atleta para ter o acompanhamento de uma psicóloga. Contratado em julho, ele atuou por apenas 39 minutos pela equipe da Vila Belmiro. Ele saiu do banco de reservas para tentar ajudar seus companheiros em dois empates: contra o Cruzeiro e contra o Coritiba.

+ CBF sobe valor de ingressos para jogo da seleção e encara críticas

Nos dias que antecederam o clássico contra o Corinthians no último domingo, o clube havia divulgado que ele estava fora de combate por estar com conjuntivite.

Quando se apresentou ao Santos, Nilmar não disputava uma partida oficial havia 14 meses. Com histórico de lesões graves no joelho, o atacante mostrava confiança que não enfrentaria mais problemas que o afastariam dos gramados.

Com passagens por Corinthians, Internacional, Lyon e seleção brasileira, o atleta de 33 anos desembarcou no CT Rei Pelé para ser a estrela do ataque santista. (Folhapress)

quinta-feira, 14 de setembro de 2017

DESVIO DE RECURSOS Polícia Federal prende reitor da Universidade Federal de Santa Catarina

Henrique Almeida/UFSCA Polícia Federal (PF), em trabalho conjunto com a Controladoria Geral da União e o Tribunal de Contas da União, deflagrou nesta quinta-feira (14) a Operação Ouvidos Moucos. O reitor da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) foi preso na ação contra um esquema que supostamente desviou recursos para cursos de Educação a Distância (EaD).

Em nota, a PF informou que cerca de 105 policiais federais cumprem mandados judiciais expedidos pela 1ª Vara da Justiça Federal em Santa Catarina, sendo 16 mandados de busca e apreensão, sete mandados de prisão temporária e cinco mandados de condução coercitiva, além do afastamento de sete pessoas das funções públicas que exercem. Os mandados estão sendo cumpridos em Florianópolis, Itapema/SC e Brasília.

Os alvos da Operação Ouvidos Moucos são investigados pelos crimes de fraude em licitação, peculato, falsidade documental, estelionato, inserção de dados falsos em sistemas e organização criminosa.

As investigações começaram a partir de suspeitas de desvio no uso de recursos públicos em cursos de Educação a Distância oferecidos pelo programa Universidade Aberta do Brasil - UAB na UFSC. A operação policial tem como foco repasses que totalizam cerca de R$ 80 milhões.

Foi identificado que docentes da UFSC, empresários e funcionários de instituições e fundações parceiras teriam atuado para o desvio de bolsas e verbas de custeio por meio de concessão de benefícios a pessoas sem qualquer vínculo com a Universidade. O programa UAB foi instituído em 2006 pelo governo federal com o objetivo de capacitar prioritariamente professores da rede pública de ensino em regiões afastadas e carentes do interior do país.

No total serão cumpridas sete buscas e apreensões em setores administrativos da Universidade Federal de Santa Catarina e de Fundações constituídas para o fomento às atividades de ensino, pesquisa e extensão acadêmica. Também ocorrem nove buscas e apreensões em endereços residenciais de docentes, funcionários e empresários.

Um dos alvos da ação dos policiais é um depósito de documentos ainda não analisados pelos órgãos de fiscalização localizado na região norte da ilha, distante do campus da UFSC. A Justiça Federal determinou ainda que a unidade central da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes), em Brasília, forneça imediatamente à PF acesso integral aos dados dos repasse para os programas de EaD da UFSC.

Os indícios sob investigação apontam que professores, especialmente docentes do Departamento de Administração (um dos que recebe a maior parcela dos recursos destinados ao Ead da UFSC); funcionários das instituições e fundações parceiras; bem como empresários ligados às fraudes, tenham atuado em conjunto para desviar valores repassados pela Capes à UFSC. Em alguns casos, bolsas de tutoria foram concedidas até mesmo a pessoas sem qualquer vínculo com as atividades de magistério superior em Ead, inclusive parentes de professores que integravam o programa receberam, a título de bolsas, quantias expressivas.

EM POSSE DE ADOLESCENTE PM apreende drogas e celulares que seriam entregues para detentos de Cambé

Divulgação/PMUm adolescente de 14 anos foi apreendido em Cambé, na madrugada desta quinta-feira (14), com mais de três quilos de maconha, doze celulares, chips de operadoras de telefonia móvel, carregadores e uma porção de cocaína. O rapaz teria dito aos policiais que pretendia jogar o material para os detentos da cadeia pública da cidade.

O rapaz foi surpreendido após ter sido flagrado pelas câmeras de segurança do Fórum. As drogas e aparelhos eletrônicos estavam em sua mochila e seriam jogados sobre a grande do pátio de sol da Delegacia de Cambé. O adolescente e os materiais foram encaminhados para a delegacia. Segundo a Polícia Militar, ele já tem passagem por um roubo ocorrido este ano em Londrina.

ALERTA! Londrina lidera ranking de notificações de dengue no Paraná

Venilton Küchler/AEN-PRA Secretaria de Estado da Saúde (Sesa) divulgou o primeiro boletim da dengue do mês de setembro na quarta-feira (13). De acordo com os dados, Londrina é a cidade que mais notificou a doença. Foram 162 casos suspeitos de dengue na cidade.

Em comparação ao último boletim do mês de agosto, houve um aumento de 157% em casos notificados da doença em Londrina. Na 17a Regional de Saúde – Londrina, com população de 935.904, em 16 municípios, foram 294 notificações da doença.

Conforme o secretário municipal de Saúde, Felippe Machado, há duas análises que precisam ser feitas neste momento, em relação a este grande número de notificações no mês de setembro. "A primeira é que Londrina realmente é um município que tem por praxe fazer as notificações e ampliar essa análise e buscar esse diagnóstico, então não é de todo ruim este número alto de notificações, quer dizer que a gente está realmente fazendo o dever de casa. E aqueles casos suspeitos estamos notificando, não está sub-notificado estes números. Mas, evidentemente, que a chegada do calor nos preocupa, isso pode ser um indicador a ser analisado", explica.

Segundo Machado, no terceiro Levantamento Rápido de Infestação do Aedes aegypti (LIRAa), foi registrado um número relativamente baixo de infestação da doença. "Mas isso não quer dizer que nós podemos nos acomodar e deixar de falar e relembrar da importância da conscientização e mobilização da sociedade civil organizada como um todo no combate contra o mosquito que transmite a doença."

O secretário ressalta que, neste momento, Londrina está em um cenário tranquilo em relação aos casos confirmados. "O que pesa é este grande número de notificações, mas nós temos 32 casos confirmados de dengue no município até agora. No mesmo período do ano passado, nós tínhamos mais de 5.400 casos. E, também, no ano passado, o terceiro LIRAa foi baixo. Então quer dizer, nós tivemos um LIRAa baixo, mas um elevado número de casos confirmados. Este ano, não. Já conseguimos fazer o dever de casa no sentido de ter um baixo número de casos confirmados e também um número do LIRAa dentro de um padrão aceitável pelo Ministério da Saúde."

No entanto, o secretário de Saúde afirma que é sim um sinal de alerta devido a chegada do verão. "O risco existe. Nós temos o vírus circulando na nossa cidade, então nós precisamos nos mobilizar em conjunto para que não haja com a chegada do verão nenhum risco de epidemia."

Maringá (região Norte do estado), teve nove casos confirmados, 116 suspeitos e 62 descartados. Em seguida, está Foz do Iguaçu com sete casos confirmados, 103 notificados e 179 descartados.

quarta-feira, 13 de setembro de 2017

BATE MOTO EM CAMIONETE E MORRE EM SANTO ANTÔNIO

Na Serra do Palmital pela manhã

José Décio Paim(foto),de 53 anos, morreu em torno das dez horas desta terça-feira,dia 12, na Serra do Palmital,KM 36,7 da BR-153,em Santo Antônio da Platina.
Morador em Jacarezinho, trabalhava com transporte escolar.
Ele descia com sua motocicleta Honda Falcon 400(placa APS 3496/Jac) quando bateu de frente com a Toyota Hilux(placas OKS 2325/São Bento do Sul/SC).
O condutor, Bento Lieder, 77, subia a pista, tentou uma ultrapassagem em local proibido e causou o acidente fatal.
Com o impacto, a caminhonete perdeu o controle e só parou após colidir contra árvores.
O idoso viajava de Santa Catarina para o estado do Pará.Ele não se feriu.
As equipes da das Polícias Rodoviária Federal e Civil, da concessionária do trecho, Bombeiros, SAMU(Serviço de Atendimento Móvel de Urgência)atenderam a ocorrência.
O corpo foi recolhido ao Instituto Médico Legal (IML) de Jacarezinho e entregue aos familiares.O sepultamento será nesta quarta-feira, dia 13, no cemitério São João Batista.

PM PRENDE MOÇA TRAFICANDO DROGA EM CAMBARÁ

Ontem em torno das 21h30m

Por volta das 21h30m desta terça-feira, dia 12,a Polícia Militar de Cambará prendeu Dayana Cabral da Silva, de 24 anos.Ela comercializava maconha em sua residência e a droga estava em seu quarto.
A moça não queria deixar a PM entrar, porém a mãe dela permitiu.
No guarda-roupas foram localizadas cerca de 20 buchas embaladas e prontas para venda e mais três pedaços maiores ainda a ser fracionados, totalizando 58,6 gramas(foto).
A jovem foi encaminhada para a carceragem.

LEVANTAMENTO Preço médio da gasolina sobe e atinge recorde de R$ 3,85 para o consumidor

Preço médio da gasolina sobe e atinge recorde de R$ 3,85 para o consumidorO preço médio da gasolina para o consumidor brasileiro atingiu na semana passada o valor recorde no ano de R$ 3,850 por litro. Os dados são do Levantamento de Preços e de Margens de Comercialização de Combustíveis (LPMCC) da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), feito entre os dias 3 e 9 deste mês e divulgado nesta terça-feira (12).

A pesquisa analisou 3.160 postos e encontrou preço mínimo de venda da gasolina de R$ 3,149 e máximo de R$ 4,950. Para as distribuidoras, o preço médio da gasolina por litro alcançou R$ 3,410.

Em relação ao etanol, o preço médio por litro vendido para consumo foi de R$ 2,612 na semana pesquisada, atingindo valor de R$ 2,265 na distribuidora. Já o litro de diesel chegou ao consumidor pelo preço médio de R$ 3,150 e à distribuidora por R$ 2,759.



O Levantamento de Preços e Margens de Comercialização de Combustíveis abrange preços pesquisados em 459 localidades brasileiras.
Agência Brasil

PEÇAS A PARTIR DE R$ 5 Bazar beneficente com Thaeme busca arrecadar fundos para tratamento de bebê

DivulgaçãoA cantora Thaeme Marioto promove neste sábado e domingo (16 e 17) um bazar beneficente, em Jaguapitã (Região Metropolitana de Londrina) para arrecadar fundos para tratamento da bebê Isadora de Souza Rodrigues, portadora de atrofia muscular espinhal (AME) tipo 1.

Thaeme conseguiu doações de roupas, bolsas e calçados de grandes marcas. As peças poderão ser adquiridas no bazar a partir de R$ 5.

No domingo (17), a cantora estará presente no evento, que será realizado na Casa da Amizade, localizado na Avenida Manoel Ribas, 270, em Jaguapitã. A entrada do evento será no valor de R$ 10. No sábado, o evento será das 18h às 22h e, no domingo, das 13h às 20h.


O bazar conta com apoio do Rotary Club de Jaguapitã, Associação de Senhoras de Rotarianos (ASR) e Associação Comercial e Empresarial de Jaguapitã (ACEJ).

Isadora Souza Rodrigues de apenas 1 aninho de idade foi diagnosticada com Atrofia Muscular Espinhal (AME), uma doença genética e degenerativa.

O tratamento é realizado com um medicamento que se chama Spinraza, no entanto, não é encontrado no Brasil, apenas nos Estados Unidos. Além disso, o custo elevado de R$ 3 milhões para o primeiro ano de tratamento acaba dificultando ainda mais a melhora de Isadora.

Atualmente, Isadora está internada em casa, com uma equipe de fisioterapeutas, enfermeira, fonoaudióloga e técnica de enfermagem.

Desde o mês de julho, a família pede doações de qualquer quantia ou espécie para que seja possível tratar a doença da bebê Isadora. A família está realizando uma campanha de arrecadações por meio do site Vakinha. Acesse aqui para ajudar!
Fernanda Circhia - Redação Bonde

JARDIM BELA SUÍÇA Homem morre em confronto com PM após tentar roubar e abusar de mulher

Um suspeito de participar de uma tentativa de roubo a veículo no bairro Bela Suíça, em Londrina, morreu em tiroteio com a Polícia Militar na noite desta segunda-feira (11). Policiais fora do horário de serviço entraram em confronto armado depois que os suspeitos fugiram.

Segundo a versão da vítima à PM, quando ela chegava em casa um homem saltou de uma árvore e outros dois apareceram repentinamente. Eles deram voz de assalto e quiseram levar o veículo. Também tentaram abusar sexualmente dela, mas ela gritou e impediu o ato libidinoso.

Ao ouvir os gritos, vizinhos acionaram a PM e, segundo testemunhas, um disparo foi ouvido, mas não foi identificada a origem. Enquanto os ladrões fugiam, outros vizinhos alertavam motoristas da ação criminosa que acontecia à frente.


Um dos comparsas fugiu em um veículo Vectra, cuja origem não foi identificada pela polícia. Os outros dois se depararam com um veículo com três policiais militares à paisana, que deram voz de abordagem. Segundo a PM, um dos suspeitos reagiu e um tiroteio teve início. Um dos suspeitos acabou baleado e morreu no local. O terceiro, não identificado, fugiu e a polícia acredita que ele esteja ferido.

O celular da vítima foi localizado no bolso do suspeito morto.
Cuidados 

O tenente da Polícia Militar Emerson Castro alerta para que moradores tenham cuidado ao entrar em suas casas para evitar que sejam rendidos por assaltantes. "Sempre ao se aproximar da residência, verifique se há veículos parados ou pessoas nas proximidades. Ao presenciar atitudes suspeitas, dê uma volta na quadra e peça a abordagem da polícia", ensina. Ele também sugere avisar os familiares para não abrirem o portão.

MARINGÁ MP denuncia suspeito de matar cliente de açougue após se irritar com fila do caixa

A 23ª Promotoria de Justiça de Maringá apresentou denúncia criminal contra Edinaldo Ferreira da Silva, o comerciante de 48 anos que matou uma pessoa e feriu outra na frente de um açougue, em agosto deste ano. A denúncia foi aceita pela 1ª Vara Criminal de Maringá na última semana, no dia 6 de setembro, dando início ao processo criminal contra o acusado.

Na denúncia, o Ministério Público do Paraná pede a condenação do acusado por porte ilegal de arma de fogo, por homicídio consumado e qualificado e por quatro tentativas de homicídio qualificadas. Caso a Justiça acate todos os pedidos, a pena pode passar de cinquenta anos de prisão.




Recorde o caso

No dia 20 de agosto, Silva disparou seis vezes contra uma casa de carnes na avenida Brasil, em Maringá, depois de discutir com funcionários pela demora na fila do caixa. Ele saiu do estabelecimento e, de dentro do carro, uma picape Hilux, efetuou os seis disparos contra o açougue. Os disparos atingiram Adelso Donizete Ferraz, de 41 anos, que morreu, e Luiz Massarotto, que foi atingido no braço e não correu risco de morte.

A ação foi filmada por câmeras de segurança. Confira abaixo o vídeo do site Maringá Manchete:

Silva foi preso no dia seguinte, escondido na casa de um funcionário. Ele levou a polícia até sua casa, onde estavam a Hilux e o revólver utilizado na ação, que foi apreendido. O denunciado está detido preventivamente na Casa de Custódia de Maringá.

NA TARDE DE HOJE Lula deve ter recepção menor em Curitiba para 2º depoimento a Moro, prevê PT-PR

Ricardo Stuckert/Fotos Públicas - Ato de encerramento da Caravana Lula pelo Brasil, no MaranhãoO ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva deve ter uma recepção menor em Curitiba para o seu segundo depoimento ao juiz Sergio Moro, marcado para esta quarta-feira (13), às 14h. De acordo com Dr. Rosinha, presidente estadual do PT do Paraná, a expectativa é que o ato pró-Lula possa reunir quatro mil pessoas, menos que os cerca de 5 mil manifestantes vistos em 10 de maio, data do primeiro encontro entre o ex-presidente e o juiz da Lava Jato.

A Secretaria de Segurança Pública do Paraná disse em nota esperar cerca de 2,5 mil manifestantes favoráveis ao petista. O efetivo destacado para acompanhar os atos também será menor, cerca de mil homens, contra quase 1,7 mil PMs e mais de 3,3 mil agentes de segurança pública em maio. Manifestações de grupos hostis ao PT e Lula, como o Movimento Brasil Livre (MBL) também estão agendadas em outros pontos da capital paranaense.


Com a expectativa de mobilização menor, a Justiça Federal em Curitiba manteve o expediente da terça-feira, ao contrário do que aconteceu em maio, quando o tribunal fechou as portas com receio da confusão.

Programação cheia

Enquanto o ex-presidente depõe, o PT organizou uma programação que inclui atividades culturais e aula pública com o ministro da Justiça do governo Dilma Roussef, Eugênio Aragão, o senador Roberto Requião (PMDB-PR) e o líder do MST, João Pero Stédile.

Às 19h, está agendado um ato público de políticos do partido. Entre os confirmados pela organização, estão a senadora e presidente nacional do PT, Gleisi Hoffmann, e os senadores Humberto Costa (PE), Lindbergh Farias (RJ), Fátima Bezerra (RN) e Paulo Rocha (PA). Presente em maio, a ex-presidente Dilma Roussef ainda não decidiu se vai a Curitiba amanhã.

Lula vai depor a Moro dentro do inquérito em que o petista é acusado de corrupção passiva e lavagem de dinheiro supostamente recebido da empreiteira Odebrecht para compra de um terreno destinado abrigar a sede do Instituto Lula e de um apartamento vizinho ao que o petista reside em São Bernardo do Campo. Em maio, o ex-presidente foi interrogado em outro processo, referente ao triplex do Guarujá, na qual o juiz o condenou a nove anos e seis meses de prisão.
Agência Estado

terça-feira, 12 de setembro de 2017

PREVENÇÃO Multivacinação começa em todas as unidades de saúde do Paraná

A Campanha Nacional de Multivacinação começou nesta segunda-feira (11) em todo o Paraná. Até o dia 22 de setembro todas as unidades de saúde do Estado vão receber crianças e adolescentes até 14 anos 11 meses e 29 dias para atualização das carteiras de vacinação. No dia 16 acontece o Dia D da campanha, com unidades de saúde abertas durante todo o sábado para facilitar o acesso da população à campanha.
As vacinas são umas das principais formas de prevenção de diversas doenças. Esta campanha é uma importante ferramenta para manter a carteira de vacinação atualizada e garantir a proteção necessária para que nossas crianças e jovens cresçam saudáveis", afirma o secretário estadual da Saúde, Michele Caputo Neto.

Durante a campanha serão oferecidas vacinas da rotina com o objetivo de melhorar as coberturas vacinais. "Além da proteção à pessoa, a campanha também visa contribuir para a redução de algumas doenças e, até mesmo, manter o controle de patologias que são preveníveis com a vacinação", informa o chefe do Centro estadual de Epidemiologia, João Luís Crivellaro. 

Carteirinha e adiamento 

É importante que, ao comparecer à unidade de saúde, os responsáveis não esqueçam de levar a carteirinha de vacinação, se houver, e um documento oficial da criança. "Dessa forma, os profissionais de saúde podem verificar o esquema de vacinação e alertar sobre a aplicação das doses que faltam. Porém mesmo sem a carteira, as vacinas necessárias serão aplicadas de acordo com a faixa etária", explica Crivellaro. 

Em caso de doenças febris graves é recomendado adiar a vacinação até a melhora do quadro. O uso de alguns tipos de medicamentos também exige o adiamento da aplicação das vacinas e deve ser informado ao profissional da unidade. Com exceção da febre amarela e da tríplice viral, as vacinas podem ser aplicadas simultaneamente. 

Os 30 municípios do Paraná que fazem parte da campanha de vacinação contra a dengue devem seguir orientações especiais. Quem tomar alguma vacina deve informar a unidade de saúde para que seja respeitado o intervalo de 30 dias para a aplicação da vacina da dengue. 

Confira as vacinas que fazem parte da campanha

REAÇÃO Governo ataca representante da ONU por comentários sobre corrupção

O governo de Michel Temer fez um duro e raro ataque contra o mais alto representante da ONU para Direitos Humanos, Zeid Al Hussein, sugerindo até mesmo que ele teria se baseado em "desinformação". Na segunda-feira (11), o alto representante da ONU disse que o "escândalo" de corrupção no Brasil revela como o problema está profundamente enraizado em "todos os níveis de governo" e ameaça a democracia.

"Não podemos, em especial, deixar que desinformação nos leve a falsas conclusões", alertou a embaixadora do Brasil na ONU, Maria Nazareth Farani Azevedo, nesta terça-feira (12). "Discordamos fortemente do comentário apressado, injustificado e injusto que ele (Zeid) fez sobre o Brasil em seu discurso circulado ontem", afirmou.

O Brasil foi um dos 40 países citados por Zeid ao abrir os trabalhos do Conselho de Direitos Humanos da ONU por conta de diversas violações. A menção ao Brasil foi feita explicitamente no contexto da corrupção e seus impactos.


Ao responder, a embaixadora garantiu que o Brasil está "seriamente engajado em uma luta contra a corrupção que deixa evidente, para que todos vejam, não apenas nosso apreço à Justiça e ao estado de direito, mas também ao fortalecimento de nossas instituições democráticas e ordem constitucional".

Atacando a forma de o Conselho de Direitos Humanos agir, o Brasil ainda indicou que está "engajado em discussões" para que o processo na ONU seja baseado em um "diálogo construtivo" e na "busca de soluções sensatas". "A eficiência desse órgão não depende apenas de seu valor intrínseco, mas também da adequação de suas decisões", afirmou.

Citando Zeid, ela disse ainda que, se a história for um guia, a era do medo e perplexidade pode gerar "divisão e rejeição" entre a comunidade internacional. "Contra essa onda, reitero o compromisso do Brasil em promover uma ordem mundial multilateral, equitativa e baseada em regras, onde a proteção e promoção de direitos humanos são salvaguardas", disse.

QUADRILHÃO' DO PMDB PF conclui inquérito e cita Temer, Moreira, Padilha, Geddel, Cunha e Alves

Antonio Cruz/Agência BrasilA Polícia Federal concluiu nesta segunda-feira (11), o inquérito 4327 do Supremo Tribunal Federal (STF), instaurado para apurar crimes supostamente praticados pelo chamado "quadrilhão" do PMDB. A PF cita no inquérito o presidente Michel Temer, os ministros Eliseu Padilha e Moreira Franco, o ex-ministro Geddel Vieira Lima e os ex-presidentes da Câmara Henrique Eduardo Alves e Eduardo Cunha.

O inquérito da PF diz que há indícios da prática do crime de organização criminosa - artigo 1.º, parágrafo 1.º e artigo 2.º da Lei 12.850/2013.

O inquérito da PF diz que há indícios da prática do crime de organização criminosa - artigo 1.º, parágrafo 1.º e artigo 2.º da Lei 12.850/2013.


Os integrantes da cúpula do partido, supostamente, mantinham "estrutura organizacional com o objetivo de obter, direta e indiretamente, vantagens indevidas em órgãos da administração pública direta e indireta".

Em nota, a PF destacou. "O grupo agia através de infrações penais, tais como corrupção ativa, passiva, lavagem de dinheiro, fraude em licitação, evasão de divisas, entre outros crimes cujas penas máximas são superiores a 4 anos."

Defesas

Em nota divulgada nesta segunda-feira, o ministro da Casa Civil, Eliseu Padilha, sugeriu que o relatório da Polícia Federal não merece resposta. A PF sustentou, na conclusão do inquérito que investigou o "quadrilhão" do PMDB na Câmara, que a cúpula do partido participava de uma organização criminosa, voltada para obtenção de vantagens indevidas na administração pública.

"O ministro da Casa Civil, Eliseu Padilha, informa que só irá se pronunciar quando e se houver acusação formal contra ele que mereça resposta", diz a nota, assinada pela Assessoria de Comunicação da Casa Civil.

O ministro da Secretaria-Geral da Presidência, Moreira Franco, disse que a Polícia Federal não agiu de forma democrática ao "vazar" as conclusões do inquérito que investigou o "quadrilhão" do PMDB na Câmara, sem dar conhecimento aos citados no relatório. "Jamais participei de qualquer grupo para a prática de ilícito. Repudio a suspeita", reagiu o ministro.

Segundo o relatório final da PF, há indícios de que o presidente Michel Temer, Moreira e o ministro da Casa Civil, Eliseu Padilha, cometeram crimes de corrupção. As investigações apontaram que integrantes da cúpula do PMDB participavam de uma organização criminosa, com o objetivo de obter, direta e indiretamente, vantagens indevidas na administração pública.

"Responderei de forma conclusiva quando tiver acesso ao relatório do inquérito. Lamento que tenha que falar sobre o que ainda não conheço. Isto não é democrático", afirmou Moreira Franco.
Agência Estado

Rebelião deixa três presos e um agente mortos no interior de Goiás

Uma rebelião ocorrida no presídio de Luziânia, cidade a 212 quilômetros de Goiânia, terminou nesta segunda-feira (11) com três presos e mais um agente penitenciário mortos.

Segundo a Seap (Superintendência Executiva de Administração Penitenciária), a rebelião foi planejada e começou por volta das 23h30 deste domingo (10).

+ Meninos de 4 e 8 anos fingiram morte para escapar de tiros, diz família

Para ter o controle da unidade prisional, os detentos fizeram dois agentes reféns. Um dos presos simulou estar passando mal e enquanto era atendido, os funcionários acabaram rendidos e desarmados.

As circunstâncias e a forma como os detentos morreram ainda são desconhecidas. Os dois servidores feitos reféns ficaram feridos durante a rebelião, sendo que um deles não resistiu e também morreu horas depois.

A Polícia Militar retomou o controle do presídio por volta das 9h30 desta segunda (11) após longo processo de negociação com os presos iniciado ainda na madrugada.

As negociações foram acompanhadas por representantes da Promotoria e da OAB (Ordem dos Advogados do Brasil) do Estado.

Agentes penitenciários farão a recontagem dos presos -ainda não se sabe se houve fuga -além de verificar os danos causados à estrutura da unidade. A Polícia Civil deverá investigar os assassinatos ocorridos durante o motim. Com informações da Folhapress.

segunda-feira, 11 de setembro de 2017

PR-092: TRECHO DO CAMINHÃO DE DINAMITE QUE EXPLODIU CONTINUA INTERDITADO

Um caminhão carregado com 30 toneladas de TNT(dinamite) pegou fogo às 17h40m deste domingo,dia dez, no KM 235 da PR-092, em Calógeras, entre Wenceslau Braz e Arapoti.

Ainda não há previsão para liberação da pista e congestionamento no local.Equipes da Defesa Civil, bombeiros e Polícia Rodoviária Estadual de de Siqueira Campos, Wenceslau, Arapoti, Santo Antônio da Platina e Jaguariaíva auxiliaram no atendimento do ocorrido.
Os veículos ficaram a cerca de 1,5 km do caminhão.
O incêndio iniciou no painel do caminhão e o condutor desceu da cabine para pedir ajuda. No entanto, o fogo se espalhou rapidamente e chegou à carga, causando diversas explosões.

Por telefone celular, as polícias presentes no local, além do Corpo de Bombeiros, disseram em torno de 23h30m, que ainda existe risco real de explosão e a rodovia foi interditada em ambos os sentidos.
Os condutores devem utilizar a BR-153 (via Guapirama, Conselheiro Mairinck e Ibaiti).
Ninguém ficou machucado.

CONCURSO 1.966 Mega-Sena não tem vencedores e acumula prêmio para o próximo sorteio

Mega-Sena não tem vencedores e acumula prêmio para o próximo sorteioNão houve vencedores no sorteio da Mega-Sena realizado nesse sábado (9) pela Caixa Econômica Federal no município paulista de Salto, relativo ao concurso 1966.

As dezenas sorteadas foram 10, 13, 19, 32, 40 e 60. A estimativa da Caixa é que o próximo concurso distribua R$ 5,5 milhões.

Na quina, houve 29 apostas ganhadoras, com R$ 47.097,01 para cada um. Na quadra, foram 2.758 apostas ganhadoras, com R$ 707,45 para cada.


A aposta mínima na Mega-Sena custa R$ 3,50 e pode ser feita até as 19h (horário de Brasília), do dia do concurso, nas mais de 13 mil casas lotéricas do país.

Saiba como é calculado o prêmio

O valor arrecadado com o concurso da Mega-Sena não é totalmente revertido em prêmio para o ganhador. Parte do montante é repassada ao governo federal para investimentos nas áreas de saúde, educação, segurança, cultura e esporte.

Além disso, há despesas de custeio do concurso, imposto de renda e outros, que fazem com que o prêmio bruto corresponda a 46% da arrecadação. Dessa porcentagem:

35% são distribuídos entre os acertadores dos 6 números sorteados (sena);

19% entre os acertadores de 5 números (quina);

19% entre os acertadores de 4 números (quadra);

22% ficam acumulados e distribuídos aos acertadores dos 6 números nos concursos de final 0 ou 5.

5% ficam acumulado para a primeira faixa - sena - do último concurso do ano de final zero ou 5.

Não havendo acertador em qualquer faixa, o valor acumula para o concurso seguinte, na respectiva faixa de premiação.

Os prêmios prescrevem 90 dias após a data do sorteio. Após esse prazo, os valores são repassados ao Tesouro Nacional para aplicação no FIES - Fundo de Financiamento ao Estudante do Ensino Superior.
Agência Brasil

FEIRA INTERNACIONAL Jovens apresentam aplicativo para combater Aedes aegypti

Jeovanni Cipriano/DivulgaçãoCom o desejo de ajudar o bairro onde vivem, em Jardim Brasil, no município de Olinda (PE), estudantes da Escola de Referência em Ensino Médio (EREM) Desembargador Renato Fonseca usaram a tecnologia e a vontade de ajudar a comunidade para promover uma caça ao mosquito Aedes aegypti na região.

Com a ajuda de uma ferramenta online, Jeovani Cipriano, de 19 anos, criou um aplicativo de celular para que as pessoas denunciassem focos de reprodução do inseto transmissor da dengue, zika, chikungunya e febre amarela. Os alunos, então, organizam mutirões para acabar com o problema.

O embrião do projeto surgiu em 2014, quando muitos alunos e professores da escola estavam faltando. Incomodados com isso, o grupo de estudantes se juntou à professora Jorgecy Cabral, que coordena a biblioteca da instituição, para visitar a casa dos faltosos e verificar se o surto de dengue que atingia a região era o culpado pelas faltas. Eles perceberam que os sintomas eram os mesmos.


"Encontramos o problema, vimos o que estava acontecendo. Fizemos mapeamento ao redor da escola para saber se havia foco de dengue. Para nossa surpresa, havia atrás, ao lado, em todos os lugares. Começamos então a fazer mutirões nas ruas", diz a professora.

A escola passou a ser uma referência na comunidade. Muitas pessoas procuraram o local para denunciar focos de reprodução do Aedes. Foi aí que surgiu a ideia do aplicativo.

Cipriano quebrou a cabeça por cerca de duas semanas e, por meio de uma ferramenta online de criação de aplicativos, desenvolveu a plataforma Caça ao Aedes em Jardim Brasil. "Ninguém tinha conhecimento na área. Fui estudando e fiz", afirma o estudante.

Na pesquisa porta a porta feita pelo alunos na época do surto, eles identificaram um aumento de 300% dos casos. Agora eles trabalham em novos dados. Segundo Jorgecy Cabral, a pesquisa não está finalizada, mas ela garante que houve redução de infecções no bairro de Jardim Brasil.

Então estudante do terceiro ano do ensino médio, Cipriano, que agora cursa jornalismo em uma faculdade particular, diz também que o aplicativo já recebeu denúncias de focos em outros estados. "Quando é feita em Olinda a gente tenta resolver. Quando é em outra cidade a gente encaminha as informações para a secretaria municipal da localidade", conta.

O aplicativo é simples e contém informações sobre sintomas de viroses transmitidas por mosquitos (arboviroses) e dicas para evitar a proliferação do Aedes aegypti. Há um espaço para fazer uma denúncia, por escrito, e um mapa onde estão marcados alguns pontos com água parada. Por dificuldades de funcionalidade, não foi possível marcar uma denúncia no mapa, mas a comunicação do bairro pode ser facilitada pelo app. Ele pode ser baixado no Google Play e pelo site.
Vaquinha virtual 

A iniciativa foi premiada como Destaque em Iniciação à Pesquisa na feira Ciência Jovem 2016, evento realizado anualmente pelo Espaço Ciência, museu ligado à Secretaria Estadual de Ciência, Tecnologia e Inovação de Pernambuco. O reconhecimento rendeu uma participação na Teccien Schöenstatt, uma feira estudantil de tecnologia e ciências promovida pelo colégio Nuestra Señora de Schöenstatt, do Paraguai, de onde os estudantes também saíram premiados. 

Foi lá que conheceram a organização da Feira Internacional de Ciência, Tecnologia e Inovação, outro evento estudantil do colégio Santa Fé, da Colômbia. Os organizadores convidaram os estudantes brasileiros a expor o projeto entre os dias 13 e 17 deste mês. 

Para custear a viagem, o grupo abriu uma vaquinha virtual. As passagens de três pessoas – a professora e mais dois alunos – foram dadas pelo governo de Pernambuco, mas ainda é preciso pagar hospedagem, alimentação e deslocamento da na cidade. Segundo Cipriani, o embarque é no dia 12.
Agência Brasil

2,5% DA POPULAÇÃO Fibromialgia é comum entre as mulheres e provoca dor generalizada

Você sente uma dor crônica generalizada? Aquela que se espalha por todo o corpo? Então é melhor você investigar, pois pode estar com um quadro de fibromialgia. A doença atinge uma fatia considerável da população brasileira: 2,5%, segundo a Sociedade Brasileira de Reumatologia. Nos últimos dias, o tema vem sendo bastante debatido por causa da revelação da atriz e humorista Dani Valente de que foi diagnosticada com a doença.

A reumatologista Mayara Manueira da Silveira, do Instituto de Vídeo-artroscopia, Ortopedia e Traumatologia (Ivot), explica que a fibromialgia é uma síndrome de dor generalizada, que está associada à rigidez matinal, fadiga, distúrbio do sono e estresse.

"Os pacientes geralmente tem dificuldade para localizar a dor. Alguns sintomas podem estar relacionados entre si, como distúrbios do aparelho digestivo, cefaleia, parestesias, depressão, zumbido, irritabilidade e distúrbio de concentração", explica.


Ela lembra que a doença incide em cerca de nove mulheres para cada homem, sendo os primeiros sintomas principalmente entre 30 e 50 anos de idade. "O diagnóstico da fibromialgia é puramente clínico, não havendo exames complementares que favoreçam sua realização", reforça. Predisposição genética e exposição frequente a ambientes e situações estressantes são fatores de risco para a fibromialgia.

O tratamento da doença envolve a prática esportiva e a medicação. "Os exercícios são extremamente importantes e fazem parte do tratamento, sendo os aeróbicos um dos mais indicados. Eles apresentam efeito analgésico por estimularem a liberação de endorfina e funcionam como antidepressivos, além de proporcionarem a sensação de bem estar", orienta a reumatologista.

ACIDENTE COM MOTO Idoso sofre traumatismo craniano ao ser atropelado na zona norte

Um idoso teve traumatismo craniano ao ser atropelado por uma motocicleta na avenida Henrique Mansano, próximo ao kartódromo, na noite deste domingo (10). Segundo o Corpo de Bombeiros, a vítíma estava sem documentos e aparenta ter cerca de 60 anos.

A motocicleta atingiu a vítima na pista sentido centro-bairro, por volta das 21h30. Em estado grave, ele precisou ser entubado para ser encaminhado para o Hospital Evangélico.

O motociclista também sofreu escoriações generalizadas e foi levado para a Unidade de Pronto-Atendimento (UPA) do Jardim Sabará.

PRISÃO TEMPORÁRIA Fachin afirma que, em liberdade, delatores da JBS podem ocultar provas

Ao mandar prender Joesley Batista e Ricardo Saud, executivos do grupo J&F, o ministro Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal (STF), ressaltou que, em liberdade, os colaboradores encontrarão os mesmos estímulos voltados a ocultar parte dos elementos probatórios.

O magistrado decretou prisão temporária, por cinco dias, dos empresários e negou o encarceramento do ex-procurador Marcelo Miller.

"Percebe-se pelos elementos de convicção trazidos aos autos que a omissão por parte dos colaboradores quando da celebração do acordo, diz respeito ao, em princípio, ilegal aconselhamento que vinham recebendo do então procurador da República Marcello Miller", anotou Fachin.


O procurador-geral da República havia pedido a detenção dos delatores e do advogado em razão de áudio enviado pela defesa dos colaboradores em anexo complementar sobre o senador Ciro Nogueira (PP), que revela conversa entre Saud e Joesley na qual Miller é mencionado como um integrante do Ministério Público Federal que teria atuado em benefício da JBS.

"No caso, a análise do áudio e dos documentos juntados na mídia das fls. 15 revela indícios suficientes de que os colaboradores omitiram, no momento da formalização do acordo de colaboração premiada, informações a que estavam obrigados prestar sobre a participação do então Procurador da República Marcello Miller no aconselhamento destes quando das negociações dos termos da avença. Num juízo de cognição sumária, como é próprio desta fase, tal fato pode implicar justa causa à ulterior rescisão dos acordos celebrados, nos termos da Cláusula 25 em relação a Ricardo Saud e Cláusula 26 em relação a Joesley Mendonça Batista", anotou Fachin.

Marcelo é o pivô da investigação que pode culminar com a rescisão da delação da JBS, embasada em áudio enviado pela defesa dos colaboradores em anexo complementar sobre o senador Ciro nogueira (PP). Ele integrou a força-tarefa da Operação Lava Jato e atuou nas delações do ex-senador Delcídio do Amaral e do ex-presidente da Transpetro Sérgio Machado.
Agência Estado

Presos na PF em SP, Joesley e Saud seguem hoje para Brasília

Como defesa, Joesley coloca passaporte à disposição da Justiça: Dono da J&F ainda não recebeu confirmação do pedido de prisão feito pela PGROs executivos da JBS, Joesley Batista e Ricardo Saud, que tiveram a prisão decretada pelo ministro Edson Fachin por violação do acordo de colaboração premiada, se entregaram na sede da Superintendência Regional da Polícia Federal em São Paulo, no domingo e serão transferidos para Brasília nesta segunda-feira (11). As informações foram adiantadas pelo jornal O Estado de S. Paulo e pelo portal G1.

Joesley e Saud devem cumprir  prisão temporária de cinco dias devido à entrega à Procuradoria-Geral da República, por parte da própria J&F, de áudios comprometedores, segundo os quais a dupla teria omitido informações relevantes nos primeiros depoimentos, feitos sob suposta assessoria do ex-procurador Marcello Miller, poupado da prisão.

Segundo a publicação, ambos chegaram à PF em carros particulares.

Ao determinar a prisão, o ministro do STF pediu que a Polícia Federal preserve "a imagem dos presos, evitando qualquer exposição pública".

Veja na íntegra o que determinou o ministro do STF sobre 'uma operação discreta', para a prisão dos executivos:

“O cumprimento dos mandados deve ocorrer com a máxima discrição e com a menor ostensividade. Deverá a autoridade policial responsável pelo cumprimento das medidas tomar as cautelas apropriadas, especialmente para preservar a imagem dos presos, evitando qualquer exposição pública. Não se tratando as pessoas em desfavor de quem se impõe a presente medida, de indivíduos perigosos, no sentido físico, deve ser evitado o uso de algemas”.

PF faz buscas na casa do ex-procurador Miller e na sede da J&F

Marcelo Miller, ex-procurador da Lava JatoSão Paulo – A Polícia Federal faz buscas na casa dos empresários Joesley Batista e Ricardo Saud nesta segunda-feira, 11. Os agentes também cumprem mandados de busca no Rio de Janeiro. O alvo é a casa do ex-procurador da República Marcelo Miller.

Miller, que agora atua como advogado, é acusado de fazer jogo duplo em favor da J&F e também de envolvimento na polêmica que pode levar ao cancelamento do acordo de delação da JBS.

Joesley Batista e Ricardo Saud, cujas prisões foram decretadas pelo ministro Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal, por violação do acordo de colaboração premiada, se entregaram na sede da Superintendência Regional da Polícia Federal em São Paulo, no domingo, 10.

Saud foi o primeiro a chegar. Por volta de 14h, Joesley, que partiu da casa do seu pai, nos Jardins, na zona sul, também chegou. Ambos usaram carros particulares para ir à sede da PF.

Envolvimento de Miller com a JBS
O ex-procurador é o pivô do escândalo que enfraqueceu a delação da JBS e as denúncias contra o presidente Michel Temer. Miller trabalhou próximo do atual PGR, Rodrigo Janot, nas investigações da Lava Jato, entre 2014 e 2016. Sua principal atribuição era negociar as delações premiadas da operação.

Ele deixou o cargo em abril deste ano para trabalhar no escritório Trench, Rossi e Watanabe, que representava a J&F nas negociações do acordo de leniência do grupo. O acordo de leniência é empresarial, mas também negociado com o Ministério Público.

Seu nome veio à público na semana passada, quando os irmãos Batista anexaram mais documentos à delação. Em um dos áudios, Joesley afirma que Miller estava atuando para influenciar Janot nas decisões sobre o acordo. Essa reviravolta, levou Janot a determinar a revisão do acordo de colaboração da J&F.

No despacho, o PGR disse que Miller “estaria auxiliando os interlocutores, inclusive a pretexto de influenciar a decisão do Procurador-Geral da República, em futura negociação de acordo de delação premiada com o Ministério Público Federal”. fonte msn

sexta-feira, 8 de setembro de 2017

VELOCIDADE Londrina recebe mais uma rodada dupla da Stock Car

Fábio Davini/VicarCom 3.055 metros de extensão, o Autódromo Internacional Ayrton Senna, em Londrina, será palco da oitava etapa da temporada 2017 da Stock Car no próximo dia 10 de setembro. Inaugurado em 1992, o circuito na cidade paranaense receberá sua 28ª corrida da sua história na principal categoria do automobilismo brasileiro.

O ex-piloto Xandy Negrão, com cinco vitórias em Londrina, é o "dono da pista", mas entre os atuais competidores, Cacá Bueno é quem manda, com quatro triunfos e pode igualar uma das lendas da Stock Car se vencer uma das corridas da rodada dupla. Na prova realizada no ano passado, que marcou a volta da cidade paranaense ao calendário da categoria, Felipe Fraga e Rubens Barrichello foram os grandes vencedores.


A etapa em Londrina também marca o fim do segundo terço do campeonato e depois de sete etapas, Daniel Serra lidera a competição com 209 pontos e duas vitórias, sendo uma delas na Corrida do Milhão, disputada em Curitiba no início de julho. O vice-líder Thiago Camilo vai tentar na cidade paranaense reduzir a diferença de 17 pontos para o primeiro colocado.

A pista de sentido anti-horário possui oito curvas, sendo cinco para esquerda e três para a direita, com características de baixa e média velocidade, o que dá mais importância à estratégia na janela para reabastecimento obrigatória. "Londrina tem como característica ser travada, com freadas fortes e curvas de baixa e média velocidade. Somadas à baixa abrasividade do asfalto, fica constituído um cenário de exigência média para os pneus, visto que o sentido anti-horário, com mais curvas para a esquerda, exige mais dos pneus do lado direito do veículo (lado de apoio), principalmente o traseiro por também ser o responsável pela tração", destaca Fabio Magliano, Gerente de Produtos Car e Motorsport da Pirelli, patrocinadora e fornecedora oficial de pneus da Stock Car.

O público já pode participar da votação para o HERO Push, botão extra que gera mais potência no motor e aumenta a velocidade, auxiliando os pilotos durante a ultrapassagem. Rubens Barrichello, Bia Figueiredo e Thiago Camilo foram os eleitos na última etapa, no Velo Città, e não poderão receber votos para a oitava etapa da Stock Car.

Informações sobre ingressos:

O primeiro lote promocional de ingressos para as modalidades Arquibancada, Arquibancada com Visitação aos Boxes, Camarote Paddock e Grid Experience está disponível e pode ser adquirido pelo site www.ticketsforfun.com.br ou em pontos físicos na cidade paranaense.

O Grid Experience, nova modalidade de ingresso na categoria, vai permitir que o público participe de momentos exclusivos do final de semana da Stock Car, como estar presente na formação do grid para a primeira prova da rodada dupla e assistir de perto a premiação dos pódio. A entrada também oferece ao fã da principal categoria do automobilismo brasileiro a oportunidade de acompanhar toda a etapa do Paddock. Para a cidade paranaense, o valor será fixado em R$ 780 e o número limitado a cem unidades.

A entrada Camarote Paddock, espaço premium do autódromo decorado, com serviço de buffet e TVs para uma melhor visão da corrida em pontos estratégicos, custará antecipadamente R$ 360, e R$ 380 no final de semana da etapa em Londrina. A credencial para essa modalidade permite a visitação aos boxes no domingo, em horário pré-determinado pela organização.

No setor arquibancada, o valor antecipado é de R$ 40 (inteira) e R$ 20 (meia entrada) por pessoa. No final de semana da etapa, os valores serão de R$ 50 (inteira) e R$ 25 (meia entrada). Há a opção de entrada de arquibancada com visitação aos boxes, em horário determinado pela organização do evento, por R$ 120, até a sexta-feira que antecede a etapa. A partir de sábado, o valor será de R$ 140.

O evento é para maiores de 5 anos, sendo proibida a entrada de crianças abaixo desta idade. Menores entre 5 e 14 anos devem estar acompanhados dos pais ou representantes legais maiores de 18 anos (parentes de primeiro grau) e devem portar documento original com foto ou certidão de nascimento original. Não há modalidade "meia entrada" para os ingressos de Visitação e Paddock. Nessa categoria, crianças a partir dos 5 anos devem pagar valor integral.

A venda de ingresso nos pontos físicos será realizada até a sexta-feira (dia 8) que antecede a etapa. Durante o final de semana, as entradas podem ser adquiridas somente na bilheteria do autódromo.

Confira os locais:

Valdeno Brito Kart Indoor
Avenida Theodoro Victorelli, 158 - Helena, Londrina

Postos Petrobras em Londrina:

DM Petróleo – Avenida Maringá, 241
DLO Petróleo – Avenida Arcebispo D. C. Fernandes, 2855
Posto Ecológico – Rua Goiás, 1544
Auto Posto Turini – Avenida Santos Dumont, 535

Bilheteria Autódromo
Sábado 05/08 – das 09h às 17h
Domingo 06/08 – a partir das 07h30
*Forma de pagamento: dinheiro e cartão